segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Bolo D.ª Maria Augusta Côrte-Real


A receita deste Bolo está na família há uns exactos 35 anos. Eu passo a explicar: os meus pais casaram em Lourenço Marques a 8 de Março de 1975, tendo nesse mesmo dia viajado para a Ilha da Inhaca onde passaram a sua Lua-de-Mel. À sua chegada, tinham no quarto uma recepção de boas-vindas, composta por um Licor da Madeira e duas generosas fatias de um Bolo que lhes soube a delicioso. A meu ver, este bolo é até muito apropriado para uma lua-de-mel, já que leva 2 boas colheres desse néctar tão doce e perfumado! A minha mãe conhecia a mãe dos donos do referido hotel que, ao ser deveras elogiada por tão distinto bolo, lhe passou a receita, que também estava na sua família há uns bons anos.... Entretanto, a minha mãe conseguiu adquirir o livro onde a receita deste bolo está publicada: "Coisas Boas". Sobre este livro, virá um dia um outro post!.... É (desde ontem!...) um dos meus tesouros!

Ingredientes

2 chávenas de chá de farinha
2 chávenas de chá de leite
2 colheres de sopa de margarina (eu coloco 3)
2 colheres de sopa de banha (não coloco)
2 colheres de chá de canela
2 colheres de chá de bicarbonato de sódio
2 chávenas de açúcar (eu coloco 1,5)
2 ovos
1/4 de colher de chá de sal
2 colheres de sopa de mel
passas, amêndoas e nozes (ou avelãs) a gosto (cerca de 2 chávenas de chá)

Preparação

Bater todos os ingredientes (com excepção dos frutos secos) na batedeira até obter uma massa lisa e homogénea. Incorporar os frutos secos e envolver com a colher de pau. Deitar sobre uma forma de buraco untada com margarina e polvilhada com farinha. Levar ao forno pré-aquecido, a 170ºC, por 45 minutos.  Servir simples ou rechear com ovos moles e amêndoa picada.

Bom Apetite!

23 comentários:

Carla Oliveira disse...

Também faço uma receita assim, usando mel de cana da Madeira, que fica muito saboroso.
Ficou muito bonito este teu bolinho.
Beijinhos

Rachel disse...

Já me estou a lambusar !!
Vou já imprimir para fazer.

Bjs

Verdinha disse...

bem imagino o cheirinho a canela!!!

são33 disse...

MAS QUE BOLO MARAVILHOSO , CHEIO DE COISAS BOAS , PENA OS MEUS BOLOS SAIREM SEMPRE UM DESASTRE , SENÃO FAZIA , BJS

donabimby disse...

Deve ser tão bom com esses ingredientes todos
mesmo bolo ideal para um lanche


bjs

Luísa Alexandra disse...

Que lindo, ficou mesmo uma tentação.

Ana disse...

Olá
Que coincidências! Não uma, mas duas! Eu também sou de Lourenço Marques, embora deva ser mais nova que a sua Mãe, uma vez que em 74 não estava ainda em idade de casar.....e também tenho o livro de receitas "Coisas Boas" herdado da minha Mãe - que é de facto uma relíquia!
Um beijo
Ana Maciel

Copê Gourmet disse...

Babette,
O bolo me parece delicioso, vou anotar a receita!
Beijos
A Copê

Filipa disse...

Tem um aspecto divino! Parece-me ideial para as tardes de chá que se aproximam a passos largos. Só fiquei com uma dúvida: será muito doce?

Fa disse...

Olá, Babette
Eu sou de Angola mas também conheço esse livro. Acho que a minha mãe o comprou quando já estava em Portugal. Por aquilo que ouvi contar era uma referência no princípio da década de setenta para quem vivia em Moçambique. Fez bem em recordar-me porque vou tentar recuperá-lo para a minha biblioteca. bjs

Babette disse...

Filipa:
Não o acho muito doce (e olha que eu corto o açúcar a tudo!...). Se quiseres, experimenta até só com 1 cháv de açúcar, em vez de 1,5 que é o que euso. Não acho que comprometa o resultado final...
Ana e Fa:
O livro é muito engraçado, de facto, e muito completo. Acho que vou testar mais algumas boas receitas.
Babette

Lusitana disse...

Suponho que podemos reparar e comentar que o belo bule de chá que acompanha a fotografia do bolo é também anos 70. Parabéns, tudo a condizer e com o seu já habitual bom gosto!

Tuquinha disse...

Um bolo que eu não me importaria nada de comer uma bela fatia.
Claro que tb gostaria de obter esse livrinho...
Beijinho

A Vida no Paraíso disse...

Olá Babette!
Que bolo maravilhoso e que história deliciosa!
Gosto das histórias à volta de certas receitas e essa é fantástica.
Beijinhos

conceicao disse...

Um bolo lindo, requintado e com história.
Bjs

Rachel disse...

Babette,

Bolo feito e aprovadíssimo cá em casa.
Não fiz todo igual, mas o que alterei não significou nada no final,
depois coloco no meu blog.
Obrigada pela partilha, o bolo é mesmo muito agradável.

Babette disse...

Rachel:
Fico feliz por já teres testado a receita e ela ter sido do vosso agrado. Estou ansiosa por ver as alterações que fizeste!
Babette

Xana disse...

Fico lindo, e super apetitoso mesmo :)...
beijo

Susana disse...

Lindo e saboroso! Agradou pequenos e graúdos num lanche bem especial!

Beijinhos

a Trofa tem cozinheira disse...

GRANDE PARTILHA A TUA BABETTE!!! Que lindo bolo!!! alem da historia por tras ser bonita o bolo deve ser uma delicia!!! a fazer sem duvida... quem sabe ele nao entra tb para a historia ca da Trofa!!! :***********

Gisela disse...

Um bolo cheio de história e de bons ingredientes!!!
Obrigada pela receita
beijos

isabel disse...

Olá Babette,
adoro os seus bolos muito apreciados aqui em casa! Tenho a certeza de que este não foge à regra! A receita já está anotada.
Um beijinho.

Adelaide Maria disse...

Este bolo está na minha família há mais de 80 anos, era uma receita secreta da mamã e a mamã a deu à tia Laura que o fazia paa os hóspedes do Hotel Inhaca, na Ilha da Inhaca, Moçambique e eu fiquei atônita ao saber pelo meu irmão, que a tia Laura não resistiu aos pedidos insistentes da noiva e lhe forneceu a receita. Mesmo assim ele é maravilhoso, mas não creio que a receita de vocês seja tal e qual a nossa. Feliz Ano Novo, o meu com o Bolo Maria Augusta e o de vocês? Ainda o comem?