quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Bolo Salgado de Atum e Pesto



Este Bolo salgado foi uma surpresa... Simples de fazer e muito muito saboroso. Agradou a todos, sem excepção... A receita, da Tangerina, acabou nuns belos Muffins, eu apenas os converti para formato de Bolo.


Ingredientes

300 gr de atum
3 colheres de sopa de pesto
100 gr de queijo mozzarella ralado
3 ovos previamente desfeitos com um garfo
1 dl de leite
100 gr de farinha
1 c. de chá de fermento
1 pitada de sal

Preparação

Numa taça misturar todos os ingredientes com uma colher de pau até obter uma massa homogénea. Levar a forno pré-aquecido, nos 180ºC, por 35 a 40 minutos. Servir morno ou mesmo frio.

Bom Apetite!

21 comentários:

Drica disse...

Realmente este bolo parece mesmo simples como dizes, a avaliar pela descrição da preparação... Quase que até eu me atrevo a fazê-lo numa próxima ocasião especial.

Obrigada e continuação de óptimas receitas.

Babette disse...

Drica:
vale a pena tentar: é bom, bonito e simples!
beijinhos

Sónia Meirinho disse...

deve ser bem saboroso!! pelos ingredientes que leva nao me importava nada de comer um pouco dele!! muito bom mesmo! beijinhos

Luísa Alexandra disse...

Que aspecto tão apetitoso!
Gosto imenso deste género de petiscos, fazem toda a diferença!

EMPRESÁRIA DE SUCESSO disse...

Boa ideia!
A receita muito fácil e o aspecto delicioso!

PINTOR disse...

Não aceitas encomendas? Que pena. Inscrever-me-ia de imediato!
Beijinhos do PINTOR

isabel disse...

Olá Babette! Valeu a pena a espera: Que delícia de bolo Salgado e que lindo que ficou!Parabéns!
beijinho.

M. Groumet disse...

Bon soir Babette: No zénite, como sempre!
Dando cumprimento à minha promessa, inicio hoje a receita dos "Filetes de linguado Fecampoise". Como não tenho o seu e-mail, vou enviando desta forma e em pequenos capítulos o modo de preparação. Hoje, seguem os ingredientes:
- Tantos filetes quantos os necessários.
- Uma dúzia de mexilhões.
- 250 gr de camarão.
- Molho Bèchamel.
- 3 colheres de sopa de natas ou de leite gordo.
- Manteiga.
- Massa folhada.
- Sal e pimenta, cebola e cenoura.
Na próxima iniciarei a preparação.
Au revoir,
Marie Groumet.

Babette disse...

Marie,
fico a babar só com os ingredientes... mal posso esperar pelo próximo capítulo

M. Groumet disse...

Olá Babette. Então, vamos continuar:
Numa frigideira ponha um pouco de água temperada com sal e, quando ferver, mergulhe os filetes alguns minutos até estaremcozidos. Retire-os cuidadosamente para uma travessa.
Cobrem-se com o molho preparado desta maneira: numa caçarola picam-se 30 gr de cebola e 30 de cenoura também picada e 30 gr de manteiga; coze devagarinho, durante dez minutos, retira-se da caçarola e guarda-se.
Até logo. au revoir.
Marie Groumet.

M. Groumet disse...

Vamos continuar com a preparação do molho. Na mesma caçarola, derrete-se 40 gr de manteiga a que se junta depois 40 gr de farinha. Faz-se um creme com 450 ml de leite a ferver, mexendo sempre para não encaroçar. Tempera-se com sal e pimenta e junta-se a cebola e a cenoura que se tinha guardado, deixando cozer o mais lentamente possível, sem ferver, e durante 45 minutos.
Entretanto, tiram-se as cascas e cabeças aos camarões para serem esmagadas num pilão até se obter uma pasta. Acrescenta-se à pasta metade do peso em manteiga e passa-se pelo passador.
Passa-se o molho 'Bechamel' num passador, põe-se numa caçarola e junta-se a nata/leite gordo mexendo até engrossar. Tira-se do lume e mistura-se a pasta de camarão, ligando muito bem e acrescentando uma pitada de "cayenne". Finalmente ccobre-se o peixe e guarnece-se com os mexilhões cozidos e os camarões igualmente cozidos. Corta-se um bocado de massa folhada em pequenos pedaços multiformes e depois de assados enfeita-se a travessa.
C'est tout, bon apéttit.
Fecampoise vem de Fécamp, pequena localidade da Normandia, no litoral do mar do Norte.
Fica lançado o repto para a Babette o confeccionar, e colocar a foto no seu delicioso blog. Claro que pode dar o uso que quiser a esta receita culinária. Bom sucesso e au revoir.
Marie Groumet.

Babette disse...

Marie:
Desafio aceite!
Muito obrigada pela receita... Uma gentileza da sua parte!...
Se correr bem e a conseguir confeccionar deixo-lhe os merecidos créditos!

Babette disse...

O peixe depois de coberto com o molho vai ao forno? Se não tem de se manter o peixe quente, ou será suficiente o molho estar quente?

M. Groumet disse...

Querida Babette:
Bem observado. Como o molho demora pelo menos uma hora a ser feito, só deve cozer ('fritar') o peixe quase no fim. Assim ficará fresquinho e quente sem necessitar de qualquer ida ao forno. Claro que pode cozer o peixe e mantê-lo em lugar aquecido mas perde um pouco a suculência.
Au revoir.
Marie Groumet.

Anónimo disse...

bem, que aspecto amiga! :)))) vou fazer! Bjs R

gasparzinha disse...

Adoro estes bolos salgados e ficou lindo, lindo!
:)

isabel disse...

Olá Babette, vim aqui agradecer-te a partilha desta receita super deliciosa! Fiz e adoramos todos! é mesmo uma maravilha!! Já vi que as receitas da Babette são infalíveis! Parabéns!
Obrigada e grande beijinho. :)

Babette disse...

Isabel:
Fico muito contente! Ainda bem que gostaram... assim vão arriscar outras de certeza!...

Drica disse...

Experimentei hoje esta receita... mas realmente a vida é feita de alguns imprevistos.
Apenas quando estava a meio da sua confecção é que me apercebi que não tinha em casa um ingrediente elementar... leite, mas em contrapartida no frigorífico existia um pacote de 200ml de natas.

Resultado: não pude fazer a receita original já que o leite foi substituído pelo pacote de natas. Assim não me posso pronunciar sobre o sabor desta receita... mas a adulterada que fiz foi bastante apreciada.

Muito obrigada Babette, pela partilha desta receita. Continuo em divida para contigo no sentido de experimentar esta como deve ser ;-)

Babette disse...

Drica:
Fico feliz por a receita ter sido apreciada.Com as natas ficou mais calórico, mas um dia não são dias!... e ontem até era o meu dia! Obrigada pelo feed-back!
beijinhos

Drica disse...

Hoje voltei a fazer o bolo mas desta vez na versao original, ou seja, com leite.

Eu pessoalmente gostei mais assim pois ficou menos enjoativo e mais leve ao paladar, mas entre quem provou as duas versões as opiniões dividiram-se a 50% entre se preferem com leite ou natas.

beijinhos