sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Bolo de Dióspiro com Nozes


Um dos bolos mais deliciosos dos últimos tempos. Feito de uma fruta de que gosto tanto, tanto, que nunca conseguem sobrar para outra utilização que não seja comê-los ao natural. Mas este bolo estava debaixo de olho há demasiado tempo, pelo que me pareceu melhor reservar 4 dióspiros para o efeito. Fica um bolo com uma textura húmida e macia. Delicioso, mesmo!...Lancei o desafio aos de casa para adivinharem o ingrediente secreto. Ninguém acertou, mas toda a gente repetiu...

Ingredientes
(Receita da Laranjinha)

1 ovo
200 gr açúcar
2 colheres de sopa de manteiga (derretida e arrefecida) 

4 dióspiros bem maduros
1 colher de chá de canela
Raspa de meia laranja grande
Raspa de meio limão grande
1/4 colher de chá de sal
300 gr farinha
2 colheres de chá de fermento
1 chávena de nozes picadas



Preparação

Descascar os dióspiros e reservar a polpa. Entretanto separar a gema da clara e bater a gema com o açúcar e a manteiga derretida mas arrefecida. Juntar a canela, a raspa da laranja e de limão, o sal, a polpa dos dióspiros e mexer bem. Juntar de seguida a farinha, o fermento e as nozes grosseiramente picadas. Bater a clara em castelo e envolver no preparado anterior. Levar ao forno pré-aquecido, a 180º, durante 50 minutos.


Bom Apetite!

22 comentários:

turistaocasional disse...

Acho que eu jamais adivinharia também, pois efectivamente nunca me ocorreu que um bolo pudesse conter dióspiro.

Mas se quem o provou, gostou e repetiu, esse é o melhor atestado de qualidade que pode haver.

Beijinhos e um excelente fim-de-semana.

Anónimo disse...

Para quem adora dióspiro,comer um bolo que tem 4 dióspiros... estará certamente mais saboroso do que 4 vezes um dióspiro!

E leva canela, que representa tão bem a quadra que nos aproximamos!... E nozes!....
Hummmmmmmmm

Anónimo disse...

Como é que comes o dióspiro? ;-)

Luisa Alexandra ♥ disse...

Ao contrário de ti não sou apreciadora de dióspiros, mas adorei o aspecto desse bolo!

Sofia.Lopez disse...

Ficou um bolo lindo! A cor e o interior convidam mesmo a mais que uma fatia! ;)

Delírios Gourmet disse...

Nunca iria adivinhar! Mas o aspecto está divino! Deu água na boca!

Que tal um café? Gostou da idéia? Passe no Blog Delírios Gourmet e saiba sobre a nova Safra Especial 2011 do Café Pilão! Especialíssimo! Acesse: http://deliriosgourmet.blogspot.com/

Um bj pra vc!
Grazy*

Ginja disse...

Eu adoro este bolo! Também já o fiz e ninguém adivinhava o ingrediente secreto. É um bolo divinal para esta altura do outono.
Um beijinho.

S. disse...

Ótima sugestão!

Vera Ferraz disse...

Tentei fazer compota mas não gostei muito do resultado... acabei por congelar a polpa de alguns para não estragar. Já sei quel vai ser o destino deles!!!! Tem muito bem aspecto!

ANDREIA MARQUES disse...

Olá Babette:
Sabes, lembra-me o Bolo Patriarca do teu pai. E, portanto, lá terei que o experimentar! Depois faço o relatório.
Beijinho da Andreia.

Babette disse...

Anónimo:
Claro que como o dióspiro tirando-lhe a tampa (ou um pouco mais) e, com uma colher, vou "escavando" o interior. Há um garfinho estratégico que ajuda e o resto é puro prazer!

Andreia:
Achei a associação improvável, mas confirmo que são os 2 bolos muito saborosos. Prova e depois confirma ;)

Vera:
Vais ver que assim vais gostar!

S., Ginja, Delírios, Luísa, Sofia e a minha querida Turista:
É muito diferente, este bolo. Nos ingredientes sobretudo. Que no sabor é um bolo como tantos outros....delicioso!

Babette

Laranjinha disse...

Babette,
fiquei muito contente em saber que gostaste do bolo.
Eu adoro. Come-se num instante!

Um beijinho e votos de bom fim-de-semana.

Isabel disse...

Babette,

As suas sugestões sempre deliciosas vão directas para a minha lista "a fazer", tão apelativas são elas e tendo em conta as experiências já tão bem sucedidas, sei que as que lhe acresço também irão fazer as nossas delícias!
beijinhos e bom fim-de-semana!

anasbageri disse...

Babette,
Tal como a minha avó e tu, sou uma apaixonada por este fruto, e lembro-me de em pequena ficar com a boca a saber a cortiça porque os atacava mesmo que não estivessem maduros.
Parece que me leste os pensamentos. Ontem das compras trouxe dois dióspiros, enormes, estilo toranja. Nunca os tinha visto por aqui onde apenas costuma haver uma amostra de dióspiros mais para o amarelo e a saber a nada. Vinha eu com o meu tesoura na mão, nem os coloquei no saco das compras a pensar se poderia fazer um gelado ou um bolo com eles. E taram! Aqui está ela! Agora terei resisténcia para n devorar os dois dióspiros à dentada? Veremos :)

Ilídia disse...

Olá, Babette. Só recentemente descobri este fruto. Uma agradável descoberta. Tenho-os comido ao natural e em sumo, com uma pitada de canela. Fica delicioso. Este bolo agradou-me bastante. Hoje fiz um de espinafres, receita da Guida, da Panela sem Depressão. Ficou delicioso. Beijo e continuação de bom fim de semana.

conceicao disse...

Tem uma textura excelente.
Bjs

Babette disse...

Laranjinha:
Muito obrigada ;)

Isabel:
Muito obrigada. Este bolo é mesmo muito bom. Mas o mérito é da Laranjinha que generosamente o partilhou.

Ana:
E então em que ficamos? Bolo ou à dentada?... depois "confessa-te"!...

Ilídia:
Costumo beber sumo de dióspiro ao almoço, num sítio no Porto onde fazem belíssimos sumos naturais com a fruta da época. Mas não creio que coloquem canela... O bolo da Guida tb me piscou o olho...

Conceição
É isso tudo. A textura é maravilhosa!

Babette

Mar disse...

A sério que acho que merecia uma fatia deste bolo. Pela montanha de testes que já consegui corrigir. E muito pelos que ainda faltam. De vez em quando, não gosto nada de ser metódica. Mas escrevo na agenda a data de entrega. E sei que a partir daí, não consigo abstrair-me:) Fazer o quê?
Esta é uma das tuas frutas preferidas. Foi das primeiras coisas que fiquei a saber sobre ti. Estiveram à minha mesa de ontem, ao jantar. Como parte de uma composição. Lembrei-me de ti. Inevitável. Este bolo teria ficado muito bem. Não fosse aquele detalhe de haver um forno caprichoso que estraga os bolos (quase) todos:) Está quase a ir embora:) Quando sim, este bolo há-de ser das primeiras coisas a fazer.

Um beijo para ti. E obrigada à Laranjinha. Pela receita e pela generosidade.

Mar

Babette disse...

Mereces, minha querida. O bolo inteiro!... Já fui ver a tua mesa de Outono. Um elogio às coisas simples que queremos motores do bom da vida. Este bolinho também tem essa capacidade ;)
Babette

Gisela disse...

Parece delicioso esse bolinho. Nunca fiz bolos com diospiros, não resistem a isso, eu faço-os desaparecer ao natural.
Um beijinho e boa semana

Helena disse...

Confirmo que é muito bom, pois já fiz embora com diospiros daqui, os caquis que têm a polpa dura. Adoramos o resultado.
Beijo

argas disse...

deve ficar tão bom! tenho de fazer!