sexta-feira, 6 de julho de 2012

Migas de Feijão Frade



Feijão frade cozido. Sem ser de lata. Primeiro a demolhar, depois cozer e guardar para diversas utilizações. O seu sabor é incomparavelmente melhor do que o enlatado. E por isso mereceu ser apreciado numas migas rápidas de feijão frade. Com couve portuguesa biológica, que tinha sobrado do caldo verde do S. João. Um acompanhamento muito saboroso.

Ingredientes

Feijão frade cozido
Folhas de couve portuguesa cegadas finamente e previamente cozidas em água e sal
azeite
1 dente de alho picado
1 pitada de noz-moscada, sal se necessário

Preparação

Num tachinho, estalar ligeiramente o dente de alho picado num pouco de azeite. Juntar a couve e mexer bem. Adicionar o feijão frade e envolver. Deixar ao lume por uns minutos, para que tome o gosto do azeite e do alho. Rectificar o sal, se necessário, e deitar uma pitada de noz-moscada. Servir de imediato.

Bom Apetite! 


9 comentários:

Vera Ferraz disse...

Adoro feijão frade, e também o demolho, cozo e guardo congelado para usar mais tarde! Adoro migas com feijão frade embora as faça ligeiramente diferentes. Por aqui usa-se misturar também broa esfarelada, tudo regado com azeite! Nos churrascos consigo comer só gralhados com migas!

Ondina Maria disse...

Então já somos 3: por cá o feijão (e o grão) são comprados nas banquinhas do mercado do Bolhão e são demolhados, cozidos e congelados em porções. O sabor é realmente melhor. Para além de que é uma coisa que me lembra a minha avó, que sempre nos cozeu o feijão e nos dava já congelado para depois utilizarmos. Este método tem outra vantagem, é que temos acesso a feijões que não existem na versão enlatada, como é o caso, por exemplo, do maravilhoso feijão canário :)

Mar disse...

Só para dizer obrigada! Acabou de chegar pelo correio. Quis dar sinal aqui. Para ficar guardada a minha alegria de hoje.

Bom fim-de-semana com sol! E um beijo.

Mar

PS: As nossas migas são assim, mas acrescenta-se broa.

Graça disse...

Gosto muito de feijão frade e também tenho algum congelado pronto a utilizar. Tenho muitas saudades das migas de feijão frade que comia em Coimbra, com broa.
Farei em breve.

Babette disse...

Vera e Graça:
Omiti a broa para uma versão deliberadamente "light"...

Ondina:
É de facto bem diferente, o sabor destas leguminosas assim preparadas. Esse canário deixou-me curiosa ;)

Mar:
E eu feliz por te imaginar feliz!... Que bom ;)

Conceição Pimentel e Elizabete Pimentel disse...

Adoro essa comidinha, a sua deve ter ficado deliciosa, pelo aspecto logo se vê.

Tenha um excelente fim de semana, bjs

Ameixinha disse...

Gosto muito de leguminosas e não as uso enlatadas. Cozo na panela de pressão que é rápido e nem preciso colocar de molho :)

Cristina disse...

Babette, sem dúvida que o feijão fica melhor quando é do seco, mas sou um bocado azelha com os tempos de cozedura :) É uma questão de treino, suponho. Deliciosas, as tuas migas com couve portuguesa.

PS - Desconhecia o termo "cegadas" :)

Babette disse...

Conceição:
Deliciosa!

Ameixinha:
Assim ainda é mais fácil!

Cristina:
Que engraçado, esta linguagem tão sujeita a bairrismos: cegar é partir bem fino ;) Suponho que tenhas chegado lá...

Beijo
Babette