quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Robalo de Mar ao Sal





Ingredientes
(Fonte: Programa Televisivo "O Prato do Dia" da Filipa Gomes)

1 robalo de mar com 1,600 Kg
2 kg de sal grosso 
1 molho de coentros
2 + 1 claras de ovo
4 + 1 colheres de sopa de água 
1/2 chouriço de carne de boa qualidade
2 dentes de alho
1/2 limã0 cortado às fatias
1 punhado de folhas de manjericão

Preparação

Pré-aquecer o forno a 200ºC. Colocar numa taça grande o sal grosso. Com a varinha mágica, triturar um molho de coentros juntamente com 2 claras de ovo e 4 colheres de sopa de água. Juntar os coentros ao sal, a terceira clara e mais uma colher de sopa de água. Misturar bem com as mãos, até obter uma pasta com a consistência de areia molhada. Lavar e arranjar bem o peixe, limpando-o das entranhas mas mantendo-o intacto e com a pele. Rechear o peixe com as folhas de manjericão, o chouriço partido em tiras finas, as rodelas de limão e os dentes de alho. Forrar uma assadeira com papel vegetal. Colocar uma camada de sal no fundo e, por cima, o peixe. Cobrir o peixe com o restante sal, moldando bem a pasta de sal em redor do peixe, de forma a cobri-lo completamente. Levar ao forno, na função assar com calor circulante, por 50 minutos (regra: 30 minutos por cada kilo de peixe). Para servir, cortar a crosta de sal com a ponta de uma faca e retirar as lascas de peixe, com cuidado, para uma travessa de ir à mesa. Servir o peixe com batatas assadas com alho e alecrim e esparregado de grelos.

Bom Apetite!





segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Mesa de Dezembro



Por esta altura estamos já a antecipar as cores do Natal. E também à mesa isso vai sendo notado... Neste domingo, toalha vermelha, guardanapos de xadrez, cores quentes que contrastam com os dias frios lá fora. Os meus pratos azuis nessa mistura de vermelhos parece que ficaram ainda mais bonitos! Uma boa semana, a caminho do Natal ;)...


sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

42







São todos de celebrar. Os anos que vivemos, os que passam por nós. Este ano, os 42 do meu Zé. E coisas boas à mesa, com a família em redor e abraços bem sentidos. Creme de abóbora com alho francês, empadas de galinha com arroz de cenoura e pimento, bolo de gengibre e canela com cobertura de chocolate. Bocas adoçadas e coração quente a cantar-lhe mais uma vez os parabéns...






terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Isto dos Afectos


 






Isto dos afectos tem muito que se lhe diga. E pouco para explicar. Sente-se. Dá-se. Faz-se. Vai-se estando na vida uns dos outros. Sempre que é preciso. Há quase 4 anos que é assim. Este sítio de partilhas culinárias deu-me uma amiga. Que mostra o seu afecto de mil e uma maneiras. Este ano,celebrámos essa data uma vez mais. Na sua casa. Numa canja. Em pratos variados com entradas reconfortantes. No bacalhau com natas que elogiei repetidamente. No Pudim Abade de Priscos que não tem comparação. Numa mesa que era um sonho. Celebrámos a vida, a amizade, o quotidiano e até antecipámos um bocadinho o Natal, com troca de presentes e mimos que as nossas mãos entregam generosamente. Foi um dia cheio. Com o frio todo lá fora mas muito calor ao nosso redor. Literalmente. Um amigo é um abraço. Embrulha-nos. Dá-nos força para continuar. Isto dos afectos é mesmo difícil de explicar, mas lindo de viver...







sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Pão Integral com Laranjas, Passas e Nozes



De vez em quando, a máquina do pão vai trabalhando. Como tudo na vida, no equilíbrio estará a melhor das receitas. Umas vezes comprado na mercearia que o traz de Mirandela, outras vezes na nova padaria ao pé de casa, outras ainda no Lidl (adoro o pão escuro de lá!...) e outras tantas feito em casa. Vamos variando de sabores e fornecedores, o que é sempre salutar. Desta vez, então, o padeiro cá de casa esteve ao serviço. E fez um pão delicioso, muito saboroso e aromático. São servidos?...

Ingredientes

280 ml de água
2 colheres de chá de mel claro
450 gr de farinha trigo sem fermento T65
15 gr de farelo
1 colher de chá de leite em pó
1 e 1/2 colheres de chá de sal
25 gr de manteiga
1 e 1/2 colheres de chá de fermento de padeiro seco
40 gr de passas

25 de laranja cristalizada partida aos pedacinhos
50 gr de nozes picadas

Preparação

Máquina de Fazer Pão: Na cuba da máquina colocar todos os ingredientes pela ordem indicada. Seleccionar o programa de pão básico (na minha máquina: programa 1).

À Mão: Aquecer ligeiramente a água e dissolver nela o fermento, a manteiga e o mel. Fazer um vulcão com a farinha e o farelo, o leite em pó e o sal e no meio colocar os líquidos. Amassar muito bem durante uns minutos, até que a massa se torne elástica e homogénea. Adicionar as passas, a laranja e as nozes e voltar a amassar, até que fique uma massa homogénea. Formar uma bola, colocar num alguidar e tapar com um pano. Deixar levedar até que duplique de volume, entre 30 minutos a 1 hora. Colocar num tabuleiro de forno polvilhado com farinha e levar a cozer, a 200º C, por 30 a 40 minutos, ou até se apresentar cozido (ao bater com os nós dos dedos no pão deverá ouvir-se um som oco, que significa estar cozido). 

Bom Apetite!



quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Sopa de Nabiças com Feijão Branco


Não vale usar feijão de lata. Esta sopa fica infinitamente melhor com feijão demolhado e cozido em casa. Fica encorpada e saborosa. E sabe muito bem numa noite fria, comida num prato bonito, como este, ou servida numa tigela que nos aqueça também as mãos...

Ingredientes

Para a base
1 cebola
1 courgette grande
1 batata
1 cenoura
1/2 alho francês
água de cozer o feijão
sal

Para depois
1 molho de nabiças
150 gr de feijão branco cozido
azeite

Preparação


Começar por partir finamente os legumes que compõem a base e colocar numa panela. Tapar com a água de cozer o feijão (e se necessário mais água), de forma a que os vegetais fiquem cobertos.  Deixar cozinhar por 40 minutos. Entretanto,  lavar bem as nabiças e reservar. Triturar bem a base da sopa com a varinha mágica e rectificar o sal. Levar novamente ao lume, juntando as nabiças e o feijão branco, deixando cozinhar por 15 minutos. Adicionar um fio de azeite e está pronta a servir.

Bom Apetite!



segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Caril de Frango com Maçã




São recorrentes cá em casa. Muito pela influência de os meus pais terem nascido e vivido grande parte da vida em Moçambique, por sua vez convivente com a comida goesa. Há caril em nossa casa desde que sou miúda. Adoro! O Rodrigo já come com prazer, apesar do Diogo ainda torcer o nariz a estes sabores mais exóticos. Em todo o caso, mais um caril. De frango - um clássico -, com maçã a acompanhar. Uma delícia!

Ingredientes

3 cebolas grandes
2 dentes de alho grandes
1 piripiri grande
1 colher de sopa de manteiga
azeite e sal
1 caldo de galinha (uso natura, da knorr)
1 lata de leite de côco
1 lata de tomate pelado
3 colheres de sopa de polpa de tomate
2 colheres de sopa de têmpera de caril 
4 peitos de frango

2 maçãs verdes
salsa picada

Preparação

Picar, na picadora, as cebolas, o alho e o piripiri. Num tacho largo e grande, refogar essa mistura com a manteiga e um fio de azeite. Juntar o frango partido em pedaços e refogá-lo por uns 5 minutos. Juntar o tomate em pedaços, o caldo de galinha e o leite de côco e misturar bem. Adicionar a têmpera de caril e rectificar o sal. Cozinhar em lume brando por 20 a 25 minutos. Rectificar os temperos, colocar os cubinhos de maçã  e polvilhar com salsa picada, a gosto. Acompanhar com arroz basmati bem solto, molho de iogurte e salsa, achar de manga e pedaços de pão Naan.

Bom Apetite!