quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Bolo-Rei


No dia de Natal, a aletria veio das mãos mestras da minha mãe, fiel depositária da receita da Avó A. As rabanadas, também receita da Avó, vieram da sempre presente I., com a calda apurada pela mãe… O Bolo-Rei, esse, esteve por minha conta, inspirado na receita da M.ª de Lourdes Modesto (Cozinha Tradicional Portuguesa).
A receita apropriada para o Dia dos Reis…
Ingredientes
420 gr de farinha
70 gr de açúcar
casca de uma laranja e casca de um limão
120 gr de leite
70 gr de manteiga ou de margarina
3 gemas
1 saqueta de fermento de padeiro seco
20 gr de sumo de laranja
30 gr de vinho do Porto

1 pitada de sal
150 gr de frutas cristalizadas maceradas
150 gr de frutos secos
1 gema de ovo para pincelar
mel diluído em água para pincelar
açúcar em pó e frutas cristalizadas a gosto para enfeitar


Preparação
Ralar as cascas do limão e da laranja. Na batedeira, com o gancho de amassar, colocar todos os ingredientes líquidos ligeiramente mornos, as gemas, as cascas raladas dos citrinos e a margarina levemente derretida. Colocar a farinha, o sal, o açúcar e o fermento e bater até a massa se apresentar homogénea. Deve levedar em local abrigado por 2 a 3h, até duplicar de volume. Com as mãos. amassar e envolver as frutas cristalizadas e os frutos secos até que fiquem bem incorporados. Tender e dar a tradicional forma de rosca, tendo o cuidado de a deixar bem larga, pois a massa ainda vai levedar novamente. Colocar num tabuleiro com papel vegetal. Pincelar com a gema, enfeitar com as frutas e o açúcar em pó a gosto. Vai ao forno para uma segunda levedação a 5oº C por 30 minutos, até duplicar novamente o seu volume. Aumentar então a temperatura para os 17oº C e cozer por mais 20 minutos. Com o Bolo ainda quente, pincelar abundantemente com mel diluído num pouco de água e. se necessário, polvilhar com mais açúcar em pó.
Bom Apetite!

4 comentários:

João disse...

I. disse que tem a certeza que se um dia quiseres fazer as rabanadas é só aapareceres porque tens toda a capacidade para as fazeres tão bem ou melhor! (sic)
Beijinhos do PINTOR

Patricia Scarpin disse...

Eu sempre quis fazer um bolo de reis mas nunca me programo a tempo - que lindo o seu!

isabel disse...

O aspecto formidável deste bolo Rei confeccionado artesanalmente permite-me concluir sem hesitação alguma que a filha herdou as mãos mestras da mãe!
beijinho.

Maria disse...

Maravilha! Comia agora uma fatia com um chazinho... É imperdoável não o fazer em dia de Reis....Parabens pela execução porque sei que é um bolo dificil de executar...mas já vi que a Babette é uma cozinheira cinco estrelas..
Um beijo
Maria