sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Os Últimos Figos





É sempre com nostalgia que me despeço das cerejas, dos figos e depois dos dióspiros. As três frutas de que mais gosto têm um período de vida relativamente curto, que eu tento aproveitar o mais que posso. Agora os figos. São já raros, pequenos, ainda que se mantenham doces. Despeço-me deles usando-os para enfeitar mais uma mesa e depois comê-los no final. Até para o ano!...




6 comentários:

Ana disse...

Adoro fruta. E as três variedades mencionadas estão ligadas a boas memórias - os figos a duas senhoras com o mesmo nome "Margarida" que durante anos me brindaram com grandes travessas deste fruto e com boroa, para meu deleite; os diospiros, colhidos diretamente do velhinho diospireiro, lembram-me a minha infância; as cerejas estarão para sempre ligadas ao miminho da minha mãe, pois no tempo em que só se comia a fruta da época, a minha mãe tentava sempre brindar-me no dia do meu aniversário (meados de Maio) com uma taça de cerejas. Foram de longe as melhores cerejas que comi...
Experimente figos com pão. É manjar dos deuses.
Um bom fim de semana.
Bjs
Ana

Anónimo disse...

Olá Babette,

Também eu tenho dificuldade em despedir-me dos figos.

Gosto imenso, bem como de toda a fruta de Verão e da estação em si.

Não encaro bem a vinda do frio, da chuva, dos dias mais curtos.

Mas, já vou conseguindo aceitar que cada estação lá tem os seus encantos.

Os dióspiros foram uma descoberta deste ano.

A fartura foi tanta que já fiz doce e bolo, para conseguir consumir os mais maduros.

Como a Babette diz: até para o ano Verão!

Com os ciclos das estações podemos sempre contar, ainda que às vezes andem um bocado misturadas. Como este Outono que chegou muito invernoso.

Um beijo do Sul, com votos de um excelente fim - de - semana!

Sandra Martins

Mar disse...

Faz parte. Curioso que ao contrário parece não acontecer. As pessoas nunca parecem ficar tristes quando deixa de ser Inverno. Não se queixam, não lamentam, não assinalam. Mas ao Verão agarram-se até ao último figo:) Fazes bem. Fizeste bem em dar sinal desses últimos figos.

Mas dizem que para a semana vai ser como se fosse Verão outra vez.

Entretanto, bom fim-de-semana!

Mar



Kátia Brito disse...

Babete,boa noite!
Passei para conhecer seu cantinho e adorei!!! Adoro cerejas,mas os meus preferidos são os figos. Mas nao os encontro de forma tão abundante aqui no Rio de Janeiro... Ja as cerejas frescas,conseguimos em dezembro/janeiro,sempre importadas. E é nessa epoca que compro uma maior quantidade e procuro usar rm receitas que me permitam desfrutar dessas delicias por mais tempo.
Para voces esta chegando o frio e para nós,um calor enorme...
Desejo que tenha um lindo fim de semana,beijinhos,Katia.

Ilídia disse...

Este ano comi poucos figos ao natural. Ainda bem que tiveste mais sorte :) Por cá, as chuvas de princípio de setembro levaram-lhes a doçura. Mesmo assim, consegui fazer a minha conserva, para prolongar um bocadinho o prazer pelo ano fora :)

Um beijo.

Ilídia

Babette disse...

Ana,
Já ouvi relatos entusiastas da combinação de broa com figos ;) acho que vou mesmo experimentar. Das cerejas e mimos de mãe, guardo também uma recordação muito feliz. Na minha gravidez dos gémeos, tive desejos de cerejas... em Janeiro! Saiu caro o desejo à minha mãe, que me comprava das importadas do Chile, a 20 € o Kilo! Não tão boas como as nossas, mas ainda assim souberam-me mesmo muito bem!

Sandra,
Figos são Verão. Dióspiros são Outono. Cerejas são Primavera. Laranjas são Inverno. É assim que tento dividir o ano ;) E tirar partido do bom de cada estação ;)

Mar,
Amanhã vou mesmo voltar a calçar as sandálias ;) Tempo maluco este! O fim-de-semana foi muito bom. Cheio de mesas para nós: almoços, lanches e jantares muito vividos e saborosos. Bem melhor do que o fim-de-semana que passou ;)

Kátia,
Que bom que gostou! Volte sempre! Pois... nós e o oceano que temos pelo meio ;) Acho sempre graça a esse facto... Quando nós começamos a pensar em agasalhos e comida de forno, estão vocês com o calor todo, e há sumos e gelados por todo o lado ;)

Ilídia,
Este ano não foram grande coisa, os figos. Muito por isso. O tempo não esteve certo. Não houve o calor suficiente. Mas ainda assim consegui alguns bem bons, que eu sou persistente ;)

Babette