sexta-feira, 21 de março de 2014

Para quê complicar?


É o meu calcanhar de Aquiles,  pensar na sobremesa adequada a uma determinada refeição. Gosto mais de cozinhar salgados do que doces, mas sei que a sobremesa é fundamental. Terminar bem uma refeição faz todo o sentido. E talvez seja a sensação que mais perdure, no final. Esta sobremesa de hoje foi uma inspiração de última hora, mas que resultou muito bem. Saborosa, saciante, gulosa q.b. Uma proposta simples e sempre à mão, para dias menos inspirados mas que ainda assim precisem de alguma coisa doce...Para quê complicar?

Ingredientes (4 pessoas)

2 iogurtes gregos
1 embalagem de framboesas
mel
nozes

Preparação

Reservar 4 taças bonitas. Colocar no fundo de cada uma delas, umas framboesas e esmagá-las. Por cima, e em cada taça, colocar 1/2 iogurte grego. Enfeitar com mais framboesas, nozes e regar com um fio de mel.

Bom Apetite!



11 comentários:

Anónimo disse...

Bom dia Babette!

De facto para quê complicar?

Será já hoje! Aproveitando as framboesas do amigo "green/red" (parece a bandeira de Portugal!).

E sim também tomei conhecimento do novo livro da Isabel Allende, "O Jogo de Riper".

Vi há pouco tempo uma entrevista (curtinha) dela na TVI acerca do livro.

Tenho em casa um livro da Cecília Correa Zapatas, de entrevistas à Isabel Allende.

Ontem, depois de um dia aborrecido, foi o que fui buscar para ler e era mesmo o bálsamo que me fazia falta!

Um grande beijo do Algarve para o Porto!

Sandra Martins

PS - Não sentiu o sol e o calor? Foi junto com o beijo!

Maria Rita disse...

Olá!
Se juntar aos frutos vermelhos e ao iogurte grego uns suspiros esmigalhados fica ótimo, um pouco mais calórico, os meninos cá em casa adoram!
Bj

Tertúlia da Susy disse...

Uma saborosa ideia para o pequeno-almoço.

Anónimo disse...

Sim(plicidade)

Se fosse fácil!....

Excelente sugestão

frango do campo disse...

eu também sou assim, mais salgados que doces e sou apologista de sobremesas assim, simples, rápidas, fáceis e tão saborosas :) beijinho

Carina Rodrigues disse...

De babar...

viagemdoceviagem@blogspot.com

Um toque de canela disse...

Tão simples e tão bom! ;)
Beijinhos e bom fim de semana!

Romã disse...

Tão simples e tão delicioso :)

Babette disse...

Sandra,
Gosto do imaginário poderoso em torno das mulheres da Isdabel Allende!
Senti, pois claro ;)
E ajudou bastante, que agora está frio outra vez ;(

Maria Rita,
Vou experimentar a dica, obrigada!

Susy,
Ao pequeno almoço quem me tira o pão e o café com leite tira-me tudo!

Anónimo,
Obrigada. Gostei do jogo de palavras!

Frango do campo,
Nem sempre nem nunca, mas nos dias de hoje sugestões rápidas são bem-vindas...

Carina, Canela e Romã,
Um exercício de simplicidde!

Um beijo
Babette

Mar disse...

Olá Babette,

Realmente. Para quê complicar? Sabes que um dos meus remates preferidos é queijo parmesão em lascas, com um fio de mel? Bem simples. Aprendi na ilha onde o meu filho terá sido concebido:)

Adorei esta tua sobremesa descomplicada. Um destes dias:)

E calcanhar de Aquiles coisas nenhuma:) fazes sobremesas óptimas:)

Um beijo.

Mar

Babette disse...

Olá minha Mar ;)
Penso que me esgoto nas etapas anteriores e as sobremesas acusam isso. Mas sim, queijo e doce (mel, marmelada ou uma compota) são prazeres tão simples e saciantes ;)
Uma boa semana!
Beijos grandes para todos!
Babette