domingo, 3 de janeiro de 2010

Boeuf Bourguignon


A receita indicada para ser a primeira deste blog!... Porque Babette era francesa (tal como a receita), porque foi apresentada à América por Julia Child (simbolismo do mundo global em que vivemos) e porque já foi recriada nos blogs de língua portuguesa (pela Gasparzinha, do no soup for you). Sim: é francesa, global e blogal.... E foi o prato principal do nosso Almoço de Natal. Divino!

Ingredientes (para 6 pessoas)

Para a carne:
200 gr de bacon
3 colheres de sopa de azeite
1,5 Kg de carne de novilho para estufar, em cubos
3 cenouras cortada em troços
3 cebolas às rodelas
Sal e pimenta q.b.
3 colheres de sopa mal cheias de farinha
720 ml de um bom vinho tinto
480 ml de caldo de carne
1,5 colheres de sopa de pasta de tomate
3 dentes de alho esmagados
1,5 colheres de chá de tomilho
3 folhas de louro


Para as cebolinhas e os cogumelos:
24 cebolinhas
2 colheres de sopa de azeite
120 ml de caldo de carne
Sal q.b.
1 folha de louro
Salsa e tomilho
300 gr de cogumelos frescos partidos em metades (se forem grandes) ou inteiros (se forem pequenos)
Sal q.b.
2 colheres de sopa de azeite

Preparação

... da Carne:

Cortar o bacon em cubinhos e fervê-lo em água por cerca de 10 minutos. Num tacho que possa ir ao forno aquecer o azeite e saltear o bacon por alguns instantes. Retirá-lo do tacho e deixar a gordura que se soltou. Pré-aquecer o forno a 200ºC. Secar bem a carne com papel de cozinha. Selar a carne por uns minutos até que fique corada de todos os lados. Se necessário adicionar um pouco mais de azeite. Reservá-la juntamente com o bacon. Na mesma gordura, saltear as cebolas e as cenouras por uns minutos. Adicionar então a carne e o bacon. Temperar de sal e pimenta e envolver a farinha. Levar destapado ao forno por 5 minutos. Retirar do forno e reduzir a temperatura para os 160ºC. Deitar o vinho e o caldo até que cubram a carne. Juntar a pasta de tomate, os alhos e as ervas. Deixar levantar fervura em lume alto, tapar e levar ao forno a baixa temperatura por 2 e 1/2 a 3 horas. Mexer de longe a longe.

... das Cebolinhas:

Aquecer o azeite numa frigideira e juntar as cebolinhas. Salteá-las por 10 minutos, mexendo de vez em quando e com cuidado para que dourem sem se desfazerem. Deitar o caldo, o sal e as ervas e cozinhá-las em lume brando por 30 a 40 minutos, até que fiquem tenras e caramelizadas. Remover as ervas e reservá-las.

... dos Cogumelos:

Aquecer o azeite numa frigideira e saltear os cogumelos até que fiquem dourados. Temperar com um pouco de sal e reservá-los.

... O "Grand Final":

Quando a carne estiver pronta, adicionar as cebolinhas e os cogumelos e levar ao lume para ferver uns 3 minutos, envolvendo tudo delicadamente.

Bom Apetite!



9 comentários:

João disse...

Hummmm! Quero provar da iguaria! E que bem apresentado e escrito. Muitos parabéns e "pela aragem se vê quem vai na carruagem". Perfeito.
Beijinhos do Pintor.

gasparzinha disse...

Cá está ele!
Mal sabia eu que a minha adaptação seria a inspiração deste delicioso menu natalício.
Cá em casa ficámos mesmo fãs e já se tornou receita de eleição sempre com direito a quero mais.

Fico muito feliz de ter sido tão apreciada.
Beijinhos. :)

Isabel disse...

Et voilá! Comme j'adore la cuisine française! Tem imaginação, arte e souplsse. Talvez alguns dos genes dos meus ancestrais gauleses condicionem a preferência. Minha querida a sua receita está au point. Parabéns e continue. Um dia, se quiser, falo-lhe dos 'filetes de linguado fecampoise' ou dos 'tornedós `bearnaise' que acompanhados com um 'Moët' é o paraíso na terra. Au revoir.
Marie Gourmet.

Babette disse...

Isabel:
Mal posso esperar por essas delícias...Obrigada pela visita. Volte sempre!

Santa Gastronomia disse...

Olá!
Adoro esse prato, e aqui no Brasil só não se faz no Natal pois é verão, e este é um prato para o inverno. Peguei essa receita de um chef francês, radicado aqui no Brasil, Emanuel Bassoleil, e pelo que comparei nossas receitas, as diferenças não são muitas, apesar de vc levá-lo ao forno (acredito por ser feito com uma carne já bem macia - a que uso é a carne de 2ª, onde fica cozinhando por algum tempo no vinho). As cebolinhas eu caramelizo antes de agregar à carne, fica muito saboroso!
Gostei do seu blog, principalmente pelo nome referente a um filme que a-d-o-r-o! Só não encontrei o item para poder segui-lo.
Parabéns!

Santa Gastronomia disse...

Desculpe, já encontrei o caminho das pedras.. ou seja, tô te seguindo!
Bjus..

Babette disse...

Com um oceano pelo meio, mas com tanto em comum!... Obrigada pelas visitas!

A Vida no Paraíso disse...

Olá babette!!
Já copiei a receita deste prato tão famoso e apreciado! Será uma receita a fazer brevemente!
Obrigado pela tua visita ao Paraíso e aparece sempre que quiseres. :)

milena disse...

Boa tarde, Babette.
Acabei de fazer a receita , pela primeira vez. Um sucesso cá em casa (só lamento não ter tido a ousadia de a fazer há mais tempo, mas o meu marido é tão esquisito). Acompanhei com couves de Bruxelas e croutons de pão, para fugir ao tradicional arroz.
Muito obrigada!
Milena