quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Brioche de Nozes



Foi um lanche diferente de domingo. Chá, brioche de nozes com manteiga, figos doces e talhadas de marmelada. Uma sequência saborosa digna de representação pictórica. A fazer lembrar os piqueniques de outrora, sob ramadas frescas enquanto se descansava deitados em mantas sobre a relva de final de Verão...

Ingredientes

Para um brioche de 750 gr
200 ml de leite
2 ovos
120 gr de manteiga
500 gr de farinha T65 sem fermento
1 e 1/2 colheres de chá de sal
60 gr de açúcar
2 colheres de chá de fermento de padeiro em pó
50 gr de nozes picadas

Preparação

Máquina de Fazer Pão: Na cuba da máquina colocar todos os ingredientes pela ordem indicada. Seleccionar o programa de pão doce  (na minha máquina: programa 6).

À Mão: Aquecer ligeiramente o leite e dissolver nele o fermento e a manteiga. Fazer um vulcão com a farinha, o açúcar e o sal  e no meio colocar os líquidos. Amassar muito bem durante uns minutos, até que a massa se torne elástica e homogénea.Juntar as nozes picadas e incorporar bem na massa. Formar uma bola, colocar num alguidar e tapar com um pano. Deixar levedar até que duplique de volume, entre 30 minutos a 1 hora. Colocar num tabuleiro de forno polvilhado com farinha e levar a cozer, a 200ºC, por 25 a 30  minutos, ou até se apresentar cozido (ao bater com os nós dos dedos no pão deverá ouvir-se um som oco, que significa estar cozido). 

Bom Apetite!




6 comentários:

Susana Machado disse...

Belo aspecto :)
Beijinhos
http://sudelicia.blogspot.pt/

Biane disse...

hummm que delicia!

blogdabiane.com.br

♠ Ana Teles | Telita ♠ disse...

Que lindo brioche. O toque das nozes deve dar-lhe um sabor ainda melhor.

______________________
Ana Teles | blog: Telita na Cozinha

Babette disse...

Foi um lanche muito saboroso ;)
Babette

Mar disse...

Os lanches de Domingo são circunstâncias preciosas. Parece que ajudam a encarar o que vem. Ou tão-só, a aproveitar, a viver. Ensinam isso. Que devemos sorver cada Domingo até ao fim. Como se fosse chá. E assim com essas coisas boas que puseste à mesa do vosso lanche.

Um beijo.

Mar

Babette disse...

Mar,
Dou cada vez mais valor à vida, e aos instantes felizes que podemos somar. Um lanche pode ser isso: momentos preciosos, bálsamos retemperadores...

Babette