terça-feira, 22 de abril de 2014

Cidade de Luz e Néons





Tóquio é uma cidade frenética. Arranha-céus, uma concentração de edifícios e pessoas como nunca vi e, à noite, uma cidade que se ilumina com néons de todas as cores. Curiosamente, é também uma cidade com jardins verdes, templos recolhidos, bairros de casas baixas e ruas sossegadas. Uma explosão de sensações, de vida, de cheiros e de sabores. Pessoas nas ruas. Sempre. Nas passadeiras, música electrónica, quase infantil, que toca quando está verde. Nas estações de metro, milhares de pessoas que se cruzam num só dia. O som das máquinas de jogo. Absorventes. Karaoke em cada esquina. Telemóveis por todo o lado. Lojas especializadas só em Banda Desenhada e Manga. Uma loja de seis pisos dedicada exclusivamente à arte do Origami. Por outro lado, pessoas silenciosas. Ordenadas e educadas. Afáveis e gentis. Uma cidade que consegue ser também interior. Como se no meio de toda a agitação fosse fácil  parar e encontrarmo-nos. A tal sabedoria oriental, quem sabe. Com os seus contrastes, Tóquio é uma cidade inesquecível!...




7 comentários:

Susana Machado disse...

deve ser linda :)
Beijinhos,
http://sudelicia.blogspot.pt/

foodwithameaning disse...

Uma cidade frenética, com muito para absorver e, acima de tudo, onde impera o consumismo. Eu perder-me-ia em lojas de loiças e tecidos. Já o meu marido ficaria fascinado pelos mil e um gadgets tecnológicos.Um destino único.
Beijinhos daqui.
Patrícia

Babette disse...

Susana,
Encantadora!

Patrícia,
O consumismo passa-nos ao lado. Libertámo-nos disso há algum tempo, felizmente ;) Viajamos de forma muito "zen": só bagagem de mão e aprendemos a ver sem querer trazer ;) Ainda por cima neste mundo global tudo está à venda em todo o lado!... Para nós só trouxemos um catálogo de um museu que visitámos. É a nossa única colecção: um livro de cada sítio por onde passamos. Mas vi muita loiça linda e tecidos maravilhosos, de facto ;)
Beijo!

Babette

Babette disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mar disse...

Olá Babette:

Eu acho que traria na mala um pedaço de tecido. Mais uma colher de pau para a minha colecção. E uma página rasgada de jornal de um dos dias iguais aos outros só que num sítio distante. Trago sempre estas três coisas, das viagens. Embora imagine que Tóquio fosse capaz de me fazer querer mais e mais:)

E o meu filho iria passar muito tempo numa dessas lojas de banda desenhada, que eu sei.

Dá vontade de ir ao Japão assim de repente:)

Um beijo.

Mar

Ilídia disse...

Um país fascinante, o Japão. Lucky girl! Estou com um bocadinho de inveja, confesso ;)

Um beijo,

Ilídia

Babette disse...

Mar,
Tão curiosos, estes hábitos de viagem ;) Na mala consegui que coubessem mais algumas coisas. Para oferecer. O António tem uma lembrança e deixei-me tentar por "coisas de partir" para ti ;)

Ilídia,
Foi realmente uma viagem de sonho! Beijo para uma Ilha linda ;)

Babette