sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Creme de Feijão Verde com Feijão de Debulhar e Hortelã


Uma sopa que já é de Outono, a pedir noites frescas e o conforto de uma tigela quente entre as mãos. Os ingredientes fazem essa transição: o feijão verde de Verão e o feijão fresco que começa a aparecer e a fazer lembrar a Estação que chega amanhã. Por isso esse tributo. No último dia de Verão, uma sopa que une duas Estações. 


Ingredientes

1 cebola
1/2 alho francês
1 courgette
1/2 couve branca pequena
1 nabo
1 batata
2 cenouras 
1 chávena de chá de feijão fresco ou de debulhar 
água
sal
azeite
queijo de cabra
hortelã

Preparação

Cortar os legumes em pedaços muito pequenos. Numa panela, deitar os vegetais, o feijão, cobrir com água e, depois de ferver, cozer em lume brando por 40 minutos. Passar na varinha mágica, temperar com sal e um fio de azeite. Servir a sopa bem quente, com um pouco de queijo de cabra esfarelado e polvilhada com hortelã picada.

Bom Apetite!


6 comentários:

Anónimo disse...

Uma bela sopa, com um toque bem original de hortelã!

Susana Machado disse...

Bela sopinha!:)
Beijinhos
http://sudelicia.blogspot.pt/

Babette disse...

Ficou tão saborosa... E apesar do calor soube mesmo bem ;)
Babette

Mar disse...

As sopas têm esse condão: unem. Neste caso, na transição entre o Verão e o Outono. Nem me tinha lembrado, vês? A vida e as suas coisas.
E, com calor ou com frio, uma sopa é-me sempre irrecusável:)

Um beijo.

Mar

Suzana disse...

Babette,

Que bela sopa! Costumo fazer a minha com segurelha mas hei-de experimentar com hortelã. :)

Feliz Outono!

Um beijo*

Babette disse...

Mar,
sopas irrecusáveis. Também é assim que conjugo a ideia de uma sopa ;) e parece que vão chegar dias de Outono em breve. Lembrei-me do Vasco, que tem saudades da chuva...

Suzana,
E eu hei-de experimentar com segurelha, então ;) a reciprocidade das ideias ;)

Babette