quarta-feira, 30 de Novembro de 2011

Mesa para mais um Almoço com Pinta




Para este almoço, rosa, beije e castanho. Uma mesa com flores e variações em torno dessas 3 cores. Toalha castanha com chemin rosa, pratos beijes e outros rosa da Bordalo Pinheiro. Copos da avó e outros da Leonardo. Umas tacinhas da Lethes Home que albergavam um delicioso Chutney de Manga e um não menos saboroso Achar de Beringela. Uma mesa para receber a amizade, num domingo de Novembro cheio de sol.



terça-feira, 29 de Novembro de 2011

Mais um Almoço com Pinta


Costumo baptizar os almoços com comida de inspiração indiana de "Almoços com Pinta", numa alusão à famosa "tilaka" (ou tilak), a marca que os hindus usam na testa e que simboliza o terceiro olho ou o olho da sabedoria. Este almoço de amigos foi combinado durante um passeio em Serralves, depois de eu lhes dizer que num determinado sítio do jardim costuma cheirar a caril, uma planta aromática que ali deve ter o seu espaço. Palavra puxa palavra e ficou decidido uma carilada para breve!... Para preparar o Caril de Camarão, umas Chamuças trazidas pela S., uns Rolinhos de Azeitona e uma Salada Verde com Maçã e Romã. A acompanhar, Pão Naan, Chutney de Manga e Achar de Beringela. De sobremesa, um belíssimo Bolo de Bolacha feito pela X. Antes, 5 meninos comeram alegremente outra comida que não a indiana. E à mesa, houve conversas, risadas e notícias boas, enquanto os piratas brincavam pela casa. Muito bom estar com amigos!...



Salada Verde com Maçã e Romã
Caril de Camarão com Lima
Bolo de Bolacha

segunda-feira, 28 de Novembro de 2011

A Perspectiva das Coisas

 Claude Monet - Natureza Morta (1872)

Voltei à Gulbenkian para a 2ª parte desta Exposição. Uma fugida, numa hora de almoço de um dia de reuniões em Lisboa. Antes, uma breve paragem na Cafetaria do Museu. Um sítio de que gosto mesmo muito. Uma sopa e um vol-au-vent de espinafres comidos de um trago, que a exposição esperava por mim. Sempre me fascinaram as naturezas mortas, ou, o termo que prefiro, os "there's still life". Uma terminologia anglo-saxónica que consegue introduzir vida nesses registos. Retratos de objectos e temas do quotidiano, agora dos séculos XIX e XX. Com contextos históricos e sociais impossíveis de dissociar. Cenas de caça, lanches opíparos ou as escassas refeições do pós-guerra, tudo existe e coexiste nesta mostra. A experimentação na arte e a importância da Mesa. Na volta, a compra do catálogo da exposição. Para em casa poder rever demoradamente todos os "Quadros de uma Exposição". Um registo palpável desse dia.

Édouard Vuillard, Natureza-Morta com Salada (1887-1888)

sexta-feira, 25 de Novembro de 2011

Bolo Fofo de Chocolate



Para mim, receitas de bolo de chocolate, de tarte de maçã ou de bôla de carne nunca são demais. Colecciono-as. Verdade! A minha amiga AB. passou-me mais uma de bolo de chocolate. Um bolo especialmente fofo e saboroso, que foi feito para uma tarde de brincadeira dos meus filhos com um amiguinho da escola que passou uma tarde de domingo em nossa casa. 3 rapazes lambusados com bolo de chocolate. E felizes por brincarem juntos num mundo de fantasia que é só deles... Já o bolo pode ser de todos. Aqui vai...


Ingredientes


4 ovos
1 chávena de água quente
2 chávenas de açúcar (coloquei 1 e 1/2)
2 chávenas de farinha com fermento
1 chávena de chocolate em pó
1 chávena de óleo


Preparação


Bater as gemas com a água quente por 5 minutos. Fica um creme fofo e volumoso. Juntar o açúcar e continuar a bater. Adicionar depois a farinha, o chocolate e o óleo e envolver com a colher de pau. Por fim, juntar as claras batidas em castelo. Colocar numa forma sem buraco (22 cm) untada com manteiga e polvilhada com farinha. Coze no 180ºC por 50 a 60 minutos.


Bom Apetite!





quinta-feira, 24 de Novembro de 2011

Arroz de Festa


Conheço-o desde sempre por estes dois nomes: "arroz árabe" ou "arroz de festa". Indecisa quanto ao nome a escolher para o apresentar, optei finalmente pelo nome que combina com o blog. A Festa de Babette merece ter um Arroz de Festa! Para servir, quem sabe, na Noite ou no Dia de Natal, a acompanhar o perú assado. Ou numa qualquer outra ocasião. De festa, ou simplesmente de alegria... 


Ingredientes


1 chávena de arroz carolino
1 cebola
3/4 de chávena de passas e pinhões (em partes iguais)
azeite
2 chávenas de água quente


Preparação


Refogar a cebola picada no azeite por uns minutos. Juntar as passas e os pinhões e misturar bem. Adicionar o arroz e deixar fritar ligeiramente. Adicionar a água quente, temperar de sal, e deixar cozinhar por 15 minutos.


Bom Apetite!



quarta-feira, 23 de Novembro de 2011

Nuggets de Frango


Mais uma receita vitoriosa. Aprovada pelos miúdos e graúdos da casa. Uma forma diferente de comer frango, e muito, muito saborosa. Como são cozinhados no forno, torna-se, assim, uma refeição bastante saudável. Os nuggets ficam crocantes e apetitosos. Um a um, foram desaparecendo da travessa...


Ingredientes
(Receita adaptada da Vaqueiro)


2 peitos de frango
1 clara de ovo
farinha q.b.,
125 gr de corn-flakes
sal, pimenta e sumo de limão
ketchup para acompanhar


Preparação


Cortar os peitos de frango em cubos e temperar com sal, pimenta e sumo do limão. Deixar marinar pelo menos 2 horas. Ralar os corn-flakes e deitar numa tacinha. Escorrer o frango da marinada, passar por farinha, em seguida pela clara batida em castelo e, finalmente, pelos corn-flakes. Colocar os cubinhos de frango sobre um tabuleiro forrado com papel vegetal e levar a forno quente (200º C) durante 10 minutos. Virar os cubos de frango e levar de novo ao forno mais 15 minutos. Servir simples ou acompanhados de ketchup.

Bom Apetite!

terça-feira, 22 de Novembro de 2011

Bolo de Iogurte



Um bolo de iogurte delicioso. De um blog também ele delicioso. É mais uma receita de um bolo simples para se ter em casa, para acompanhar uma chávena de chá ou de café. Ou ainda (como foi o caso), para congelar uma porção à fatia e ter, depois, lanches diferentes para os meninos levarem para o colégio. Passou a ser a minha receita de bolo de iogurte. Uma flagrante delícia!...


Ingredientes


100 gr de margarina amolecida
4 ovos (caseiros, de preferência)
240 gr de farinha com fermento
2 iogurtes gregos naturais e não açucarados
260 gr de açúcar

Preparação
Pré-aquecer o forno a 180ºC. Untar e polvilhar de farinha uma forma de 22 cm de diâmetro.
Bater a manteiga com o açúcar até que fique um creme macio. Juntar o iogurte e as gemas batidas. Adicionar a farinha e misturar bem. Incorporar as claras batidas em castelo com cuidado. Cozer durante 30-40 minutos (não deixar cozer demasiado).
Bom Apetite!

segunda-feira, 21 de Novembro de 2011

Sandes de Atum com Limão e Ovo


Às vezes ao domingo à noite não apetece mais do que uma sopa e uma sandwich... Aligeirar uma refeição que se torna assim prática e leve. Permite desenjoar dos excessos que possam ter existido no fim-de-semana, além de que se devem perdoar à cozinheira as horas de menor inspiração... Ainda assim, o que era para ser uma simples tosta mista, acabou numa sandes digna de registo. Para quando o imperativo é simples e bom!... Num qualquer domingo próximo...

Ingredientes 

4 fatias de pão de forma
1 lata de atum
1 cebolinha nova
2 colheres de chá de maionese
sumo de 1/4 de limão
salsa fresca
azeite
1 ovo cozido
folhas de alface

Preparação

Cozer o ovo em água e sal por 15 minutos, descascar e cortar às rodelas. Escorrer o atum e reservar. Picar a cebolinha e a salsa finamente, adicionar a maionese e envolver tudo no atum. Temperar com o sumo de limão. Torrar levemente as fatias de pão. Colocar sobre uma das fatias as folhas de alface e, por cima, metade da pasta de atum. Dispor as rodelas de metade do ovo, regar com um ligeiro fio de azeite (faz mesmo a diferença!...) e colocar a segunda fatia de pão. Repetir o procedimento para a outra sandes. 


Bom Apetite!




sexta-feira, 18 de Novembro de 2011

Bolo de Dióspiro com Nozes


Um dos bolos mais deliciosos dos últimos tempos. Feito de uma fruta de que gosto tanto, tanto, que nunca conseguem sobrar para outra utilização que não seja comê-los ao natural. Mas este bolo estava debaixo de olho há demasiado tempo, pelo que me pareceu melhor reservar 4 dióspiros para o efeito. Fica um bolo com uma textura húmida e macia. Delicioso, mesmo!...Lancei o desafio aos de casa para adivinharem o ingrediente secreto. Ninguém acertou, mas toda a gente repetiu...

Ingredientes
(Receita da Laranjinha)

1 ovo
200 gr açúcar
2 colheres de sopa de manteiga (derretida e arrefecida) 

4 dióspiros bem maduros
1 colher de chá de canela
Raspa de meia laranja grande
Raspa de meio limão grande
1/4 colher de chá de sal
300 gr farinha
2 colheres de chá de fermento
1 chávena de nozes picadas



Preparação

Descascar os dióspiros e reservar a polpa. Entretanto separar a gema da clara e bater a gema com o açúcar e a manteiga derretida mas arrefecida. Juntar a canela, a raspa da laranja e de limão, o sal, a polpa dos dióspiros e mexer bem. Juntar de seguida a farinha, o fermento e as nozes grosseiramente picadas. Bater a clara em castelo e envolver no preparado anterior. Levar ao forno pré-aquecido, a 180º, durante 50 minutos.


Bom Apetite!

quinta-feira, 17 de Novembro de 2011

Lasanha de Abóbora e Beringela Assadas com Ricotta


Apetecia-me lasanha. E apetecia-me uma lasanha de Outono. Com tudo o que há de improvável na combinação de abóbora com beringela. E um creme ligeiro de Ricotta... Ficou uma delícia, esta minha lasanha de Outono. Com cheiros saborosos no ar. Primeiro os legumes a assar no forno, depois o molho de tomate, e por fim o cheiro da lasanha a gratinar. Uma lasanha diferente, mas muito saborosa. De Outono.

Ingredientes (4 pessoas)

4 placas de massa fresca de lasanha
1 beringela grande
750 gr de abóbora butternut
sal, pimenta noz moscada
1 fio de azeite
250 gr de queijo ricotta
queijo mozzarella ralado, a gosto

Preparação

Lavar e descascar a abóbora, partindo-a aos cubinhos. Lavar a beringela e cortar também em cubos. Num tabuleiro de ir ao forno, colocar uma folha de papel vegetal e dispor os legumes. Temeperar com sal, pimenta, noz-moscada e um fio de azeite. Levar ao forno a assar, no 190ºC, por 25 minutos. Colocar o queijo ricotta numa taça, temperar com sal, pimenta, noz-moscada e misturar com um pouco de queijo mozzarella ralado. Envolver bem com um garfo ou uma vara de arames. Numa assadeira, colocar um fio de azeite e colocar a primeira camada de massa. Colocar 1/3 do recheio de vegetais e cobrir com 1/3 do creme de ricotta. Colocar outra camada de massa e repetir o procedimento. Com estas quantidades obtemos 4 placas de massa com 3 camadas de recheio. Cobrir com o molho de tomate, a gosto e polvilhar com queijo ralado. Levar ao forno a 180ºC, a gratinar, por 20 minutos.

Bpm Apetite!



quarta-feira, 16 de Novembro de 2011

Linguado com Amêndoa e Salsa




É um dos peixes que mais gosto. E para mim tem de ser comido de forma simples, para não ofuscar o seu sabor subtil e fresco. Aqui fica uma versão saborosa, com um quê de especial dado pela amêndoa. Um prazer de refeição...


Ingredientes 

2 linguados frescos, amanhados e com um golpe em diagonal
Azeite, sal, um golpe de pimenta
Sumo de meio limão
Salsa cortada grosseiramente
1 nozinha de manteiga
Amêndoa aos palitos

Preparação

Põe-se o linguado numa assadeira barrada com azeite. Tempera,-se com os ingredientes descritos, põe-se a salsa e volta-se a regar com um fio de azeite e uma noz de manteiga. Vai ao forno com temperatura moderada (170 ºC) , cerca de 45 min. A 15 min. do final, colocam-se as amêndoas e batatas cozidas cortadas em palitos grossos. 

Bom Apetite!


terça-feira, 15 de Novembro de 2011

Tiramisú sem Ovo


Uma versão sem ovo da clássica sobremesa italiana. Com um pouco de natas a contribuir para a obtenção de um creme fofo. Quem provou ambas as versões comprova que são as duas deliciosas... Para comer fresco depois de um almoço de amigos. Na versão para a X., "salmonela-free"...


Ingredientes

75 gr de açúcar (3 colheres de sopa) 
250 gr de queijo mascarpone
125 gr de natas
2,5 dl de café forte frio (2 nespressos lungos)
1/2 cálice de rum + umas gotas de rum para o creme
200 gr de savoiardi ou pavesini (ou biscoitos de champanhe)
cacau em pó

 
Preparação
Preparar o café, misturar com o rum e deitar numa travessa larga para arrefecer. Bater o mascarpone com o açúcar até obter uma mistura cremosa. Adicionar umas gotas de rum e misturar bem. Bater as natas e envolver no preparado do queijo, delicadamente. Embeber com cuidado os biscoitos no café com o rum e forrar um recipiente. Colocar um pouco de creme. Colocar outra camada de biscoitos embebidos e outra camada de creme. Colocar uma terceira camada de biscoitos embebidos, a última camada de creme e alisar a superfície. Polvilhar com cacau em pó. Levar ao frigorífico e servir bem fresco.

Bom Apetite!


segunda-feira, 14 de Novembro de 2011

Almoço de Amigos

 


Ser recebida por amigos. Com mais amigos. Num domingo de Novembro cheio de sol. Fica o registo de um dia muito bem passado, com crianças a brincar e petiscos deliciosos numa mesa cromática. A branco e preto. Prato de presunto e outro de salmão fumado (presunto do mar, para as crianças...), Cogumelos Shitake com Pato em Molho Cremoso, Salada de Rúcula, Abóbora Assada com Queijo, Bôla de Carne e Espinafres. Para a sobremesa, vários prazeres: Gelatina de Ananás, Bolo de Chocolate e a minha contribuição: bolinhos de coco para as crianças (e para a S.!...) e uma nova versão de Tiramisú sem ovo (por causa da X.!...). Obrigada, queridos amigos. Foi realmente um dia de coração cheio! E amanhã, a receita de um tiramisú "salmonela-free"... 



sexta-feira, 11 de Novembro de 2011

Tarte de Marmelo



Uma sugestão doce, em dia de S. Martinho. Que foi a nossa sobremesa do "Almoço de Outono". Receita resgatada de uma folha de papel dobrada há demasiado tempo. De um blog do qual não anotei o nome, e que por isso não posso citar... Muito aromática e saborosa, esta tarte servida morna num domingo de Novembro. 


Ingredientes


2 marmelos grandes
2 colheres de sopa de açúcar mascavado
sumo de meio limão
Vinho do Porto
1 e 1/2 chávena de farinha
1 chávena de açúcar amarelo
1 colher de chá de fermento
2 ovos
canela e noz-moscada
200 ml de leite 
margarina para untar a forma



Preparação


Barrar abundantemente uma forma de 22 cm de diâmetro com margarina. Polvilhar com as 2 colheres de açúcar mascavado. Colocar os marmelos partidos em fatias finas, de forma a que cubram todo o fundo da forma. Regar com o sumo de limão e com um pouco de Vinho de Porto (1/2 cálice). Numa taça colocar os ingredientes secos (farinha, açúcar e fermento) e misturar bem. Noutra taça, bater ligeiramente os ovos e juntar o leite, mexendo bem. Envolver os líquido na mistura dos secos e incorporar bem, sem no entanto bater demasiado. Levar ao forno, pré-aquecido a 180ºC, por 30 minutos. Desenformar, virando a Tarte para um prato. Servir morna.


Bom Apetite! 



PS. E entretanto, descobri a fonte... Estava afinal aqui tão perto. É de um blog muito bonito, chamado gourmets amadores...

quinta-feira, 10 de Novembro de 2011

Lombinhos de Porco com Castanhas


 Um prato bem saboroso e que condiz com esta altura do ano. Gosto particularmente de assados de forno com castanhas. Como estes lombinhos de porco. Comida de Outono perfeita!


Ingredientes


4 lombinhos de porco
Alho
Sal
Azeite
Massa de pimentão
Polpa de tomate
Vinho Branco
Louro
Salsa
500 gr de castanhas congeladas

Preparação

Numa taça, colocar um dente de alho picado por cada lombinho e duas colheres de chá de sal. Regar com bastante azeite (até cobrir bem os temperos) e mexer o preparado com um garfo. Juntar uma colher de café de massa de pimentão por cada lombinho. Também por cada lombinho, juntar uma colher de sopa de polpa de tomate e uma colher de sopa de vinho branco. Colocar os lombinhos na assadeira e picar a carne com uma faca de cozinha, para que o molho se entranhe bem. Pincelar abundantemente cada lombinho com o molho, de ambos os lados. Verter a marinada restante sobre a carne. Colocar uma folha de louro e um ramo de salsa por lombinho. Fica a marinar por 12 horas. Assar em forno a 180ºC, por 1 hora e 30 minutos. Virar a meio da cozedura para tostar dos dois lados e acrescentar nessa altura as castanhas directamente do congelador, com um pouco de sal, para que tenham tempo de cozer e de adquirirem o sabor do molho onde estão a ser cozinhadas. 

Bom Apetite!

quarta-feira, 9 de Novembro de 2011

Creme de Abóbora



O almoço de Outono começou com um reconfortante creme de abóbora. Um início ligeiro de refeição que aconchegou num dia de Novembro que teve sol e frio. O creme ficou muito aveludado e saboroso e foi finalizado com uns cubinhos de abóbora assada e cebolinho. Perfeito!


Ingredientes


2 cebolas grandes
2 cenouras grandes
2 batatas médias
1 talhada de abóbora machado
água (ou caldo de legumes)
sal
azeite


cebolinho
abóbora butternut
sal, pimenta noz-moscada, azeite


Preparação


Numa panela refogar ligeiramente no azeite os legumes previamente partidos em pedaços pequenos.  Cobrir com água (ou caldo de legumes) e deixar cozer por 40 minutos. Triturar com a varinha mágica, fazendo movimentos circulares e de baixo para cima, como que para levantar a sopa (vai trazer maior cremosidade ao resultado final). Temperar com sal e deitar um fio de azeite. Enquanto os legumes da sopa cozem, partir em pedaços pequenos um pouco de abóbora butternut. Espalhar por cima de um tabuleiro de forno forrado com papel vegetal. Temperar com sal, pimenta e noz-moscada e regar com um fio de azeite. Levar a forno pré-aquecido, nos 190ºC, por 20 a 25 minutos. Reservar. Na hora de servir a sopa, colocar o creme e enfeitar com uns cubinhos de abóbora assada e cebolinho fresco.


Bom Apetite!




terça-feira, 8 de Novembro de 2011

Uma Mesa de Outono




O Outono à Mesa. Nos sabores, nas cores e nos motivos. Um centro de mesa que é uma terrina de sopa em forma de abóbora. Usada para servir um creme de abóbora, em tacinhas que são também pequenas abóboras. Outonais também os guardanapos, com parras, uvas e outras frutas de Outono e a cor dourada dos copos de água. Uma mesa posta com carinho, para receber o Outono...




segunda-feira, 7 de Novembro de 2011

Almoço de Outono


Uma celebração do Outono. Trazê-lo para as mesas da Festa, num almoço para os Sogros. Foi esse o mote deste almoço. Pensar numa ementa que recebesse o Outono, com os ingredientes e as cores da época. Na mesa, inspirações outonais em torno das abóboras. Para as boas-vindas, um queijo de cabra amanteigado, com uma broa de centeio com um valor, digamos, sentimental. Foi feita pelos meus filhos num passeio recente do colégio a uma quinta pedagógica e os avós provaram, assim, os seus dotes culinários. Para entrada, uma belíssima e cremosa sopa de abóbora. O prato principal trazia o Outono sob a forma de castanhas, a adornar uns lombinhos de porco assados. À sobremesa, mais Outono, em forma de tarte de marmelo. Um almoço saboroso, que uma vez mais recebeu avós e netos à volta de uma mesa cor de Outono...

sexta-feira, 4 de Novembro de 2011

Cubinhos de Frango com Legumes


Comida do dia-a-dia. Aqui reinventada pelo toque do aipo. Um franguinho primavera que assim muda de figura... e se apresenta aromático e ultra-saboroso. Para o comum dos dias, mas com um pequeno twist...


Ingredientes (4 pessoas)


2 peitos de frango cortados em cubos
azeite
1/2 salpicão cortado em cubos
1 cebola picada
2 cenouras às rodelas
1 chávena de chá de ervilhas
2 talos de aipo cortados finamente
1 folha de louro
1 colher de chá de massa de pimentão
1 embalagem de polpa de tomate
1 gole de vinho branco
sal e pimenta
salsa fresca picada


Preparação


Refogar a cebola no azeite. Juntar a cenoura e o salpicão e refogar mais uns minutos. Deitar o  vinho branco e deixar que evapore. Adicionar o frango, as ervilhas e o aipo e mexer. Juntar a polpa de tomate, a massa de pimentão e envolver bem. Temperar de sal e pimenta e juntar uma folha de louro. Tapar e reduzir o lume, deixando cozinhar por 20 minutos. Polvilhar com salsa fresca e servir de imediato. 


Bom Apetite!



quinta-feira, 3 de Novembro de 2011

Gemelli



Foi a segunda vez que fui ao Gemelli. Depois de ter ido lá pela primeira vez uns meses depois dos meus gémeos nascerem. Gostei da coincidência dos nomes. E tinha gostado muito da comida. Por isso voltei. 5 anos depois. Ao espaço que agora ocupam na R. Nova da Piedade. O Chef Augusto Gemelli continua a surpreender e a ser fiel à qualidade. Optámos pelo menu de degustação, que conquistou, pela sua simplicidade e coerência. 




De entrada, uma bruschetta de pão caseiro com cogumelos bravos, queijo fumado e dueto de rúcula.




Seguiu-se um ravioli de massa de tomate com sapateira e espargos sob espelho de creme de açafrão.




Como prato de carne, uma postinha de alcatra de vitela alentejana glazeada com mel de cana de açúcar e alecrim com gratin de batata-doce.





Para o final, uma deliciosa panna-cotta de hortelã-pimenta com creme de chocolate branco e uma mousse de chocolate com creme de limão e chantilly de laranja. As sobremesas, em particular, surpreenderam. É delicioso ir ao Gemelli...