quinta-feira, 7 de outubro de 2010

"São Ementas, Senhor..."



No fim deste jantar mediterrânico, arrumada a sala e a cozinha, cumpri o meu ritual de guardar uma das ementas impressas junto das outras que compõem o livro de memórias dos meus almoços e jantares especiais. Mas, desta vez, não me apeteceu só guardá-la... uma espécie de nostalgia fez-me pegar nelas todas (não sei se será uma recolha exaustiva...mas gostava que fosse!...) e reler as ementas antigas, recordando-me dos momentos que então celebrávamos: o fim de um curso; um reencontro de amigas do colégio, um aniversário, uma comemoração do mestrado concluído, etc. etc.... Como um puzzle, a mesa da sala de jantar traçava caminhos percorridos, relembrava pessoas e ocasiões especiais. Apeteceu-me também captar essa imagem e registá-la hoje. Espero poder continuar a acrescentar momentos e recordações que, vividas em torno de uma mesa, simbolizam momentos que serão, pelo menos para nós, únicos e especiais!...

16 comentários:

Batata Frita® disse...

Pelo o que consegui ler, as ementas parecem maravilhosas mas há algumas que não se consegue ler... porque não tirares fotos 4 ementas por fotos, para ficarmos ainda com mais água na boca... beijocas fofas

Babette disse...

Talvez faça isso um dia... Crio uma rubrica de "Ementas Passadas" ou "Directamente do baú"!...
Por agora a ideia mesmo era mostrar o "puzzle" que se forma com as ementas dispostas sobre a mesa. (e as ementas mais recentes estão aqui no blog, claro!).
Obrigada pela visita!

donabimby disse...

Que ideia tão engraçada, essa de fazeres os menus.
Adorei e de facto fica uma recordação desses momentos especiais à volta de uma mesa acompanhados pela familia ou pelos amigos.
Muito bonitos os menus

Drica disse...

Sem duvida, algumas ementas já foram aqui publicadas e dá para as identificar (principalmente se tiverem algum elemento mais diferenciador como a da Páscoa com os seus ovos) outras por certo remontam a um período anterior ao Blog...

Todas, acredito que guardem óptimas recordações do que significaram ou representaram em termos de participantes ou de etapas percorridas.

Todas mereceram sem duvida um "parabéns" sonante por um ou vários motivos distintos.

Muitos Beijinhos

daprussia disse...

Babette, gosto da tua ideia de fazer menus. E que bom deve ser mergulhar nesta nostalgia positiva de reviver os bons momentos passados na mesa, ao abrires o teu "bau de ementas"!!
sofia

Lusitana disse...

Podiam ser as páginas de um livro, daqueles tipo o que herdou da sua bisavó H. ,se é que estou atenta...muito original, parabéns!

Carina disse...

A ideia de colocar as ementas em cada jantar é dveras interessante!!!!
Poder olhar para cada uma delas e relembrar todos os bons momentos que lhe estão associados é melhor ainda!!!!

Beijinhos :)

Rachel disse...

Os jantares são uma bonita iniciativa, com bons momentos partilhados entre amigos, recordá-los só faz bem!

Bjs

Rachel disse...

Já agora, nunca nenhum dos convidados "roubou" uma ementa? Eu faria isso :-)
Ou colocarem a data e um breve comentário, seria giro reler mais tarde.

Babette disse...

Rachel:
Eu imprimo tantas ementas quanto convidados / comensais. Por isso não só roubam, como eu incentivo ao furto!
Essa ideia de pedir para porem um comentário atrás é que é muito engraçada!.... Acho que vou pôr em prática!
Babette

Daniana Bittencourt disse...

Que interessante guardar as ementas.
São boas recordações.
Abraços, Daniana
http://cozinhasemdrama.blogspot.com/

cacahuete disse...

Bon Soir Babette,
Que lindas páginas de nostalgia traz este post!
Arrevoir

Susana disse...

Ainda guardo uma das mais antigas, da era pré-crianças, dos deliciosos crepes de bacalhau e arroz selvagem, com uns rolinhos de azeitona... ai estes rolinhos eram divinais.
A do último encontro também já está guardada para ser sempre lembrado mais um momento feliz!

Beijos

A.M. disse...

És mesmo especial Babette! Que ideia tão bonita e original.
Parabéns e um beijinho especial :)
AM

Anónimo disse...

Eu diria...
São ementas, sim senhor!...

susana canhola disse...

Esta ideia é muito original e relamente compõe um óptimo livro de memórias.
Parabens