segunda-feira, 12 de março de 2012

O que era para ter sido.



O que era para ter sido um almoço para festejar o meu aniversário, no final de Janeiro, acabou por ser um almoço quase de Primavera. Muito terno, com muita amizade. Chegamos e os braços já estão abertos à nossa espera. Com abraços literais e tilintares de copos no ar. "Venham já já enquanto as entradas estão quentinhas" - diz a Mar. Respiramos o ar da serra e retomamos as conversas que parece terem sido interrompidas apenas ontem. Depois uma mesa. Um dos presentes do meu aniversário, uma das mesas da Mar. Com os seus pratos ingleses lindos. Flores. E a flor. A minha flor preferida, colhida para esta mesa: uma magnólia branca, majestosa na sua simplicidade.




E então o resto dos presentes. A comida. Não sei como foi possível a Mar ter adivinhado o que apetecia nesse dia. Ou até sei. Que é atenta, a minha amiga. E percebe nas entrelinhas o nosso gosto e o nosso encantamento. Uma sopa de espigos deliciosa. Um gratinado de pescada e camarão que me fez repetir, só para poder saboreá-lo mais um bocadinho. Rabanadas acabadas de fazer, com mais um "sentem-se agora que as rabanadas estão quentinhas". Obrigada, querida Mar. Fico com a certeza de que afinal o nosso aniversário também pode ser quando quisermos. O que era para ter sido, afinal, foi.


12 comentários:

turistaocasional disse...

Uma amizade que é sempre muito agradável presenciar, que cresce e floresce como o dia de aparente primavera, em que este almoço decorreu.

As fotos deixam transparecer uma mesa muito bonita onde tudo foi pensado com imensa atenção ao detalhe e carinho.

É sempre óptimo celebrar a amizade e os aniversários junto de amigos queridos, mesmo quando tal é feito com algum tempo de desfasamento.

Beijinhos e uma feliz semana

Anónimo disse...

Que requinte!
As fotos e a descrição.

Gisela disse...

É sempre boa altura para festejar junto dos amigos qualquer dia especial, tal como vocês fizeram.
Um beijinho

Maria Emília Melo disse...

Olá Babette
Só quero dizer- lhe que a magnólia branca,o ramo de arbusto de primavera( pessegueiro de jardim?) e aquelas flores amarelas tão singelas são, realmente,a melhor e mais bela moldura para a vossa amizade!
Um abraço para as duas!
maria Emília Melo

Mar disse...

Era para ter sido, sim. Viste como acabou por acontecer? Qualquer altura é a altura certa para estas coisas dos afectos:) É o que eu acho.
Fico muito feliz por teres sido um bocadinho feliz aqui. Tivemos um dia de sol. Com flores que são o irreversível da Primavera.
Para a próxima, a ver se penso numa sobremesa que seja de fazer antes e pôr num frigorífico ou num outro sítio qualquer:) Cismei que iam ser as fatias douradas. Quentinhas. Fazer o quê?

Um beijo. Dia extenuante, este. Cheio de contrariedades. Fez-me bem rever as imagens de sábado.E ler-te. Obrigada

Mar

Bolo ao Cubo disse...

Muito bonito este vosso encontro.
De braços abertos, um abraço em forma de almoço com sol e flores de magnólia.
Um beijinho

da Pipinha

Graça disse...

A altura para comemorar o aniversário é indiferente desde que se esteja rodeado das pessoas que nos são queridas. As fotos estão lindas e vê-se o cuidado que a Mar teve em oferecer-lhe as coisas que mais gosta. A mesa, as flores, o tabuleiro de madeira que a Babette aprecia, a jarra, as comidas que gosta.
Bonita a vossa amizade.
Graça

turistaocasional disse...

Olá Babette!!!!

Só para te dizer que o meu artigo de hoje fala de ti, e de uma das tuas tradições.

Beijinhos

sofia disse...

Adoro a jarra branca, é vista alegre?

Www.levedar.com

Ilídia disse...

Que imagens lindas. E que bonita a vossa amizade. É sempre tempo, sim, de celebrar os afetos.
Pelas imagens e pela sua descrição, percebe-se que foi um almoço maravilhoso. Em todos os sentidos.

Um beijo,
Ilídia

Babette disse...

Foi muito lindo. Mais um dia feliz, na companhia da Mar e com todos os seus mimos... Bom poder viver, integrar e registar estes fragmentos bons da vida. Que tiveram o sabor de rabanadas quentinhas, com tudo o que pode haver de cumplicidade enquanto se está ao fogão, a vê-las ser viradas com tanto enlevo...
Babette

Babette disse...

Sofia:
É Vista Alegre, sim. Julgo que este jarro dá pelo nome de "A caça". A pega é lindíssima, em forma de galgo, e toda ela está debruada com animais de caça.
Babette