quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Mesa de Domingo






Os Domingos. Não me quero repetir, mas preciso muito de dizer que gosto muito dos domingos. Que preciso dos dias tranquilos e de casa. De respirar a luz que me entra pela casa branca. Dos recantos de que não consigo usufruir durante a semana atarefada. Gosto de estar. De preparar o almoço desse dia, de a mesa ser especialmente bonita, do tempo ser mais demorado. De haver flores, bolo, sorrisos e abraços. Os domingos fazem-me feliz. Só isso ;)





9 comentários:

Ana disse...

Bom dia, Babette.
Os domingos assim valem a pena!
Eu sou do tempo em que tinha uma roupa só para o domingo e ao ver esta mesa lindíssima foi o meu primeiro pensamento. A minha roupa que era só do domingo. Mais cuidada, melhor, mais bonita, mais festiva. Como esta mesa! Com tantos pormenores tão cheios de sentido, tão belos e tão revigorantes. Parabéns pelo bom gosto e obrigada por me deixar contemplar uma mesa tão delicada.
Continuação de boa semana.
Bjs
Ana

Babette a festa de disse...

Ana
Obrigada por esse olhar. Revigorante para mim, também. A roupa de domingo e a de ir à madrinha. Creio que eram os dias da roupa melhorada ; ) um bj
Babette

Graça Pereira disse...

Também como tu...já gostei dos
domingos!! Hoje,já não gosto porque é um dia "morto" para quem precisa de vida...muita vida e movimento.
Contudo, ainda sei apreciar o belo e tu pintas o belo na tela da tua mesa!!
Beijo
Tia

Babette disse...

Tia,
Todos os dias são de vida! Estes são mais interiores e dedicados aos pequenos. Ao descanso. Contraponto das semanas com demasiado movimento. Tudo precisa de um certo contraponto, será isso ;)
bj

Mar disse...

Preciosos, os domingos das nossas vidas. Lembro-me sempre de o Vasco me dizer que eram os dias que mais lhe custavam. Há doze anos que não é assim. Que são o dia mais doce, diz ele. Eu sempre gostei. Só me custavam um bocadinho durante os primeiros meses de faculdade, que eram o dia em que tinha de ir embora. Era sempre de noite e eu detestava andar de expresso.
O cuidado com que se põe uma mesa é sempre importante. Aos domingos é mais demorado, mais atento. É assim, a tua mesa de domingo. Espelho das coisas boas que queres viver.



Um beijo.

Mar

Babette a festa de disse...

Mar,
Até sabes que o meu domingo começou bem triste, a dar apoio a quem estava a passar por momentos difíceis. E quando regressei a casa apeteceu ainda mais mimar os meus e pôr uma mesa bonita com comida saborosa. Fiz um bolo e ficou tudo melhor ;)
Babette

Anónimo disse...

Mesa de domingo, mesa de festa, mesa da babette!
Coisas boas elevadas ao cubo...
Recordo-me de escutar certa vez uma "palestra" sobre a importância do número 3 na estética, na beleza, na arte...
Contudo, confesso que o maior gosto é percebermos que tudo isto é conseguido com naturalidade e autenticidade.

B R A V O

Qualquer dia de semana assim vale a pena (ainda mais se for domingo)!
LoL

Anónimo disse...

Agradeço o seu exemplo.
A minha semana tem sido bem difícil e o dia de hoje particularmente. Encontrei motivação aqui e também ali (Mar) e fiz um bolo de iogurte com limão (o limão foi auto recriação). Já estou a sentir o cheirinho que vem do forno ;) O bolo é para mim, pois vivo só, mas o nosso eu também precisa de mimos.
Bem hajam,
Tulipa

Babette a festa de disse...

Caro anónimo,
Obrigada pelas palavras generosas.

Tulipa,
Fico triste por sabê-la a viver dias difíceis. Mas um bolo ajuda sempre, não é mesmo? E estes espaços são também companhia. Penso assim. Pense assim.
Um beijo
Babette