segunda-feira, 21 de março de 2011

Ser recebida



O verbo receber tem de ser conjugado. Porque às vezes eu recebo, nós recebemos, enquanto noutros momentos outros recebem. Somos recebidos. Mesmo um simples almoço de domingo nos Pais. Com a minha irmã e o F. A minha mãe pôs a mesa para nos receber. Celebrar o facto de estarmos todos juntos uma vez mais. E pensou numa ementa especial que agradasse a todos. Uns Travesseiros de Frango para entrada. Deliciosos! Um Caril de Camarão de comer e chorar por mais. E um Pudim de Frutos Vermelhos, leve e fresco, para rematar. Eu recebo. Tu recebes. Obrigada mãe!... 


As receitas:
Travesseiros de Frango
Caril de Camarão com Pimento
Pudim de Frutos Vermelhos

7 comentários:

turistaocasional disse...

Uma mesa com aspecto muito primaveril e descontraído. Gostei bastante.

Ocorre-me referir o velho ditado popular "quem sai aos seus não degenera", ou "filho de peixe sabe nadar", pois efectivamente a Babette teve com quem aprender a saber bem receber e apresentar.

Muitos beijinhos e óptima semana, sempre

Espero que as receitas de tão acolhedor e delicioso almoço sejam também aqui servidas e partilhadas.

Babette disse...

A mesa adequou-se perfeitamente à Primavera, foi também o que eu achei. Além de descontraída e racional, tal como a minha mãe...
As receitas vão aparecer a partir de amanhã!...
Babette

Mar disse...

Uma mesa que te recebeu com afecto. É muito bom sermos recebidas. Ter uma mesa e comida à nossa espera. Sabendo que quem recebe, valoriza muito o facto de ser acolhido. Por saber o valor intrínseco a esse gesto muito simples. Como todas as coisas simples, muito grande e inteiro, o acto de receber. Dádiva plena ao outro.
Uma mãe especial, a da Babette. Que (nos)ofereceu uma mesa com cores vibrantes de Primavera.

Um beijo de bom dia. Luminoso como o sol que está lá fora.

Mar

Andreia Marques disse...

Olá Babette:
Estou em Lisboa e acabo de chegar ao Hotel. Enquanto faço horas para o jantar vim 'visitar-te'. Como diz a 'turistaocasional' é mesmo genética a tua vocação culinária. Parabéns às duas!
Bjinho da Andreia.

crocodilo dundee disse...

ola babette,
um espectaculo e com muito requinte!
beijos

Mãe disse...

E ser Mãe da Babette não é tão simples como isso! Penso que se falhar na ementa e ficar entre nós, tudo bem! Mas vir assim a público...já é outra responsabilidade!
Mas prato bom, mesmo bom, é o do amor que circula livremente entre todos!
Beijinho a quantos aqui aparecem!

Links Disto e Daquilo disse...

Mesa com aspecto primaveril. Gostei bastante.