quarta-feira, 10 de abril de 2013

Filetes de Bacalhau


Foi um desejo num destes fins-de-semana. Filetes de bacalhau com risotto de espargos verdes. Tal como imaginei, foi uma combinação deliciosa. E apesar de não abusar dos fritos em geral, esta excepção foi mais do que aprovada. Uns filetes quentinhos num domingo de chuva e um risotto bem cremoso a acompanhar, tiveram o condão de amenizar o dia. O poder da comida pode ser também esse. Muito para além do óbvio que é alimentarmo-nos, ou alimentar os nossos. Comida pode ser amor. E fazer uma família feliz!

Ingredientes 

3 embalagens de supremas de bacalhau fresco  (9 filetes)
sumo de meio limão
noz-moscada
pimenta
leite q.b.
farinha sem fermento
2 ovos ligeiramente batidos
óleo para fritar

Preparação

Com cuidado, e utilizando uma faca afiada, retirar a pele ao bacalhau. Temperar os filetes de bacalhau com um pouco de sumo de limão, pimenta e noz-moscada e deixar a marinar em leite por duas horas. Escorrer os filetes espremendo-os para retirar o excesso de líquido. Numa frigideira, colocar 2 a 3 dedos de óleo e deixar aquecer bem. Passar os filetes primeiro por farinha e depois por ovo. Fritar bem e escorrer o excesso de óleo em papel absorvente. Servir de imediato, com rodelas de limão e risotto de espargos verdes.

Bom Apetite!

13 comentários:

Joana (Palavras que enchem a barriga) disse...

Mesmo não sendo a maior fã de filetes fiquei deliciada com a tua descrição :)

Beijinhos e tem um óptimo dia! :)

panelasemdepressao disse...

Olá Babette
A comida tem todo esse poder que evocas. Não é por acaso que passamos tanto tempo a falar e à volta dela. Um universo...
O fiel amigo é dos alimentos que mais gosto, embora nunca tenha experimentado em filetes. é por isso que se afirma que existem mil e uma maneiras...
Um abraço
Guida

Raquel Alabaça disse...

Eu associo muito a comida a sentimentos, memórias e estados de espírito.
Assim, ao ver estes filetes veio à minha memória, uma pessoa, um lugar, e muito sentimentos bons. Constato que só comi filetes assim nessa única vez e fiquei com saudades!

Addicted disse...

Esses filetes estão-me a tentar!
beijinhos e um bom dia :)

Luisa Alexandra disse...

Ficam certamente deliciosos!

Lurdes Losquinhos disse...

Esses filetes de bacalhau fizeram-me lembrar a minha infância.
Gosto muito.
Bjs

Anónimo disse...

Olá Babette!

A mim despertou-me o interesse o risoto de espargos verdes.

Os espargos constituem um desafio, uma vez que nunca usei e a curiosidade é muita!

E posso afirmar que fiquei completamente rendida aos risotos!

Compreendo a escolha para acompanhamento dos filetes.

Comida DAQUELA, para conforto da alma e do corpo (como já uma vez tinhamos falado).

Bjs Babette e votos de resto de boa semana!

Um toque de canela disse...

Uma delicia, excelente sugestão!
Bjs

Anónimo disse...

Bem me queria parecer que me esqueci de assinar.

O anónimo tem nome:

Sandra Martins

Sabores com História disse...

E são estes pequenos delitos que sabem bem nesses dias, e que me fazem lembrar que há muito não os como. Boa semana.

Babette disse...

Joana:
Obrigada ;)

Guida:
Isso tudo, a comida. Gosto tanto de filetes de bacalhau! Não os como muitas vezes, mas tenho boas recordações a eles associados.

Raquel e Luirdes:
Concordo com essas associações. É bom poder evocar memórias assim.

Addicted, Luísa e Um toque de canela:
São tão bons!

Anónimo que afinal era a Sandra ;):
Amanhã virá a receita desse risotto delicioso! Combinou tão bem... Tem mesmo de experimentar.

Sabores com História:
Então não é? Delícias pequenas mas muito saborosas!

Babette

Mar disse...

Percebo isso dos fritos:) Para mim, é uma questão de paciência (ou falta dela:). Só mesmo por amor. Contei-te dos bolinhos de bacalhau que fiz porque o Vasco gosta muito. Mais ou menos por esses dias, estavas tu a (cor)responder aos apelos dos teus homens:) Hei-de experimentar. E não há-de passar muito tempo até que sim.

Um beijo.

Mar

Babette disse...

Fiquei tão curiosa a pensar nesses bolinhos cheios de sabores bons... Sim, será um exercício de paciência e de amor. Além de que sabem muito bem...
Babette