sexta-feira, 29 de Junho de 2012

Bolo de Chocolate e Courgette



Foi a multa para levar para a Festa de final de ano do Colégio dos meus filhos. Como passou rápido o pré-escolar!... Ainda agora os estava a levar ao primeiro dia de aulas... e de repente são "finalistas". Os meus índios estão prontos para seguir em frente. Continuar a crescer e a aprender. Que lhes estejam reservadas coisas boas, como o chocolate, e que lhes façam bem, como a courgette. Um bolo de chocolate diferente, então. Com chocolate e um ingrediente mistério... 

Ingredientes
(Receita no As Minhas Receitas ou no Caos na Cozinha)

240 gr de  farinha
60 gr de cacau em pó 
1 colher chá de bicarbonato de sódio
½ colher chá de fermento
½ colher chá de sal refinado
160 gr de açúcar 
115 gr manteiga sem sal, à temperatura ambiente (usei 100 gr)
1 colher chá de extracto de baunilha
1 colher chá de café instantâneo em pó
3 ovos grandes
350 gr de courgette ralada (com a casca)
100 gr de pepitas de chocolate

Preparação 

Pré-aquecer o forno a 180ºC. Untar uma forma com manteiga e polvilhar com cacau. Numa tigela, misturar a farinha, o cacau, o bicarbonato, o fermento e o sal. Reservar. Noutra tigela, bater o açúcar e a manteiga até obter uma massa fofa. Juntar a baunilha, o café e os ovos, batendo bem entre cada adição. Numa tigela grande, misturar a courgette ralada, o chocolate em pedaços e cerca de 1/3 da mistura de farinha. Envolver bem, para que os pedaços de courgette fiquem cobertos e se misturem homogeneamente. Juntar o resto da mistura de farinha à mistura de açúcar, manteiga e ovos. Bater até obter uma massa espessa mas homogénea. Envolver a mistura de courgette nessa massa, com uma espátula. Não mexer demasiado. Passar a massa para a forma preparada alisando a superfície. Levar ao forno 40-50 minutos ou até que um palito inserido no centro saia limpo. Transferir a forma para uma grade e deixar arrefecer 10 minutos. Passar então uma faca nas laterais e desenformar o bolo para um prato.

Bom Apetite!

quinta-feira, 28 de Junho de 2012

Omolete de Claras



Não podemos agir de outra maneira. O respeito que os alimentos nos deve merecer deve ser intrínseco, natural. Por isso não desperdiçar. Usar, recriar, guardar e aproveitar. Claras que sobrem podem ter inúmeras utilizações. Como estas omoletes de claras, que usam e abusam de vegetais no interior, ao sabor do que exista no momento. Uma versão colesterol-free para comer com prazer.

Ingredientes

4 claras
1 pouco de água
1/4 de pimento laranja
1/2 alho francês
1/2 talo de aipo
2 fatias de queijo limiano 
azeite
sal e pimenta

Preparação

Cortar os legumes muito finamente e levar a refogar num fio de azeite. Temperar com um pouco de sal. Depois de refogar por uns 5 a 10 minutos reservar. Numa taça, bater as claras com um garfo, adicionando um pouco de água e uma pitada de sal. Levar novamente a frigideira ao  lume com um pouquinho de azeite. Colocar as claras e deixar que a base forme uma camada ligeiramente tostada. Deitar os legumes e, por cima, as duas fatias de queijo. Dobrar os lados da omolete, de fora para dentro, em envelope. Virar a omolete para que acabe de cozinhar. Servir de imediato.

Bom Apetite!


quarta-feira, 27 de Junho de 2012

Spaghetti à Bolonhesa com Hortelã



São pratos sem segredos. Para quando apetece um prato de conforto, massa e um picado apurado, cumprem a missão. Com crianças por casa, a escolha tem recaído nos picados de vitela bem limpa, misturada com um bocadinho de um bom chouriço apaladado. Se há algum truque? Molho triturado, enganando os que dizem não gostar nem de tomate nem de cenoura. E uma erva fresca. Sempre. Normalmente manjericão. Mas hoje hortelã. E que bem que ficou a hortelã fresca no prato...


Ingredientes


400 gr de vitela da rabadilha picada
1/4 de um bom chouriço de carne também picado
1 cebola
1 dente de alho
1/2 tomate fresco
4 colheres de sopa bem cheias de polpa de tomate
1 gole de vinho branco
1 cenoura pequena
azeite, sal, pimenta, noz-moscada, louro moído
spaghetti


Preparação


Refogar a cebola e o alho picados num pouco de azeite por uns minutos. Juntar o tomate picado, a cenoura às rodelas e a polpa de tomate e cozinhar mais uns minutos. Temperar com louro moído, um pouco de sal, de pimenta e de noz-moscada. Refrescar com um gole de vinho branco. Triturar o molho com a varinha mágica. Adicionar a carne picada com o chouriço, deitando mais um pouquinho de sal, e deixar cozinhar em lume médio por 40 a 45 minutos. Rectificar os temperos, se necessário. Cozer o spaghetti em água com um pouco de sal e um fio de azeite de acordo com as indicações da embalagem. Escorrer a água e servir a massa com o picado de carne e umas folhinhas de hortelã.


Bom Apetite!






terça-feira, 26 de Junho de 2012

Tarte de Cerejas e Nozes





Custou mas foi! Depois de pela primeira vez ter conseguido deixar cerejas para utilizar numa sobremesa, tomei-lhe o gosto... Ao bolo de cerejas e coco seguiu-se um doce de cereja (receita a publicar nos próximos dias) e uma tarte de cerejas e nozes. Tenho a receita há uns dez anos. Uma fotocópia da receita manuscrita que a tia da minha amiga AB faz. Comi uma fatia dessa tarte há esses dez anos atrás. E fiquei com a receita. Todos os anos me lembrava dela.... e todos os anos a receita era adiada. As cerejas eram poucas ou o prazer de as comer ao natural era maior. Tudo razões para a postcipar. Até este ano. A minha cozinha branca tem sido salpicada de pingos cor de cereja!... Uma receita deliciosa, que serviu de sobremesa aos festejos da noite de S. João....


Ingredientes


Massa
150 gr de farinha
1 ovo
50 gr de açúcar
75 gr de manteiga à temperatura ambiente (usei 60 gr)
Recheio
500 gr de cerejas
50 ml de vinho do Porto
1 colher de sopa de açúcar
Creme
3 ovos
150 gr de miolo de nozes picadas 
150 gr de manteiga à temperatura ambiente  (usei 100 gr)
150 gr de açúcar (usei 120 gr)


Preparação

Ligar os ingredientes da massa com a mão, até obter uma massa homogénea. Embrulhar em película aderente e reservar por 30 minutos no frigorífico. De seguida, tirar os caroços das cerejas, e colocar em infusão com o vinho do Porto e o açúcar. Entretanto, fazer o creme: na picadora, moer as nozes finamente. Numa taça, bater os ovos com a manteiga, o açúcar e as nozes moídas até obter um creme consistente e homogéneo. Untar uma tarteira com um pouco de manteiga e dispor a massa previamente esticada. Colocar por cima as cerejas e, por último, o creme, alisando bem a superfície. Levar a forno pré-aquecido, a 180ºC, por 50 minutos a 1 hora.


Bom Apetite!






segunda-feira, 25 de Junho de 2012

S. João



Voltou a ser um S. João em família... Com sardinha boa e companhia ainda melhor. Os rituais que se vão mantendo e incutindo nos mais novos. Durante a tarde, os meus três rapazes foram comprar os balões para lançar à noite e um manjerico. Todos os anos o meu Z. me oferece um manjerico. Mais um, então, que ficou a dar cheiro e cor à nossa casa. Enquanto isso, eu preparava a sobremesa para mais logo. Os balões foram lançados, no meio de muita excitação. O do D. vermelho e o do R. laranja. Pontos de luz no céu a somar a outros que já lá iam. Palmas, euforia e desejos pedidos em voz alta, enquanto os balões rumavam ao céu. O D: "Quero ser mágico". O R.: "Quero que a minha vida seja só brincadeira". Martelinhos e fogo de artifício visto da casa branca. Uma noite de S. João feliz!...




sexta-feira, 22 de Junho de 2012

Bolo de Cerejas e Coco



Adoro cerejas. A par de figos e de dióspiros. Compõem a minha trilogia por excelência! E por isso é raro, com estes três frutos, haver outro destino que não seja comê-los ao natural. Com figos já consegui reservar alguns para uma entrada ou para uma salada. No tempo dos dióspiros guardei, finalmente, uns quantos para um bolo. Desta vez consegui guardar cerejas também para um bolo. Uma experiência com cerejas que ficou maravilhosa! Este bolo com morangos serviu-me de inspiração. E sabem que mais? O de cerejas ficou ainda melhor!...


Ingredientes


4 ovos
220 gr de açúcar
85 ml de óleo 

1 iogurte natural + restante de leite até perfazer 200 ml
300 gr de cerejas descaroçadas
50 gr de coco ralado
250 gr de farinha com fermento 


Preparação 

Lavar e descaroçar as cerejas. Envolvê-las com o coco ralado. Bater os ovos inteiros com o açúcar até obter um creme esbranquiçado. Juntar o óleo, batendo bem. Acrescentar o iogurte e o leite, incorporando cuidadosamente. Adicionar a farinha já sem bater, mas misturando bem com a massa. Por fim, juntar as cerejas envolvidas em coco, distribuindo por toda a massa. Levar a cozer em forno a 170º, sem pré-aquecer, numa forma de chaminé untada e polvilhada com farinha, por 50 minutos.

Bom Apetite e Bom S. João! 





quinta-feira, 21 de Junho de 2012

Creme Branco de Couve-Flor e Alho



O meu filho D. detesta cenoura. Mas lá a vai comendo disfarçada... Há uns dias atrás queixou-se da sopa dizendo que estava muito "cenourizada". Neologismos à parte, prometi-lhe que a sopa seguinte não ia ter cenoura. Ia até ser uma sopa branca. Em frente à dita, desconfiado, provou e assentiu: "assim está bem..." Creme branco de couve-flor e alho para um filho...


Ingredientes

1 couve-flor
2 batatas
2 cebolas
1/2 courgette sem casca
1 dente de alho
cerca de 1 litro de caldo de legumes
sal, azeite
salsa fresca, q.b.


Preparação

Cortar todos os legumes finamente, cobrir com o caldo de legumes (o necessário para cobrir todos os legumes) e levar a ferver, reduzindo depois o lume e deixando cozinhar por cerca de 45 minutos. Reduzir a puré com a varinha mágica. Rectificar o sal, se necessário, e adicionar um fio de azeite.  Polvilhar com salsa fresca, a gosto, e servir de imediato.

Bom Apetite!



quarta-feira, 20 de Junho de 2012

Arroz Primavera


Foi impossível resistir ao feijão verde que vinha no meu cabaz da Prove esta semana.... Na sopa, em saladas com ovo picado, cozido numa salada russa e até num arroz muito, mas muito saboroso. Fica a receita de um acompanhamento diferente, da época, e com o nome lindo de arroz primavera!...

Ingredientes

1 chávena de chá de arroz agulha
2 chávenas de chá de água
1 cebola pequena
1 cenoura
1 tomate coração-de-boi pequeno 
1 molho de feijão-verde  
azeite
sal
noz-moscada
1 folha de louro

Preparação

Refogar a cebola picada num pouco de azeite. Quando estiver translúcida, juntar o tomate partido em cubos e a cenoura em meias luas. Refogar mais uns minutos. Juntar de seguida o feijão verde partido em quadradinhos e refogar tudo por mais uns 10 minutos, temperando com sal, moz-moscada e uma folha de louro. Adicionar então a água, esperar que ferva e, de seguida introduzir o arroz. Deixar cozer em lume brando por 15 minutos. Servir de imediato!...

Bom Apetite!



terça-feira, 19 de Junho de 2012

Feijão com Chouriço




As minhas versões de feijoada são praticamente vegetarianas. Umas rodelas de chouriço ou de salpicão chegam para dar o toque guloso à refeição. Tudo o resto vem da terra. Biológico e cheio de sabor. Basta por si. A receita é simples, para que todos os ingredientes sobressaiam...


Ingredientes


1 saquinho de feijão branco (usei este, do meu cabaz Prove)
3 folhas de couve sabóia
3 couves pack-choi
1 cenoura grande
1 cebola nova
1 dente de alho
1 folha de louro
polpa de tomate
azeite
sal e noz-moscada
umas rodelas de um bom chouriço (usei Casa da Prisca)


Preparação


De véspera, demolhar o feijão em bastante água. No dia seguinte, cozer o feijão com água e sal por 30 a 40 minutos, ou até estar bem cozido. Reservar, guardando a água de o cozer. Fazer um refogado com azeite, a cebola e o alho picados. Juntar a cenoura partida às meias luas e as rodelas de chouriço. Ao fim de uns minutos adicionar a polpa de tomate e mexer bem. Deixar tomar gosto por mais uns minutos. Juntar em seguida a couve sabóia cegada e refogar por uns 5 minutos. Juntar então as folhas inteiras da couve pack-choi, dando um pequeno golpe nos talos (para que fiquem mais tenros), um pouco de sal, uma pitada de noz-moscada e a folha de louro. Cozer, tapado e em lume brando, por 30 minuto ou até que as couves se apresentem bem cozidas. Adicionar o feijão com a própria água e deixar ferver por mais uns 5 minutos. Rectificar os temperos, se necessário.


Bom Apetite!




segunda-feira, 18 de Junho de 2012

Bolo de Laranja


Mais um fim-de-semana, mais um bolo... O cheiro dos bolos de laranja no forno são-me particularmente agradáveis. São cheiros frescos, que pedem um chá acabado de fazer para acompanhar uma fatia ainda morna. Impossível resistir. Para ir comendo pelo fim-de-semana fora...

Ingredientes

3 chávenas de chá de farinha
1,5 chávena de chá de açúcar
1 chávena de chá de óleo
5 ovos inteiros
2 colheres de chá de pó Royal
raspa da casca de 1 laranja
1 chávena de sumo de laranja quente


Preparação

Bater bem o açúcar com os ovos. Adicionar de seguida a farinha misturada com o fermento, o óleo, a raspa da casca de laranja e o sumo de laranja, envolvendo bem. Untar uma forma de buraco com margarina e polvilhar com farinha. Levar ao forno, a 170ºC, por 45 minutos.

Bom Apetite!

sexta-feira, 15 de Junho de 2012

Salada de Couve-Roxa com Queijo de Cabra e Maçã


Já apetecem pratos leves para os jantares destes dias compridos. Uma salada fresca cumpre o requisito e pode ser simultaneamente muito saciante. Ao sabor do que havia no frigorífico, preparei uma que merece destaque. Pela combinação de sabores, especialmente. Uma salada bonita aos olhos e delicada no seu sabor. Para comer enquanto esperamos a chegada do Verão...

Ingredientes (para 2 pessoas)

1/4 de couve roxa cozida
1/2 maçã
6 ovinhos de codorniz cozidos
azeitonas gregas
1/2 queijo de cabra
1 fio de azeite

Preparação

Cegar a couve roxa e cozê-la num pouco de água com sal por 3 a 5 minutos. Escorrer e deixar que fique à temperatura ambiente. Em pratos individuais, colocar a couve roxa no centro e enfeitar com fatias de maçã cortadas muito finas. Adicionar umas azeitonas, os ovinhos partidos ao meio, e quadrados de queijo de cabra. Regar com um fio de azeite e servir de imediato.

Bom Apetite!



quinta-feira, 14 de Junho de 2012

Arroz de Camarão com Folha de Caril



Um dia de Primavera pediu um arroz diferente. Com tomate, camarão, um atrevido piri-piri e folhas frescas de caril a polvilhar no final. A utilização da água de cozer umas postas de corvina conferiu-lhe um delicado mas pronunciado sabor a mar. E um belíssimo vinho branco bem fresco fez-lhe companhia. Ficou muito aromático. Uma refeição que sabe bem recordar, pelo que fica a receita e as imagens!...

Ingredientes

200 gr de miolo de camarão congelado (grande)
1 chávena de chá de arroz basmati
2 chávenas de chá de caldo de cozer corvina
1 cebola
1 dente de alho 
1 fio de azeite
1/2 tomate fresco
1/2 chávena de chá de polpa de tomate
1 golpe de vinho branco
1 piri-piri esmagado com um pouco de sal
folhas de caril
uma pitada de noz-moscada

Preparação

Num tachinho, reforgar a cebola e o alho picado num pouco de azeite. Refogar por uns minutos e adicionar o camarão, o tomate fresco picado, a que se tirou previamente a pele, e a polpa de tomate. Deitar o piri-piri esmagado com um pouco de sal. Refogar mais uns minutos. Deitar o vinho branco e deixar evaporar. Juntar então o caldo de peixe e temperar com um pouco de noz-moscada. Aumentar o lume. Quando ferver, juntar o arroz e umas folhinhas de caril picadas. Baixar o lume para o mínimo e deixar cozinhar por 13 minutos. Polvilhar com mais folhinhas de caril picadas. Servir de imediato!

Bom Apetite!


quarta-feira, 13 de Junho de 2012

Tiramisú de Morangos com Chocolate


Sei que a AB gosta de tiramisú. E de Morangos. Combiná-los pareceu-me uma boa ideia, depois que vi esta receita da nossa querida Elvira. Comprovou-se: uma sobremesa deliciosa e fresca! Que casa perfeitamente com Primavera...

Ingredientes
(Adaptado desta receita)

3 ovos
3 colheres de sopa de açúcar
250 gr de queijo mascarpone
600 gr de morangos
1/2 cálice de licor de cereja (ginjinha)
200 gr de savoiardi ou pavesini (ou biscoitos de champanhe)
cacau em pó

Preparação

Lavar os morangos e fatiá-los. Triturar 150 gr desses morangos no liquidificador, juntamente com o licor (se necessário, juntar um pouqinho de água, para não ficar tão espesso). Reservar. Separar as gemas das claras. Bater as gemas com o açúcar até obter uma mistura espessa. Adicionar o mascarpone e mexer bem até o creme ficar homogéneo. Bater as claras em castelo e envolver no preparado do queijo, delicadamente. Embeber com cuidado os biscoitos no creme de morango e forrar um recipiente. Colocar um pouco de creme e, por cima, metade dos restantes morangos fatiados. Colocar outra camada de biscoitos embebidos e outra camada de creme e de norangos. Colocar uma terceira camada de biscoitos embebidos e, por fim, a última camada de creme e alisar a superfície. Polvilhar com cacau em pó. Levar ao frigorífico e servir bem fresco.

Bom Apetite!


terça-feira, 12 de Junho de 2012

Pescada Gratinada com Camarão




Um prato leve e saboroso. E também versátil e prático, pois pode ser preparado com alguma antecedência e ser levado ao forno apenas para gratinar. Optei por tornar o molho ainda mais leve, utilizando em partes iguais água de cozedura do peixe e leite. Os espargos que tinha comprado eram tão bonitos que decidi não os misturar no gratinado, mas servi-los com honra de acompanhamento. Fcou delicioso!...

Ingredientes

6 medalhões de pescada
400 gr de camarão cozido com casca
40 gr de margarina
1 colher de sopa bem cheia de farinha
2,5 dl a 3 dl de água de cozer o peixe
2,5 dl a 3 dl de leite
sal, noz-moscada, sumo de limão
margarina 
salsa picada
queijo ralado q.b.

1 molho de espargos verdes
água e sal

Preparação

Para a Pescada: Cozer a pescada em água com um pouco de sal por 15 a 20 minutos. Escorrer, reservando a água da cozedura do peixe. Descascar o camarão e reservar. Num tachinho, deixar derreter a margarina e juntar a farinha, mexendo bem até se formar uma bola. Deitar em fio o caldo de cozer o peixe e o leite (devem estar quentes) mexendo sempre. Quando terminar o caldo e o leite, deixar o molho ferver um minuto só até engrossar. Fora do lume temperar com noz-moscada e umas gotas de sumo de limão. Rectificar o sal, se for necessário. Barrar uma travessa de ir ao forno com um pouquinho de margarina. Colocar o peixe desfeito em lascas grossas e o camarão. Polvilhar com salsa fresca. Cobrir com o molho e colocar um pouco de queijo ralado. Levar ao forno a gratinar, a 190ºC, por 15 a 20 minutos ou até adquirir um tom tostado. Servir com arroz branco e espargos cozidos.

Para cozer os espargos: Lavar os espargos cuidadosamente. Retirar a cada um a parte mais grossa do talo (cerca de 2 dedos), que poderá mais tarde ser usada num caldo de legumes, numa sopa ou numa omolete (como foi o caso!...). Com um descascador de legumes, retirar a parte mais fibrosa de cada espargo (incluindo do talo que se aparou). Num tacho largo e baixo colocar os espargos um a um mantendo-os afastados uns dos outros. Depois de ocupar a base do tacho, colocar uma segunda andada de espargos, no sentido perpendicular, formando uma quadrícula. Proceder assim sucessivamente até terminarem. Cobrir com um pouco de água, apenas o necessário para os cobrir, e temperar com um pouco de sal. Cozem por 10 a 12 minutos. Retirá-los, um a um, com uma pinça, de forma a não quebrar nenhum. Guardar a água de cozedura para utilizar numa sopa, por exemplo.

Bom Apetite!

 

segunda-feira, 11 de Junho de 2012

Bolo de Legumes



Não ficou como os da Mar... Mas o sabor estava lá. Uma forma demasiado grande, e por isso não adequada, impediu a obtenção de um bolo alto. Ficou um bolo que parecia uma tortilha. Mas que agradou. E houve até a sugestão de incluí-lo num pic-nic!... Para a próxima, dobrar as quantidades ou escolher uma forma mais pequena.... Se repeti-la tal qual, chamar de bolo-tortilha ou "bolacha" de legumes!...

Ingredientes

1 alho francês
1/2 pimento laranja
1 couve pack-choi pequena
1 chávena almoçadeira da farinha
3/4 da chávena almoçadeira de leite
4 ovos caseiros
1/4 da chávena almoçadeira de queijo da Ilha ralado
1 fio de azeite
sal e pimenta

Preparação

Cortar o alho francês em rodelas, o pimento em pequenos cubos e cegar a couve. Numa frigideira, saltear todos os legumes num pouco de azeite. Temperar com um pouco de sal e pimenta. Numa taça, bater bem os ovos com o leite e a farinha. Adicionar os legumes salteados e o queijo e envolver bem. Se necessário, rectificar o sal. Levar a cozer em forno pré-aquecido, a 175ºC, por 25 minutos. Fica bom quente ou frio, partido em quadrados.

Bom Apetite!



sexta-feira, 8 de Junho de 2012

Mesa para um Almoço com Amigos


A minha amiga gosta de cor. Por isso, a mesa para a receber tinha de ser alegre e colorida. Sei que gosta destes chemins, daí a escolha. Tudo o resto foi natural: flores apanhadas do jardim da minha sogra, loiça da SPAL, copos de água da Marinha Grande e de vinho da Leonardo. E várias peças da Bordalo Pinheiro: tacinhas em formato de abóbora, travessas de folha de couve. Um festival de cor na mesa de uma cozinha branca.


quarta-feira, 6 de Junho de 2012

Almoço com Amigos


A minha amiga e colega de trabalho AB acompanha de perto todos os momentos da minha vida há já 12 anos!... Partilhar o dia-a-dia com uma amiga querida como ela é muito importante. Saber que conto com ela para os desabafos, para idas às compras, para telefonemas mais ou menos rápidos, para conselhos vários. E por isso ela viveu comigo o processo de mudança de casa e de espera pela conclusão das obras. Visitou inclusivamente a casa durante as obras. Foi, portanto, uma enorme satisfação recebê-la, agora que as paredes já não estão em tijolo nem o chão em cimento. Recebi-os na cozinha, é certo, num domingo bonito em que a luz tornava a casa ainda mais branca. 

Para a ementa um bolo de legumes, que fiz acompanhar de quadrados de queijo de cabra, um pouco de chutney de beringela e salada de alface. O prato principal foi um gratinado de pescada e camarão, acompanhado por espargos cozidos e arroz basmati de louro e alho. À sobremesa, um tiramisú de morangos. Uma ementa saborosa para um dia de Primavera. Lá fora e à mesa.



Tiramisù de Morangos com Chocolate