sexta-feira, 13 de março de 2015

Robalo de Mar ao Sal com Molho Vierge





Numa das últimas idas às compras não resisti a um belo robalo de mar. Pedi para o arranjar mas não escamar, com a ideia de o preparar, uma vez mais, ao sal. Entretanto recordei-me de um molho que vi há tempos ser preparado num programa de televisão. Pesquisei os meus apontamentos, encontrei a receita, e fiz um almoço maravilhoso ;) Este molho é mesmo uma delícia: muito fresco, muito leve, perfeito para inúmeras utilizações!


Ingredientes

Para o Robalo ao Sal
1 robalo de mar com 1,500 Kg
2 kg de sal grosso 
1oo ml de água
2 claras de ovo
1/2 limã0 cortado em gomos
1 punhado de folhas de manjericão


Para o Molho Vierge
5 colheres de sopa de azeite
sumo de meio limão
1 colher de chá de sementes de coentros
2 tomates 
10 folhas grandes de manjericão
sal


Preparação

Pré-aquecer o forno a 200ºC. Colocar numa taça grande o sal grosso. Juntar as claras de ovo e a água e misturar bem com as mãos, até obter uma pasta com a consistência de areia molhada. Lavar e arranjar bem o peixe, limpando-o das entranhas mas mantendo-o intacto e com a pele. Rechear o peixe com as folhas de manjericão e os gomos de limão. Forrar uma assadeira com papel vegetal. Colocar uma camada de sal no fundo e, por cima, o peixe. Cobrir o peixe com o restante sal, moldando bem a pasta de sal em redor do peixe, de forma a cobri-lo completamente. Levar ao forno, na função assar com calor circulante, por 45 minutos (regra: 30 minutos por cada kilo de peixe). Enquanto o peixe cozinha, prepara-se o molho. Numa frigideira, tostar as sementes de coentros por uns minutos e depois triturá-las num almofariz.  Cortar os tomates, limpando-os de todas as sementes e cortando-os em cubos pequeninos. Picar finamente as folhas de manjericão. Numa caçarola, aquecer em lume muito brando o azeite. Juntar depois o sumo do limão, as sementes de coentros, o tomate e as folhas de manjericão. Misturar tudo muito bem e temperar com sal, a gosto. O molho deve aquecer sem nunca ferver. Para servir, cortar a crosta de sal em volta do peixe com a ponta de uma faca e retirar as lascas de robalo, com cuidado, para uma travessa de ir à mesa. Servir o peixe com o molho vierge.

Bom Apetite!




6 comentários:

O cantinho dos Gulosos disse...

ótima sugestão.


www.ocantinhodosgulosos.blogspot.pt

Suzana disse...

Babette,

Nada como um belo peixe ao sal numa mesa bonita para deixar todos felizes. E se vier acompanhado de um molho delicoso ainda melhor!

Beijo e bom fim-de-semana*

Tertúlia da Susy disse...

Sem dúvida, uma ótima escolha!

Ana disse...

Boa tarde, Babette.
Mais uma receita que quero replicar, pois cá em casa gostamos muito de robalo e o molho deve ser óptimo. Obrigada.
A mesa, como sempre, muito bonita.
Bom fim de semana que promete ser de sol.
Bjs
Ana

Babette disse...

Cantinho,
Obrigada!

Suzana,
Tenho-o feito algumas vezes. É mesmo delicioso

Susy
Obrigada. Bem saborosa...

Ana,
Uma mesa adequada a uma receita deliciosa. O molho é mesmo mesmo bom. Ficámos fãs. Acompanha muito bem peixe e marisco. Bom domingo.

Babette

Mar disse...

Tão boa, a densidade de um peixe de mar. Já te contei que aqui nunca há robalos de mar. Mesmo que sejam encomendados. É o tipo de coisa que tenho sempre de ir buscar longe. Uma das desvantagens do meu sítio.
Deve ter ficado muito bom, o robalo a que não conseguiste resistir:)

Um beijo. Bom domingo.

Mar