segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Para começar um Jantar



Mais uma sugestão de uns petiscos simpáticos para se começar um jantar... Um bom pão (feito em casa), bom azeite, lascas de um bom queijo, só por si já serão um bom início. Juntaram-se umas conservas portuguesas, escolhidas a dedo, e o resultado foi um início delicioso: sardinhas sem pele nem espinhas (Luças), filetes de cavala em molho picante (Pinhais e C.ª) e sardinhas em azeite com pimento vermelho (Minerva).



7 comentários:

Rachel disse...

Com entradas destas dificilamente entro na refeição principal!

Ilídia disse...

Aqui estão vários exemplos de como a simplicidade pode ser tão eficaz. Nunca me tinha ocorrido preparar uma degustação de conservas em casa, mas parece-me uma ideia muito boa.
Um beijo de boa semana.
Ilídia

turistaocasional disse...

Que coincidência a minha... hoje o meu almoço também passou por uma lata de conservas, mas de polvo, pois estava mesmo com vontade algo muito simples, rápido de preparar mas escolhido a dedo perante as diversas opções no supermercado

Beijinhos

Santa Gastronomia disse...

Babette:
também adoro sardinhas em conservas, com um belo pão caseiro, azeite e cebolas! E um vinho para acompanhar ou até mesmo uma cervejinha!
Aqui no Brasil as pessoas tem mania de achar que sardinha é coisa de pobre, mas elas não sabem o que estão perdendo! Ou então até gostam mas não admitem isso para os outros, hahaha..

Bjinhus..

Mar disse...

Uma boa apologia, a das conservas. Há uns dias andei a fazer uma espécie de "recolha", para fazer experiências. O teu post lembrou-me que, se calhar, antes das minhas experiências, melhor mesmo será fazer assim. Just like that.
Obrigada pela inspiração. Um destes dias, um dos meus jantares começará assim. E tu sabes que eu não adio as coisas indefinidamente:)

Um beijo.

Mar

Mafalda disse...

hummmm... que delicia... eu por mim só comia entradas..heheheh
bjs e boa semana

RSL disse...

Olá. antes de mais parabéns pelo blog. Claro que é um blog de gastronomia/culinária e quase tudo nesse ambito me agrada. Mas algo que também me agradou muito foi a apresentação das criações, na porcelana. Ora, estes pratos azuis fazem-me muito lembrar uns que a minha avó tinha com motivos Cantão da Staffordshire. Gostaria de saber de que cerâmica são os seus porque os da minha avó perdi-lhes o rasto.