quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Tarte Rústica de Courgette com Ricotta e Pinhões



Quando vi a receita da Margarida, soube logo que tinha de experimentar. Com a urgência que algumas receitas impõem. A combinação inesperada destes ingredientes é excelente. Fresca e leve. Aromática e apetitosa. Para nós foi um jantar leve, mas poderá perfeitamente ser uma entrada que dê as boas-vindas a uma qualquer refeição. Simples e vistosa... Uma autêntica delícia.


Ingredientes


1 base de massa quebrada
1 colher de sopa de azeite
1 courgette finamente fatiada
250 gr de Queijo Ricotta
2 ovos
manjericão fresco picado
25 gr de Queijo das Ilhas ralado
1/2 dente de alho picado
1 mão cheia de pinhões
sal, pimenta e noz-moscada


Preparação


Untar uma tarteira pequena com margarina. Numa frigideira, colocar o azeite e alourar as courgettes de ambos os lados por um minuto. Reservar. Numa taça, misturar, com uma vara de arames, o queijo ricotta com os ovos,  o manjericão, metade do queijo das Ilhas e o alho. Temperar com sal e pimenta e reservar. Forrar a tarteira com a massa quebrada, colocar o recheio e cobrir com as rodelas de courgette. Cobrir com os pinhões e o restante queijo. Dobrar o excesso de massa para dentro, por cima do recheio, para lhe conferir um ar rústico. Levar ao forno, pré-aquecido, a 180ºC, por 30 minutos. Servir quente ou morna, com uma salada verde.




13 comentários:

Carla disse...

Bom dia Babette,
Essa tarte também me piscou o olho. Deve ser deliciosa.
Beijinhos

paula MARIANA disse...

Tão linda que ficou e é um deleite olhar para ela e imaginar a delicadeza ao degustá-la...

Beijinhos e obrigado pela partilha!!

SarinhaT - No Conforto da Minha Cozinha... disse...

Ficou linda e com esses ingredientes ui... Divinal. Bjs

lili disse...

adoro pratos salgados que levem pinões e essa tarte está com um aspecto fantastico
!
um beijinho

guida c disse...

Tenho esta tarte na lista das "coisas a experimentar". Não tardará!
Um abraço

MARIA LUISA Y ANAROSAN disse...

Que rica tarta y unos ingredientes naturales fáciles de encontrar en este tiempo, nos gusta mucho esta receta. un abrazo. Las Mellis

Andreia Marques disse...

Olá Babette.
Vim visitar o teu imbatível blog, e dizer-te que voltei a fazer o bolo Patriarca. É verdade e, desta vez, nem esperei pelo fim de semana! DELÍCIA...
Beijinho da Andreia

Ilídia disse...

Esta tarte deve ser, realmente, uma delícia. Já a tinha visto no Figo Lampo e fiquei com ela debaixo de olho. A sua ficou linda. Um beijo.

P.S.: Obrigada pela mensagem de parabéns.

Mar disse...

Linda, a tua tarte. Que congrega ingredientes de que gosto muito. Vou experimentar, certamente. Por me parecer o tipo de comida que acolhe logo. Simples e despretensiosa. Obrigada a ti. E à Margarida. Pela inspiração.

Um beijo.

Mar

PS: A última fotografia é particularmente eficaz a abrir o apetite:)

Fa disse...

Olá Babette,

Gostei muito desta proposta.

Bjs do sul

Fa

Receitas ao Desafio disse...

Olá Babette,
A reprodução da sua tarte fez jus à receita da Margarida, que eu sorrateiramente já havia espreitado.
Consegui sentir-lhe o paladar do queijo. O das ilhas.25 gramas que se sobrepõem com certeza ao paladar apático do ricotta. Uma açoriana a valorizar um dos frutos do seu prado.

Gostei novamente muito da tarte. Ao fazê-la enalteceu-a. Acrescentou-lhe valor.

E sem o imposto de valor acrescentado:)

Um abraço
Patrícia

Luísa Alexandra disse...

Gostei imenso da sugestão, a courgette e os pinhões ficam muito bem em conjunto.

Katia Bonfadini disse...

Hummm, que mistura deliciosa e foto linda! É de comer com os olhos! Bjs!