sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Arroz Inglês


As nossas cozinhas são marcadas por muitas influências. No início, eu era mais ou menos uma réplica simplificada da minha mãe. Numa série de produtos, comprava (ou ainda compro) as marcas que se usavam na casa dos meus pais. Instintivo e protector. Sem mais. Mas redutor, claro. Dá-se até o caso de entretanto ter percebido que a minha mãe tinha mudado de marca neste ou naquele produto e eu continuava a comprar o original só porque sim. Só porque sim, mesmo! No arroz, por exemplo, só comprava arroz agulha ou basmati. Não se comia outro na casa dos meus pais. E era o preferido do meu avô e é o preferido do meu pai. Ponto. Mas depois vem o registo das outras influências. E assim, depois de Itália, passou a haver risottos e depois da Mar, passou a haver arroz frito com molho inglês. Simplificando, arroz inglês ;)

Ingredientes

azeite
2 colheres de sopa de molho inglês de boa qualidade
1 chávena de chá de arroz carolino
2 chávenas de chá de água a ferver
sal

Preparação

Num tachinho, aquecer um fio de azeite. Colocar o arroz e fritar no azeite, envolvendo-o bem, por um minuto ou dois. Colocar depois o molho inglês e voltar a envolver bem todos os grãos de arroz. Deixar cozinhar por um ou dois minutos, até que o molho evapore. Colocar depois a água a ferver, temperar com um pouco de sal, e deixar cozinhar em lume baixo até que a água tenha evaporado e o arroz fique bem soltinho.

Bom Apetite!



9 comentários:

Helena Pereira disse...

Excelente ideia!
Bom fim de semnana
Helena
Cooking

Anónimo disse...

what???? arroz inglês??? muito bom! passo exactamente pelo mesmo, influencias da comida de casa dos Pais, (com uma Mae altamente gabada na cozinha )e com a passagem do tempo de novas culturas e viagens e Jamie Oliver e Nigella and so on and so on... lá vamos nós inventando aqui e ali e la vamos nós simplificando aqui, complicando ali... mas não há sabores como os de casa dos nossos Pais! Adorei a ideia vou experimentar.
Margarida

Ana Teles disse...

Adoro arroz.

______________________
Ana Teles | Telita
blog: Telita na Cozinha


Mar disse...

Agora já dá para comentar:) Este arroz foi uma daquelas coisas. O Vasco perguntou-me como é que me tinha lembrado disto e eu disse que tinha acontecido. E foi mesmo dessa maneira.
Reparei que fazes de acordo com a versão simplificada de que te falei ao telefone, sem a cebola. Muito mais rápido, assim. Não é preciso lume baixo, na sequência. Fica ainda melhor:)

Um beijo grande de bom fim-de-semana. Obrigada pela referência. Já te agradeci na nossa longa conversa de ontem. Mas deve ser também aqui, o registo dessa gratidão.

Mar

PS: O novo habitante da minha casa está já à vontade:)

Babette disse...

Helena,
Bom fim de semana!

Margarida,
Comida da casa dos pais será sempre uma instituição ;) E nós vamos fazendo o nosso percurso, como diz, simplificando e complicando aqui e acolá ;)

Ana,
Também sou uma arrozeira de primeira ;)

Mar,
Isso ;) Estou feliz e tudo, depois de termos falado ontem ;) Este arroz é daqueles que veio para ficar! Sabes que não vou estar uns dias. E o Zé perguntou-me ao almoço se já deixei a receita no blog, porque vai querer fazer num dos jantares desta semana. Não tens de agradecer. A gratidão é minha, por "teres acontecido" e por "te ter acontecido" o "nosso" arroz inglês ;) Até amanhã!
Babette
PS. O habitante com nome de doce vai ser muito feliz aí ;)

Ilídia disse...

Também já fiz este arroz da Mar. Muito bom, realmente, e bem simples. Daqueles receitas boas para ter "na manga", para dias apressados e não só.

Um bom fim de semana,

Ilídia

Marcia Leonor disse...

- Aqui há hábitos que se trazem sempre da mãe mas, aos poucos tenta-se adaptar a evolução dos tempos :)

Anónimo disse...

Arrisquei fazer com arroz integral... não tinha outro em casa e este fim-de-semana não me apeteceu ir às compras. Alguma preguiça, muito calor, e a decisão de limpar a despensa para depois a abastecer como gosto, antes do Inverno que este ano parece não querer chegar. Ficou delicioso! Só aumentei um pouco a dose de molho inglês porque o arroz integral precisa sempre de um incremento de sabor. Adoro a versatilidade do molho inglês: nunca faltam umas gotas nas tostas mistas ou de queijo que faço para mim...
Obrigada pela dica.
Um abraço de Leça da
Marta (já não tão envergonhada ;))

Diogo Marques disse...

Adoro esse molho inglês, mas nunca tinha pensado usa-lo em arroz! Excelente dica :)
-
Diogo Marques
Blog: A culpa é das bolachas! | Facebook | Instagram
-