quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Doce de Pêssego com Vinho do Porto



Como aqui expliquei, a oferta de pêssegos este ano foi generosa... E depois de chutneys e sobremesas, um doce delicioso, a saber também a Vinho do Porto... Frascos que cristalizam o Verão. Para que dure mais um bocadinho....

Ingredientes
 
1,5 Kg de pêssegos (peso já descascados e sem o caroço)

1 kg de açúcar

2 paus de canela

sumo de 1 limão médio
1 cálice de Vinho do Porto

Preparação


Descascar os pêssegos e cortá-los em cubinhos. Levar os pêssegos envolvidos no açúcar ao lume, num tacho largo. Juntar a canela, o sumo do limão e o Vinho do Porto. Deixar ferver até obter um ponto estrada 
(colocar um pouco do doce num prato raso: com uma colher traçar um sulco; se esse sulco se mantiver, ou seja, se ficar uma "estrada" no doce, está obtido o ponto), cerca de 30 a 35 minutos. Retirar do lume. Guardar em frascos esterilizados, que só devem ser fechados depois do doce completamente arrefecido.

Bom Apetite!




8 comentários:

Nizz disse...

Que delícia! Já o juntava a uma banana cortada aos pedaços, ou a um crepe!
Beijinhos

Carminha Lyra Andrade disse...

Que delicia!!!
Arrasou na combinação.
Adorei.
Bjs

Mar disse...

Isso é que foi abundância:) Assim, as ofertas perduram. Prolongam-se para as outras estações. Vou fazer doce de tomate, por estes dias. Também a partir de presentes carinhosos que se transformam em frascos.

Um beijo.

Mar

Anónimo disse...

Gostei muito da sua receita e da combinaçao da fruta e vinho.
cumprimetos

Ginja disse...

Também gosto de guardar assim o Verão :)
E adoro doce de pêssego, adoro pêssegos.
Um beijinho.

Anónimo disse...

Babette, gostei muito!
Uma observação que não posso deixar de passar (porque tb comemos com os olhos) aqueles suportes de copos são do Egan schiele?

Ilídia disse...

Parece-me um casamento bem feliz, o dos pêssegos com Porto. Este ano, ainda não fiz compotas. Conservas, só o chutney de tomate e massa malagueta, ambos a publicar brevemente.
Um beijo,
Ilídia

Babette disse...

Nizz:
Num crepe parece-me bem...

Carminha:
Obrigada

Mar:
Isso tudo! Prolongar o tempo das coisas e gerir a abundância. Dois conceitos fundamentais!

"Anónimos":
obrigada. São mesmo reproduções do Schiele... que adoro!

Ginja:
Acho que gosto cada vez mais de pêssegos. Quando são bons são uma perdição!

Ilídia:
Casamento para a vida ;) Ficou mesmo boa!!!

Um beijo
Babette