sexta-feira, 29 de Outubro de 2010

Carpaccio de Manga com Presunto


Este nosso "Almoço do Xi" começou muito bem com um Carpaccio de Manga com Presunto. Não tem propriamente receita: apenas fatiar o mais finamente possível uma manga madura e um bom presunto. A combinação de sabores fica muito original: o doce e perfumado sabor da manga combina na perfeição com o salgado do presunto. Mas o facto de serem ambos fatiados tão finamente influencia o sabor final, não o deixando nada enjoativo. Para fatiar o presunto desta forma usei uma máquina de cortar própria. Para fatiar a manga, usei uma faca de cerâmica comprada recentemente e que se mostrou à altura da ocasião!

Ingredientes

1 Manga madura
Fatias de Presunto
Azeite q.b.

Preparação

Fatiar a manga e o presunto o mais finamente que se conseguir (cuidado com os dedos!!!). Dispor numa travessa as fatias de manga e de presunto, alternadamente. Regar com um fiozinho de azeite.

Bom Apetite!

quinta-feira, 28 de Outubro de 2010

Mesa posta para o Almoço do Xi



Esta mesa foi posta de maneira descontraída, mas nem por isso isenta de detalhes... Apetecia-me usar os individuais da Area, que deram um toque "étnico" à mesa. Mas porque mesas originais se fazem muitas vezes de misturas pouco habituais, a louça Bordalo Pinheiro também aqui deu um ar da sua graça. A minha queijeira Bordalo Pinheiro, que tem por "vigias" dois caracóis muito simpáticos, deu o mote para as restantes cores e peças utilizadas: chemin da Casa Alvarinho, copos de água da Marinha Grande, copos de vinho da Leonardo, serviço da Spal. Os pratinhos das entradas são todos diferentes e pintados à mão, herança de família. Para centro de mesa (que aqui foi propositadamente descentrado...) usei um bule que há muito tempo perdeu a tampa, mas que fica lindamente a servir de jarra a flores e dá um toque muito original! Neste caso, umas hortênsias secas de cor amarela e umas pinhas ajudaram a criar a atmosfera outonal e a ligar todas as cores da mesa!...

quarta-feira, 27 de Outubro de 2010

Um Almoço com um Xi para ti!...


Mais uma vez um elogio ao facebook, que de facto pode ser utilizado para coisa muito boas!... Desta vez fez-me reencontrar uma amiga do Colégio. Conhecemo-nos desde os 7 anos e andámos no mesmo Colégio até ao 12º ano!.... E de repente "perdemo-nos" o rasto. Ao fim de 15 anos eu tenho gémeos e ela 5 filhos!... Faz estas peças lindas (daí o nome deste almoço...). Não mora no Porto, mas aproveitei um fim-de-semana em que ela estava por cá para a convidar para almoçar. Conheci um dos seus miúdos (o do meio) que é uma delícia de menino. Ficou combinado um próximo encontro, desta vez com a catraiada toda!.... E ela precisava de um Xi. Recebeu-o dos meus braços, mas também através desta "ementa-mimo" só a pensar nela!.... Foi muito bom, ML!


terça-feira, 26 de Outubro de 2010

Pão Integral de Queijo de Cabra e Nozes


Não lido sempre da mesma forma com uma receita nova. Depende do dia e da receita, claro está ..... Há algumas que requerem maturação, que leio e releio e que só me disponho a fazer um dia mais tarde. E depois há outras (ou outros dias!...) em que o impulso fala mais alto e não descanso enquanto não a executo! Foi o caso deste pão, que a Mónica fez para celebrar o Outono. Mal o vi sabia que o ia fazer rapidamente. Fi-lo na sexta-feira à noite e depois foi só deliciar-me pelo fim-de-semana fora, a acompanhar as refeições e ao pequeno-almoço barrado com mel ou com doce de cenoura!.... Delicioso!....

Ingredientes

500 gr de farinha de trigo integral
325 ml de água morna
1 pacotinho de fermento de padeiro desidratado
1 colher de chá de sal fino
1/2 colher de sopa de açúcar amarelo
50 gr de nozes picadas grosseiramente
50 gr de queijo de cabra esfarelado


Preparação
 
Numa taça juntar a farinha, o sal, as nozes e o queijo. Misturar e fazer uma cova no meio. Noutra taça juntar o açúcar a água e o fermento, mexendo com uma colher e deixando assim por alguns minutos. Juntar o líquido à farinha e ir mexendo com um garfo ou colher até toda a farinha estar absorvida pelo líquido. Começar a amassar com as mãos, passar a massa para uma superfície enfarinhada e amassar por 10 minutos até ficar elástica, empurrando a massa para a frente com a palma da mão e puxando-a novamente para trás. Fazer este movimento várias vezes. Moldar uma bola com a massa, polvilhar com farinha e cubrir com película, tapando com um pano e deixando levedar em local ameno sem correntes de ar até dobrar de volume, o que deve acontecer em mais ou menos 1 hora. Sovar a massa ligeiramente para lhe tirar o ar e voltar a dar-lhe a forma de bola, rodando-a na superfície de trabalho com a palma das mãos (bolear a massa). Pré-aquecer o forno a 190º, por 10 minutos. Deixe descansar mais 10 minutos coberta com um pano. Levar ao forno num tabuleiro enfarinhado, por 35 a 40 minutos.

Bom Apetite!

segunda-feira, 25 de Outubro de 2010

Um Fim-de-Semana no Campo


Já é tradição juntarmo-nos, uma vez por ano, na casa de campo dos meus Tios. Este ano não foi execpção. Foi em Setembro, ainda com a temperatura bem amena, que rumámos à Casa que era um antigo Lagar de Azeite e aos Tios que nos recebem sempre de braços abertos. Gastronomicamente falando, estes fins-de-semana são sempre para mim um verdadeiro workshop culinário. A minha Tia L. (que já apresentei aqui) é uma cozinheira excelente e refinada. Consegue, simultaneamente, elogiar as tradições e inovar nos ingredientes, fazendo incursões a outras culturas. É sempre uma aprendizagem estar com ela e vê-la em acção naquela maravilhosa cozinha. Os petiscos desfilam desde o pequeno-almoço ao jantar, numa sucessão ininterrupta de odores e sabores maravilhosos.

A Casa é um sonho onde apetece simplesmente "Estar". Há sempre por perto bons livros, boa música e bons filmes. E se não apetecer nada disto, há uma vista sobre o rio, num alpendre bucólico, que nos enche a alma de silêncio e de beleza. Aqui o tempo tem tempo...

Como todos os anos, anoto as ementas desses dias, e tiro apontamentos sobre as receitas da Tia L. Cá aparecerão. Em breve!...

Obrigada Tios!...

sexta-feira, 22 de Outubro de 2010

Bolo Inglês de Frutos Secos



Mais um bolinho outonal, com inspiração no famoso bolo inglês. Como os gulosos cá de casa gostam mais de frutos secos que frutas cristalizadas, reinterpretei livremente o conceito e, modéstia à parte, acho que ficou excelente e aromático. Ao contrário do que é habitual, em que sigo à risca uma receita, do princípio ao fim, desta vez tirei ideias a partir de algumas receitas de bolos e depois construí eu própria a receita a executar. Queria um bolo pouco doce, simples e com frutos secos. Que fosse ideal para ser acompanhado de uma chávena de chá bem quente! Consegui!...

Ingredientes

4 ovos
180 gr de açúcar amarelo
100 gr de margarina derretida
280 gr de farinha
2 colheres de chá de fermento
200 gr de frutos secos (usei passas, coríntios, amêndoas, avelãs, pinhões e figos secos)
1 cálice de vinho do Porto
2 colheres de sopa de sumo de laranja

Preparação

Bater muito bem o açúcar com a margarina derretida. Deitar os ovos um a um, batendo bem entre cada adição. Adicionar o vinho do Porto e o sumo de laranja. Deitar os frutos secos, previamente passados por farinha (para não ficarem todos no fundo) e envolver. Por fim, juntar a farinha previamente misturada com o fermento e envolver delicadamente. Levar ao forno, previamente aquecido, numa forma de bolo inglês, a 170ºC por 45 minutos.


Bom Apetite! 


quinta-feira, 21 de Outubro de 2010

Bolachinhas de Limão



Estas tardes de Outono já pedem um chá e umas bolachinhas para confortar.... Estas são muito simples, mas o toque do limão dá-lhes uma graça especial.... Para uma tarde em família!

Ingredientes

125 gr de margarina
125 gr de açúcar
250 gr de farinha
1 ovo
Raspa de um limão

Preparação

Amolecer a margarina e misturar com o açúcar e a raspa do limão. Juntar o ovo previamente batido com um garfo e a farinha. Amassar apenas até formar uma bola. Levar a massa ao frigorífico cerca de 20 min, embrulhada em película aderente, para ser mais fácil trabalhá-la. Na pedra enfarinhada ou por cima de papel vegetal, esticar a massa com o rolo e cortar pequenas bolachas, no formato pretendido. Levar a assar em forno pré-aquecido a 200ºC, cerca de 10 minutos.
 
Bom Apetite!
 

quarta-feira, 20 de Outubro de 2010

Novilho no Tacho


É uma comidinha que já sabe a Outono.... Esta receita é uma alternativa mais saudável aos assados de forno, já que coze no fogão, a temperaturas mais baixas, alterando por isso menos as gorduras. Costumo servir esta carne fatiada o mais fino possível (o truque é fatiar a carne depois de bem arrefecida!...). Com as sobras desta carne partida tão fininha fazem-se sandwiches deliciosas!...


Ingredientes

1 Kg de Novilho (Vazia)
1 cebola grande
Azeite
3 dentes de alho grandes
2 folhas de louro
1 colher de sobremesa de massa de pimentão
Sal, pimenta e noz-moscada q.b.
Um raminho de salsa
1 chávena de café de um bom vinho branco seco

Preparação

Num tacho refogar a cebola e o alho picados com o azeite e as folhas de louro. Assim que estalar, juntar a massa de pimentão, pousar a carne e selá-la, virando-a várias vezes. Temperar com um pouco de sal, um golpezinho de pimenta e noz-moscada, a gosto. Polvilhar com salsa e regar com o vinho branco. Baixar o lume para o mínimo, deixando a carne cozer por cerca de 50 minutos, virando-a ocasionalmente. Se necessário, refrescar com um pouco mais de vinho branco.

Bom Apetite!

terça-feira, 19 de Outubro de 2010

Camarões Tigre com Molho de Limão


... ou então, Camarões Tigre à moda do meu Pai.... Este molhinho é delicioso e é obrigatório ter muito pão à volta para molhar!... Para comer e deliciar os olhos e a barriga! Um verdadeiro petisco!...


Ingredientes

6 camarões tigre já cozidos
2 dentes de alho grandes
4 piripiris secos
sal
azeite
1,5 colher de sobremesa de manteiga
sumo de 1 limão


Preparação

Com uma tesoura, fazer um corte no dorso de cada camarão, da cabeça até à cauda, de forma a abrir a casca e a fazer com que os temperos se entranhem melhor. Num almofariz, triturar os piripiris com um pouco de sal (muito pouco, já que os camarões, ao serem cozidos, já tomaram sal). Num tacho largo e baixo colocar bastante azeite, os alhos picados muito finamente, o piripiri esmagado com o sal e a manteiga. Assim que levantar fervura, deitar metade do sumo de limão e colocar os camarões a saltear. Reduzir a temperatura para lume brando e tapar. Ao fim de uns 3 minutos, virá-los e deitar o restante sumo de limão. Tapar novamente e esperar mais uns minutinhos. Está pronto a servir!


Bom Apetite!

segunda-feira, 18 de Outubro de 2010

É tempo de Marmelada!...


Pronto, não há volta a dar. O Outono já está instalado. Eu, que às vezes faço de S. Tomé, e que fiquei à espera de "ver para crer", tive a prova irrefutável quando os marmelos chegaram à cozinha. As tigelas de marmelada perfiladas na mesa da sala de jantar "marcaram" indiscutivelmente a estação. Se não a podes vencer..... come umas bolachas com queijo e marmelada e brinda ao Outono!....Como eu!

Ingredientes

5 Kg de marmelos (peso já sem casca e limpo de pevides)
4,5 Kg de Açúcar

Preparação

Levar ao lume os marmelos partidos em quadrados com o açúcar, em panelas largas e baixas. Depois de levantar fervura, baixar o lume e deixar cozer destapado por aproximadamente 40 a 50 minutos, mexendo frequentemente. Triturar muito bem com a varinha mágica. Dispor em tacinhas. Ao fim de 1 ou 2 dias cobrir com papel vegetal e deixar secar, a gosto, antes de consumir.

Bom Apetite!

sexta-feira, 15 de Outubro de 2010

Sonhos de Banana



Mais uma receita excelente para aproveitamento das bananas mais maduras. Ou então esperem pacientemente que as ditas amadureçam , que vale a pena testar esta receita! Deliciosa!.. Ou fazendo graça com o nome: um Sonho de receita!.... A receita da calda é a única que entra nesta casa e é a da Sra. D.ª Maria Lurdes Modesto (Calda para "Sonhos à Antiga").

Ingredientes

Sonhos:
3 ovos inteiros
2 bananas grandes bem maduras (3 médias)
2 chávenas de chá de farinha
1/2 chávena de chá de açúcar
1 colher de chá bem cheia de fermento em pó
3 colheres de sopa de leite
óleo q.b.
açúcar confeiteiro e canela

Calda:
350 gr de açúcar
350 ml de água
1 pau de canela
1 casca de limão ou laranja
1 cálice de Vinho do Porto

Preparação

Para os Sonhos: Bater na batedeira os ovos com o açúcar até obter uma consistência homogénea e fofa. Adicionar a farinha previamente misturada com o fermento e peneirada. Envolver bem. Triturar as bananas na varinha mágica e adicionar, juntamente com o leite, à mistura dos ovos com a farinha. Levar uma frigideira com bastante óleo ao lume até aquecer bem. Juntar colheres de sobremesa de massa, reduzindo o lume. Virar os Sonhos de forma a que cozam bem e por igual. Transferir para papel abosrvente para retirar o excesso de gordura. Polvilhar com açúcar confeiteiro e canela. A consistência lembram pequenas bolas-de-berlim, por terem uma textura mais densa.

Para a Calda: Levam-se ao lume todos os ingredientes, com excepção do Vinho do Porto, deixando-se ferver por 1o minutos. Fora do lume, adicionar o Vinho do Porto.

Servem-se os Sonhos regados com Calda, a gosto.

Bom Apetite!

quinta-feira, 14 de Outubro de 2010

Uns dias em Roma!...


No final de Setembro / início de Outubro estive uns dias em Roma, em trabalho. Adoro Itália e adoro Roma!... Aproveitei uma das noites livres para ir ao meu restaurante preferido de Roma, e que é já visita obrigatória: o L'Angoletto. Come-se o melhor Spaghetti alle Vongole que eu conheço e é um charme comer "al fresco", na esplanada recatada de uma pequena praça italiana. A sobremesa foi uma deliciosa Tarte de Ricotta e Chocolate. Fica a dica, para se lá passarem!...



Deixo ainda a imagem dos meus sítios preferidos de Roma, onde não me canso de voltar: o Panteão; a sua linda Piazza della Rotunda e a Fontana de Trevi, os meus "must-see" de Roma.

quarta-feira, 13 de Outubro de 2010

O que é isto?....



Pois minhas amigas e amigos.... recebi um carregamento desta "fruta" (?), já ando a comer há uns dias, e não faço a mais pequena ideia do que é nem como se chama!... Alguém sabe identificar o seu "paradeiro"? O sabor é bastante suave e faz lembrar um tomate mais adocicado com umas notas de romã....

Fica o desafio!... (A ver se mato a curiosidade...)

terça-feira, 12 de Outubro de 2010

Chutney de Maçã com Pimentos



O outro aproveitamento dado à generosa oferta de pimentos, foi este chutney de maçã com pimentos, da nossa querida Pipoka. Para além de ultra-saboroso, perfumou a casa de odores maravilhosos!.... Fica óptimo a acompanhar queijos e pratos de carne!

Ingredientes

500 gr de maçãs
500 gr de pimentos (usei vermelhos, verdes, laranjas e amarelos)
2 cebolas médias
2 dentes de alho
½ chávena de sultanas
1 chávena de vinagre de sidra (250 ml)
½ chávena de vinho branco seco
2 ½ chávenas de água
1 ½ chávena de açúcar mascavado escuro (brown sugar)
2 ou 3 malaguetas
1 colher de chá de cravinho

Preparação

Descascar as maçãs e cortá-las aos pedaços. Cortar também os pimentos, limpando-os das semente. Picar a cebola e esmagar o alho. Juntar todos os ingredientes num tacho grande, com excepção das malaguetas e do cravinho. Colocar estes 2 temperos numa gaze (ou pedaço de tecido fino), atada com linha, que se coloca no tacho. Deixar cozinhar, destapado, mexendo ocasionalmente, até que as maçãs e os pimentos estejam tenros e uma parte do líquido se tenha evaporado, o que deve demorar cerca de 40 a 50 minutos. Colocar em frascos esterilizados e só fechar quando o chutney tiver arrefecido. Conservar no frigorífico.

Bom Apetite!

segunda-feira, 11 de Outubro de 2010

Bolo D.ª Maria Augusta Côrte-Real


A receita deste Bolo está na família há uns exactos 35 anos. Eu passo a explicar: os meus pais casaram em Lourenço Marques a 8 de Março de 1975, tendo nesse mesmo dia viajado para a Ilha da Inhaca onde passaram a sua Lua-de-Mel. À sua chegada, tinham no quarto uma recepção de boas-vindas, composta por um Licor da Madeira e duas generosas fatias de um Bolo que lhes soube a delicioso. A meu ver, este bolo é até muito apropriado para uma lua-de-mel, já que leva 2 boas colheres desse néctar tão doce e perfumado! A minha mãe conhecia a mãe dos donos do referido hotel que, ao ser deveras elogiada por tão distinto bolo, lhe passou a receita, que também estava na sua família há uns bons anos.... Entretanto, a minha mãe conseguiu adquirir o livro onde a receita deste bolo está publicada: "Coisas Boas". Sobre este livro, virá um dia um outro post!.... É (desde ontem!...) um dos meus tesouros!

Ingredientes

2 chávenas de chá de farinha
2 chávenas de chá de leite
2 colheres de sopa de margarina (eu coloco 3)
2 colheres de sopa de banha (não coloco)
2 colheres de chá de canela
2 colheres de chá de bicarbonato de sódio
2 chávenas de açúcar (eu coloco 1,5)
2 ovos
1/4 de colher de chá de sal
2 colheres de sopa de mel
passas, amêndoas e nozes (ou avelãs) a gosto (cerca de 2 chávenas de chá)

Preparação

Bater todos os ingredientes (com excepção dos frutos secos) na batedeira até obter uma massa lisa e homogénea. Incorporar os frutos secos e envolver com a colher de pau. Deitar sobre uma forma de buraco untada com margarina e polvilhada com farinha. Levar ao forno pré-aquecido, a 170ºC, por 45 minutos.  Servir simples ou rechear com ovos moles e amêndoa picada.

Bom Apetite!

sexta-feira, 8 de Outubro de 2010

Pimentos Confitados


Se a vida te dá pimentos, faz pimentos confitados e chutney de maçã com pimentos!... A I deu-me pimentos; a minha sogra deu-me pimentos; na semana seguinte a minha sogra voltou a dar-me pimentos…. No frigorífico já só havia pimentos!.... Uma rápida pesquisa na internet levou-me a duas receitas fantásticas que me permitiram dar uso a tal “proliferação pimenteira”. Ficaram duas receitas deliciosas, que permitem várias utilizações e, mais importante do que tudo, que permitem ser consumidas durante um período de tempo bastante dilatado, já que se conservam muito bem no frigorífico. Hoje fica a receita dos pimentos confitados da Gasparzinha. Uma maravilha!....


Ingredientes

700 gr de pimentos vermelhos e verdes
2 dentes de alho
40 gr de azeite
40 gr de vinho branco
100 gr de vinagre balsâmico
25 gr de açúcar
10 gr de sal

Preparação


Limpar os pimentos de sementes e picá-los na picadora. Reservar. Aquecer o azeite numa caçarola e juntar os alhos picados, deixando em lume médio por uns minutos. Juntar os pimentos à caçarola, assim como os restantes ingredientes, deixando cozinhar em lume brando por 30 minutos, mexendo sempre, até os líquidos reduzirem. Servir depois de frio ou conservar no frigorífico.

Bom Apetite!

quinta-feira, 7 de Outubro de 2010

"São Ementas, Senhor..."



No fim deste jantar mediterrânico, arrumada a sala e a cozinha, cumpri o meu ritual de guardar uma das ementas impressas junto das outras que compõem o livro de memórias dos meus almoços e jantares especiais. Mas, desta vez, não me apeteceu só guardá-la... uma espécie de nostalgia fez-me pegar nelas todas (não sei se será uma recolha exaustiva...mas gostava que fosse!...) e reler as ementas antigas, recordando-me dos momentos que então celebrávamos: o fim de um curso; um reencontro de amigas do colégio, um aniversário, uma comemoração do mestrado concluído, etc. etc.... Como um puzzle, a mesa da sala de jantar traçava caminhos percorridos, relembrava pessoas e ocasiões especiais. Apeteceu-me também captar essa imagem e registá-la hoje. Espero poder continuar a acrescentar momentos e recordações que, vividas em torno de uma mesa, simbolizam momentos que serão, pelo menos para nós, únicos e especiais!...

quarta-feira, 6 de Outubro de 2010

Bolo de Maracujá






Para finalizar o jantar mediterrânico, um bolinho de maracujá. A receita do bolo encontrei-a aqui, tendo apenas alterado a cobertura, para a já clássica cobertura de queijo-creme, desta vez misturada com as sementes de maracujá. É uma delícia de bolo!.... A repetir, sem dúvida!


Ingredientes

Para o bolo:
5 ovos
1,5 chávena de chá de açúcar
2 chávenas de chá de farinha
1 colher de chá de fermento
o suco de 18 maracujás (1 chávena de chá)

Para a cobertura:
2 embalagens de queijo philadelphia light
100 gr de açúcar em pó
2 colheres de sopa de leite
as sementes de 18 maracujás



Preparação

Começar por retirar a polpa dos maracujás, separando (coando) o sumo das sementes. Bater as gemas com o açúcar até obter um creme fofo. Bater as claras em castelo e adicioná-las delicadamente à gemada. Adicionar de seguida a farinha previamente misturada com o fermento, peneirando-a e envolvendo-a com cuidado na massa. Juntar o sumo à massa e envolver. Dividir a massa por 2 formas redondas de 22 cm, previamente untadas e polvilhadas com farinha. Levar cada forma ao forno durante aproximadamente 20 minutos, em forno pré-aquecido (170ºC). Deixar os bolos arrefecer completamente antes de desenformar. Para o recheio e cobertura, bater na batedeira o queijo, o açúcar e o leite até obter um creme homogéneo e espesso. Adicionar as sementes de maracujá e envolver bem. Usar este creme para rechear os bolos e para cobrir. Servir frio.


Bom Apetite!



segunda-feira, 4 de Outubro de 2010

Linguini com Camarão



Como já tive ocasião de explicar, este jantar mediterrânico aconteceu num dia de semana: dia de trabalho e de escola para as crianças! Por isso a organização ditou que a sobremesa fosse preparada de véspera, e que o prato principal não fosse muito complicado, já que as entradas desse jantar foram preparadas pouco antes do evento. Assim, enquanto cozia no forno o bolo salgado, preparei o molho de tomate e descasquei os camarões. Depois, pouco antes da hora do jantar, foi só cozer a massa e envolver no molho. Simples e boooommmm!....

Ingredientes

1 cebola
2 dentes de alho
2 tomates frescos
6 colheres de sopa de polpa de tomate
1 colher de chá de massa de pimentão
1 golpe de vinho branco
azeite, sal, pimenta, noz-moscada e oregãos
salsa fresca
900 gr de camarão cozido grande (peso com casca)
3/4 de um pacote de massa linguini

Preparação

Numa caçarola grande, fazer um refogado com a cebola, o alho e o azeite. Depois de a cebola estalar, adicionar os tomates partidos em cubos pequenos e a polpa de tomate, mexendo bem. Adicionar a massa de pimentão e refrescar com um golpe de vinho branco. Temperar com sal, pimenta, noz-moscada e oregãos. Deixar cozer por aproximadamente 20 a 25 minutos, até todos os ingredientes estarem bem cozinhados e o molho apurar. Descascar os camarões e envolver no molho. Reservar. Cozer o linguini em água e sal, seguindo as indicações da embalagem quanto ao tempo de cozedura. Escorrer, tendo o cuidado de reservar um pouco da água da cozedura. Juntar a massa ao molho e levar a aquecer, envolvendo bem. Juntar um pouco da água da cozedura, se necessário. Rectificar os temperos e polvilhar com salsa fresca. Está pronta a servir!

Bom Apetite!

sexta-feira, 1 de Outubro de 2010

Nectarinas Grelhadas com Presunto e Manjericão




É, neste momento, a minha entrada favorita. Numa semana já a fiz duas vezes..... Uma combinação deliciosa, que a nossa querida Mónica publicou e que eu repliquei imediatamente. Foi a outra entrada deste jantar mediterrânico e acompanhou (ou foi muito bem acompanhada, nem sei bem) o bolo salgado de feta e tomate seco. Dos céus!... Ou melhor: do mediterrâneo!

Ingredientes

Nectarinas
Fatias de presunto serrano
Folhas de manjericão
Azeite
1/2 colher de sopa de vinagre balsâmico
3 colheres de sopa de azeite extra virgem (0,7% acidez ou menos)

Preparação

Com uma faca, fazer um corte a toda a volta da nectarina (do pedúnculo até à base) e de seguida torcer as duas metades para que se soltem do caroço. Cortar cada nectarina em 4 gomos, mantendo a casca, e pincelar cada gomo com azeite. Aquecer uma sertã em lume médio e assim que estiver quente, pousar os gomos de nectarina na sertã, com a polpa virada para baixo, deixando ganhar um pouco de cor e virando os gomos para que ganhem cor também do outro lado. Preparar entretanto o molho, misturando o vinagre balsâmico com o azeite. Num prato ou travessa, dispor fatias de presunto separadas. Em cima de cada fatia, colocar um gomo de nectarina e uma folha de manjericão, regando levemente com o molho. Servir de imediato.

Bom Apetite!