quinta-feira, 16 de junho de 2011

Magret de Pato caramelizado em Vinho do Porto e Uvas


Um prato requintado mas absolutamente simples de preparar. Uma receita que me foi dada pela minha tia pantagruélica, a tia L., e que é realmente deliciosa. Fica perfeito acompanhado de esparregado e de arroz basmati. E de bons amigos, claro!...


Ingredientes (Para 4 a 6 pessoas)


3 magrets (peitos) de pato
Sal, Azeite, Vinho do Porto
1 Kg de Uvas Red Globe


Preparação


Começar por preparar as uvas, retirando-lhes a pele e as grainhas. Reservar. Esfregar cada peito de pato com sal grosso. Num tacho largo aquecer um bom fio de azeite com um cálice de Porto e selar bem a carne em lume espevitado. Reduzir a temperatura e deixar cozinhar por 30 minutos. Controlar a caramelização alternando entre períodos de cozedura com e sem tampa. Se necessário mais líquido, juntar um pouco mais de Vinho do Porto. No final, juntar as uvas e envolver bem, de forma a que os sucos se incorporem. Rectificar os temperos, se necessário.


Bom Apetite!




10 comentários:

turistaocasional disse...

Sim sim, uma receita sem dúvida bastante requintada (na qual pelos motivos deveras conhecidos, dispensava o esparregado, mas isso já não é novidade para ninguém).

Mas realmente, um dos ingredientes principais para o sucesso de qualquer prato seja ele o mais simples ou o mais requintado, é ser saboreado na presença de pessoas que nos são queridas e que apreciamos bastante.

Assim, não é preciso dizer que independentemente dos pratos que fossem servidos na tua mesa, mantendo a premissa de que seriam sempre preparados com mestria e carinho, o almoço teria sempre um atestado de grande sucesso.

Beijinhos

Verdinha disse...

que maravilhaaaaaaaa! opah fico tao tristye do homem nao gostar de magret de pato, so o come bem passado, o que para mim mais vale nem comer obvio!! bjs

Mar disse...

A minha pobre Babette:) Que passou horas a retirar caroços pequeninos e peles de uvas brancas. Um gesto tão prolongado de dedicação e afecto. Que agradeço com a ternura toda de que sou capaz. E estava a pensar que também retirei caroços de muitas cerejas para o doce de que me esqueci em casa:) E que era para ter ido naquele dia. A parte boa, é que é mais um pretexto para vires cá. À casa da Mar:)
Estava delicioso e delicado, o pato com uvas e vinho do Porto. De sentir ainda o sabor ligeiramente adocicado do molho a harmonizar com a carne e com as uvas.

Um beijo com gratidão da tua amiga Mar.

Emília Melo disse...

Babette
Uma ementa que é a cara da Mar(como a leio e interpreto).A simplicidade aliada à diferença são o contexto perfeito para celebrar uma amizade que desejo firme e duradoira.
Costumo fazer magret de pato com molho de framboesas. Vou experimentar com uvas!
Beijinhos e continue a sedimentar essa ligação tão bela!
Emília Melo

Sandra Barradas disse...

As Histórias de amigas e de blogs são deliciosas!!

E vou anotar esta receita! Agora que voltei a comer carne, muitas vezes faltam-me as ideias por falta de pratica.

bjinhos

Conceição Pimentel e Elizabete Pimentel disse...

A sua receita resultou na perfeição, deve ter ficado delicioso.

Parabens

http://pimentinhasnacozinha.blogspot.com/

vip4you disse...

Parece saboroso!

Visitem:
http://vip4you-vip4you.blogspot.com/

Jo disse...

Com que aspecto maravilhoso ficou o meu prato preferido: magret de pato. Parabéns por esta e por todas as anteriores que sigo já há muito. Obrigada.

Babette disse...

Mar:
1 hora certa.... uma tarefa que envolve paciência e dedicação. Que mereces!

Emília:
Penso que sim, que combinou com a Mar. Pelo menos esforcei-me nesse sentido! E acho que a nossa amiga gostou. Pelos ecos que ainda evocam esse dia. O seu pato com framboesas também deve ser muito bom. Fiquei curiosa!

Sandra:
Vais gostar de certeza!

Obrigada a todos pelos comentários
Babette

Vânia Costa disse...

Maravilhoso o teu magret! E grande paciência com as uvas, mas de certo um esforço que valeu a pena!
De parabéns por tão magnífico prato!

Beijinho*