terça-feira, 31 de Agosto de 2010

Reencontros



O facebook tem destas coisas maravilhosas. A minha mãe reencontrou as “amigas do peito”, que não via e de quem nada ou pouco sabia há uns bons 40 anos. A vida prega umas partidas assim…. Amigas de sempre que circunstâncias da vida pareciam ter separado de vez…. Mas eis que a tecnologia do tempo de hoje as faz reencontrar. Tiveram percursos de vida diferentes. Por entre mensagens electrónicas resumiam-se décadas de vida: alegrias, tristezas, carreiras, filhos, vida e morte. Tudo condensado em poucas linhas. Vivem em diferentes cidades mas combinaram o reencontro para este último fim-de-semana de Agosto. Numa casa belíssima, que a minha mãe fez questão de fotografar com o à-vontade que só as amigas de sempre, mesmo que reencontradas há uns minutos, têm. A minha mãe explicou rapidamente que uma das filhas tem um blog, e que gosta de uma mesa bem posta e de receitas a condizer. Vai daí ficou a promessa de uma mini-reportagem. Elas merecem!... A anfitriã desse encontro brindou as amigas com as melhores louças e os melhores sabores. Saíram à cena os talheres de prata, os bons vinhos, as toalhas mais bonitas. A minha mãe ia nervosa com o reencontro. “Pareces a debutante que vai ao baile”, disse eu. No rescaldo desse encontro, e depois de ver as fotos disse à minha mãe: “vens embriagada de afectos... que bom.”

O menú desse jantar tão especial era requintadíssimo. As entradas (fotos superiores)consistiram numa Canja de Galinha com Ovinhos e Tapioca e em Camarão com Pão Frito nos seus Sucos. O prato principal (em baixo) foi Robalo Cozido ao Vapor e Ervas Aromáticas acompanhado de Salada Fria de Sapateira e Camarão. O remate desse jantar foi uma combinação perfeita de Trouxas de Ovos com Laranja Fatiada.






O resto do fim-de-semana foi passado em convívio com mais amigas "temporariamente perdidas". Houve mais um almoço, um churrasco num belo dia de Verão,  porque afinal muitos dos bons momentos da vida são passados à volta de uma mesa...

segunda-feira, 30 de Agosto de 2010

Café Majestic no Verão


Lembram-se deste lanche no Café Majestic? Pois bem, agora foi a reedição de Verão: a mesma companhia (mãe!...), os mesmos scones, agora com chá gelado e na esplanada .... Café Majestic: a não perder, tanto de Inverno como de Verão... perfeito em qualquer Estação!

sexta-feira, 27 de Agosto de 2010

Pizza de Presunto e Mozzarella Fresca



Sim, gostamos muito de pizza... E mesmo com o calor que se tem feito sentir, arriscámos ligar o forno. O recheio foi bastante simples, mas muito saboroso. Mais uma "pizza feliz"!....

Ingredientes

½ desta receita de massa de pizza
½ desta receita de molho de tomate
1 bola de Queijo Mozzarella Fresco
Fatias de presunto finas
Tomates Cherry
azeitonas pretas, a gosto
1 fio de azeite, oregãos

Preparação

Estender a massa de pizza e forrar com ela um tabuleiro de forno. Barrar a massa com o molho de tomate e dispor o presunto, a mozzarella fresca, os tomates cherry partidos ao meio e as azeitonas partidas às rodelas finas. Polvilhar com oregãos. Levar ao forno pré-aquecido, nos 200ºC, por 20 minutos. Retirar do forno e regar a pizza com um fiozinho de azeite.

Bom Apetite!

quinta-feira, 26 de Agosto de 2010

Pão Simples de Banana


Verão. Tempo quente. Num segundo, as bananas passam de “sobre o verde” a “hiper maduras”. Não vamos desperdiçar. Sai um Pão Simples de Banana!....

Ingredientes


1 e ½ chávenas de farinha
¾ de chávena de açúcar
75 gr de margarina amolecida
2 ovos grandes
3 bananas maduras
2 colheres de chá de fermento
1 colher de chá de bicarbonato
½ colher de chá de sal


Preparação


Bater, na batedeira, a margarina amolecida com o açúcar. Juntar os ovos, inteiros, e continuar a bater. Numa outra taça, misturar a farinha, o fermento, o bicarbonato e o sal. Deitar esta mistura sobre os líquidos e envolver com a colher-de-pau. Esmigalhar as bananas com um garfo e adicionar à mistura anterior. Envolver bem com a colher-de-pau. Levar numa forma de bolo inglês ao forno pré-aquecido, nos 180ºC, por 45 minutos.

Bom Apetite!

quarta-feira, 25 de Agosto de 2010

Babette vai lanchar fora!...




No domingo fomos lanchar a casa da minha irmã. O pretexto: provar as iguarias acabadinhas de comprar na Feira Gastronómica de Vila do Conde. Mana: excelente selecção!... Um bocadinho de Portugal inteiro na mesa!... Foram Covilhetes de Vila Real, Empadas de Alheira de Caça, Bôla de Carne, Pão de Ló de Margaride, Fogaça. Tudo de imensa qualidade! Quem puder, não deixe de visitar a feira! Eu tive direito a "mostra privada", com tudo já na mesa!...



terça-feira, 24 de Agosto de 2010

A Bisavó H.


Adoro ler e fazer receitas que envolvam muitos passos e adoro lê-las, como se de um romance se tratasse ou estudá-las, como se me preparasse para um exame bem difícil. Acontece-me muitas vezes ler uma e outra vez uma receita, deixar amadurecê-la no meu espírito e passado uns tempos volto à carga e disponho-me a fazê-la. Trato por isso os livros de culinária com todo o respeito!.... Mas há outro material de que ainda gosto mais!.... Gosto em particular dos testemunhos que são passados pelo “punho”, dos tesouros que guardo como a herança da família. Os cadernos de receitas mais antigos que tenho são os da minha Bisavó H. Como já aqui revelei, penso que herdei dessa minha Bisavó o gene do gosto pela cozinha “complicada”… Delicio-me com esse caderno, em que as galantines e o foie-gras aparecem lado a lado, bem como receitas de muitos bacalhaus “ricos”, empadas de caça, os segredos de como fazer uma caixa de vol-au-vent, doces conventuais e pudins com muitos ovos. Algumas, confesso, apesar de lidas e relidas parecem-me tão complicadas que ainda não tive coragem de as fazer!.... Mas não deixam de me impressionar. Pelo que me contam, a minha Bisavó H., sendo de classe social elevada, não precisava de cozinhar. Mas nos dias de festa, ia para a cozinha confeccionar e orientar a preparação de tão requintada culinária!... Gosto de imaginar como seriam as cores, os cheiros e os sabores da cozinha dessa casa nesses dias…

segunda-feira, 23 de Agosto de 2010

Quiche de Cogumelos


Muito leve para uma refeição ligeira de um dia de Verão. Com uma salada verde, soube-me que nem ginja!....

Ingredientes

1 massa quebrada fresca
4 a 5 ovos
1,5 dl de leite
3 fatias de queijo partidas em pedaços pequenos
1 lata de cogumelos
2 rodelas grossas de salpicão partidas em cubos pequenos
Cebolinho, sal e pimenta, a gosto


Preparação

Forrar uma tarteira com a massa, picá-la e cozer por 10 minutos a 180ºC e reservar. Numa taça, bater os ovos, juntar o leite e temperar com sal e pimenta. Sobre a massa, pré-cozida, espalhar os cogumelos, o queijo e o salpicão. Verter a mistura de ovos e leite. Polvilhar com cebolinho fresco. Levar a cozer, em forno pré-aquecido, nos 180ºC, por 25 minutos. Servir morna.


Bom Apetite!

sexta-feira, 20 de Agosto de 2010

Rocambole Misto


Querem um lanche saboroso e prático para levar para a praia ou a um piquenique? A mesma massa de rocambole e o clássico recheio "misto", que é como quem diz queijo e fiambre vão fazer-vos as delícias!... É bom, bom, bom!...

Ingredientes (para 2 rocamboles grandes)


Massa
500 gr de farinha
½ chávena de chá de óleo
½ chávena de chá de margarina derretida (coloquei 1 colher de sopa)
1 chávena de chá de leite
2 ovos
1 pacote de fermento de padeiro
Sal q.b.

Recheio
200 gr de queijo mozzarella em fatias
200 gr de fiambre


Preparação

Numa tigela grande, misturar todos os ingredientes da massa com as mãos. Descansar por 1 hora num local abrigado de correntes de ar. Dividir a massa ao meio e estendê-la com um rolo. Rechear cada metade com queijo mozzarella e fiambre. Formar com cada metade de massa um rolo, enrolando-o como se fosse uma torta. Levar a forno pré-aquecido, no 180ºC, por 20 a 25 minutos.

Bom Apetite!


quinta-feira, 19 de Agosto de 2010

Pesto de Cajú


A história deste pesto pode ser: "Se não tens pesto de compra, fá-lo". "Se não tens pinhões e tens cajú, faz pesto de cajú". Em boa hora!... Pesto feito em casa não tem mesmo nada a ver com o de compra. Simplesmente delicioso. Também ajudou a qualidade dos ingredientes: manjericão fresquíssimo vindo directamente da varanda, cajú torrado sem sal trazido de Moçambique, queijo da Ilha envelhecido e azeite de primeira fizeram deste pesto a estrela principal de um jantar leve de domingo. Brilhou a acompanhar uma salada de tomate e queijo fresco e até no pão teve honras principais!...

Ingredientes

1/4 de alho picado
3 mancheias de manjericão
1 mancheia de queijo da Ilha ralado
1 mancheia de cajú
azeite, sal e pimenta q.b.

Preparação

Num almofariz bem grande triturar o manjericão com o alho e o cajú moendo bem (obrigada Z., pelo trabalho manual!...). Adicionar metade do queijo, um pouco de azeite e temperar com sal e pimenta, envolvendo até obter uma pasta de consistência húmida. Juntar o resto do queijo e mais azeite, rectificando os temperos se necessário.

Bom Apetite!

quarta-feira, 18 de Agosto de 2010

Ravioli de Caranguejo com Molho de Três Tomates


Porque é Verão. Porque temos de descomplicar. Porque de vez em quando sabe bem comprar uma massa destas já pronta.... E soube bem!....

Ingredientes

Para a massa ...
1 embalagem de Ravioli de Caranguejo
água e sal

Para o molho de três tomates (para 2 pessoas) ...
1/2 cebola
1 tomate fresco
4 colheres de sopa de polpa de tomate
2 tomates secos hidratados em azeite
sal, azeite, oregãos e/ou salsa

Preparação

Preparar o molho de tomate: refogar a cebola num pouco de azeite. Colocar um tomate fresco partido em pedaços finos e refogar mais um pouco. Ao fm de uns minutos juntar a polpa de tomate e os tomates secos partidos em pequenos pedaços. Estufar lentamente até cozinhar bem o tomate e apurar, o que deve demorar uns 15 a 20 minutos. Temperar de sal e polvilhar com ervas a gosto (oregãos e/ou salsa picada). Triturar o molho com a varinha mágica, de forma a obter um molho espesso e homogéneo.


Cozer a massa de acordo com as indicações da embalagem. Servir imediatamente coberta com o molho de tomate.

Bom Apetite!

terça-feira, 17 de Agosto de 2010

Muffins de Iogurte e Limão com Sementes de Papoila


Eu bem disse que esta receita ia ser repetida muitas vezes. Agora saíu numa versão "Muffin". Cozem ainda mais rápido, por isso pode ser uma boa opção para o Verão, já que o forno fica ligado menos tempo!... O sabor e a textura são os mesmos do bolo grande. Perfeitos!...

Ingredientes


1 iogurte natural
6 ovos (separados)
2,5 copos de iogurte de açúcar
3 copos de iogurte de farinha
1 copo de iogurte mal cheio de óleo
2 colheres de chá de fermento em pó
Raspa de um limão
3 colheres de sopa de sementes de papoila

Preparação

Começar por bater as gemas com 1,5 copos de açúcar. De seguida, adicionar o iogurte, o óleo e a raspa de limão. Bater as claras em castelo bem firme e juntar o restante copo de iogurte de açúcar. Adicionar as claras ao preparado anterior, alternando com a farinha e o fermento em pó. Por fim, juntar as sementes e envolvê-las delicadamente na massa de bolo. Distribuir a massa por formas de queque untadas com margarina e polvilhadas com farinha, e levar ao forno pré-aquecido no 170ºC,  por 25 minutos.

Bom Apetite!

segunda-feira, 16 de Agosto de 2010

Pudim de Maracujá com Hortelã


Foi o remate perfeito deste "Almoço com Pinta"! Leve e refrescante, com o toque exótico do maracujá e o sabor fresco da hortelã. Foi a sobremesa ideal. E tem sido a sobremesa da moda lá por casa: depois do pudim de framboesas com manjericão, esta outra versão não desiludiu nem um bocadinho!...

Ingredientes

1 embalagem de gelatina de ananás em pó
250 ml de água a ferver
2 iogurtes gregos açucarados
175 ml de polpa de maracujá com graínhas (mais um pouco para decoração)
folhas de hortelã

Preparação

Numa taça, deitar a água a ferver e a gelatina e mexer vigorosamente com uma vara de arames até estar completamente dissolvida. No liquidificador, bater os iogurtes com a polpa de maracujá, até obter um preparado homogéneo. Verter esta mistura na gelatina, e voltar a mexer bem, até todos os ingredientes estarem ligados. Deitar em taças individuais, enfeitar com folhas de hortelã (para um sabor mais intenso poderá triturar-se a hortelã juntamente com a fruta) e levar ao frigorífico por umas horas. Imediatamente antes de servir, cobrir a superfície com a polpa de maracujá reservada. Servir frio.

Bom Apetite!

sexta-feira, 13 de Agosto de 2010

Caril de Camarão


É a receita de caril cá da casa, agora na sua versão "caril de camarão". Era a receita da Avó A., passada carinhosamente para a minha mãe e para as netas. Mais uma forma de lembrar a Avó, esta bem picante e saborosa!.... Digam lá se visualmente não ficou ouro sobre azul?

Ingredientes


3 cebolas grandes
2 dentes de alho grandes
1 piripiri grande
1 colher de sopa de margarina
azeite e sal
1 caldo de marisco
1 lata de leite de côco
1 lata de tomate pelado
3 colheres de sopa de polpa de tomate
2 colheres de sopa de têmpera de caril
1,3 Kg de camarão grande (peso cozido e com casca)
salsa picada

Preparação


Descascar os camarões e reservar. Picar, na picadora, as cebolas, o alho e o piripiri. Num tacho largo e grande, refogar essa mistura com a margarina e um fio de azeite por uns 5 minutos. Juntar o tomate em pedaços, o caldo de marisco e o leite de côco e misturar bem. Adicionar a têmpera de caril e rectificar o sal. Cozinhar em lume brando por 20 minutos. Adicionar o  camarão, rectificar os temperos e polvilhar com salsa picada, a gosto. Deixar ferver por mais 5 minutos. Acompanhar com arroz Basmati e pedaços de pão Naan.

Bom Apetite!

quinta-feira, 12 de Agosto de 2010

Uma Mesa de Verão...



Para este outro almoço com pinta, em pleno mês de Agosto, pensei numa mesa que se associasse a Verão.... Aproveitei assim para estrear algumas das minhas recentes compras na loja da fábrica da Bordalo Pinheiro e mais uns chemins da Lethes Home, que comprei a pensar nesta louça e que combinaram perfeitamente. A toalha e os guardanapos são da Casa Alvarinho. Os copos da Leonardo. Penso que consegui um resultado bonito: o azul turquesa dos pratos ladeiros fez com que a mesa "gritasse" Verão e calor!...


quarta-feira, 11 de Agosto de 2010

Mais um Almoço com Pinta!...

Quando apresentei a ementa do outro almoço com pinta, a minha amiga AB candidatou-se logo a uma reedição... Por isso sabia que a próxima vez que se fizesse um almoço cá em casa, o mote já estava dado: com pinta, outra vez! Este domingo, reunimos assim a AB, o R. e o pequeno D., e a F., aproveitando um dos (poucos) fins-de-semana que veio ao Porto.  O prato principal foi a "peça central" desta ementa. O arroz basmati, pão Naan, mango pickles e o molho de iogurte eram os acessórios obrigatórios. Havia apenas que pensar na entrada e na sobremesa. Para entrada, a umas Chamuças muito boas da Padaria Ribeiro, fez ainda companhia uma Terrina de Salmão, pensada para quebrar os restantes sabores intensos.  Para sobremesa, era preciso algo leve e fresco. Um pudim de maracujá com hortelã cumpriu os requisitos, para além de visualmente combinar com as "cores" da refeição. Foi um almoço muito agradável, com amigos muito queridos...


terça-feira, 10 de Agosto de 2010

Na Rota do Chá com Amigas


Gosto muito dos meus amigos. Às vezes a vida vai-nos trocando as voltas, e sentimos os dias passarem por entre os dedos... Nem damos pelo tempo a passar! De repente alguém diz: "não nos vemos desde o Natal!", e eu penso: "como é possível!?!?...".  Foi imediato: marcámos um lanche logo na semana seguinte. "Era giro ir o trio", sugeri (alusão às 3 amigas de Faculdade, sempre compinchas nos inúmeros trabalhos de grupo: sempre feitos a 3, sempre feitos pelas 3). Fomos à Rota do Chá, um espaço giríssimo a que já não ia há uns 4 anos (mais uma vez o tempo a pregar partidas...neste caso, o tempo e os gémeos!...). Eu, a R. e a R. Partilhámos as notícias recentes, recordámos coisas que já lá vão, falámos das outras meninas do grupo: a T., a M. e a G. As conversas cruzavam-se, recuavam, avançavam, atropelavam-se e no fim, a sensação de que só não falávamos desde ontem. Porque com amigas que são amigas acontece assim. E porque só nos queremos bem. Não vamos demorar tanto tempo a marcar novo encontro, está bem meninas? Até porque o chá gelado de menta e os scones estavam mesmo bons!...


segunda-feira, 9 de Agosto de 2010

Pudim de Framboesas com Manjericão


Estes dias de calor pedem sobremesas frescas. Como esta, que vi no blog da Carla. Adaptei ligeiramente, já que utilizei framboesas, e deliciei-me sem muitas culpas, já que se trata de uma receita bastante leve. Fiquei já a magicar outras combinações, com outras frutas. Uma sobremesa, a meu ver, perfeita: simples, pouco doce, fresca e com fruta!

Ingredientes

1 embalagem de gelatina de morango em pó
250 ml de água a ferver
2 iogurtes gregos açucarados
125 gr de framboesas
folhas de manjericão


Preparação

Numa taça, deitar a água a ferver e a gelatina e mexer vigorosamente com uma vara de arames até estar completamente dissolvida. No liquidificador, bater os iogurtes com as framboesas, até obter um preparado homogéneo. Verter esta mistura na gelatina, e voltar a mexer bem, até todos os ingredientes estarem ligados. Deitar em taças individuais, enfeitar com folhas de manjericão (para um sabor mais intenso poderá triturar-se o manjericão juntamente com a fruta) e levar ao frigorífico por umas horas. Servir frio.


Bom Apetite!



sexta-feira, 6 de Agosto de 2010

Pizza de Ricotta com Presunto e Espinafres



Uma pizza diferente: "bianca", ou se preferirem, sem molho de tomate. A inspiração para a massa veio do Jamie Oliver (Livro "Cozinha em Itália") e a do recheio do recente programa de televisão da Mafalda Pinto Leite. Ficou leve e muito saborosa!... Ideal para uma refeição de Verão...

Ingredientes

Massa
500 gr de farinha
325 ml de água tépida
11 gr de fermento de padeiro
3 colheres de chá de azeite
1 colher de chá de sal mal cheia
1 colher de chá de açúcar

Recheio
1 embalagem de Ricotta
200 gr de espinafres
1 bola de queijo Mozzarella fresco
4 fatias finas de Presunto de Parma


Para a Massa: Na pedra da cozinha formar um vulcão de farinha. No interior colocar a água tépida, o azeite, o açúcar, o fermento e o sal. Mexer com um garfo e, aos poucos, trazer a farinha das paredes para o interior. Quando começar a ser difícil misturar a farinha com o garfo, amassar com as mãos, trabalhando a massa até que esta se apresente elástica e homogénea. Colocar numa taça enfarinhada, tapar com um pano, e deixar levedar num sítio quente por 45 minutos a 1 hora. 

Para o Recheio: Levar os espinafres ao lume, numa frigideira anti-aderente até murcharem (cerca de 3 minutos). Depois de estender a massa, barrá-la com uma embalagem de queijo Ricotta que se tempera com um pouco de sal e pimenta. Dispor os espinafres, o presunto e o queijo mozzarella, rasgando-o em pedaços com as mãos. Levar a forno pré-aquecido, nos 200ºC, por 25 minutos.


Bom Apetite! 


quinta-feira, 5 de Agosto de 2010

Pão de Muesli


Este pãozinho estava verdadeiramente delicioso!... É mais uma variante do artisan bread, desta vez com a adição de muesli, composto por flocos de aveia, flocos de centeio, passas e amêndoas. A textura e o sabor ficaram perfeitos. Rendo-me realmente ao pão.... Não há nada que me saiba melhor do que pão acabado de fazer....


Ingredientes

1 saqueta de fermento de padeiro seco (11 gr)
1 colher de sopa de sal fino
700 ml de água morna
700 gr de farinha de trigo
150 gr de muesli
100 gr de farelo de trigo
50 gr de gérmen de trigo tostado



Preparação

Num recipiente de plástico com tampa colocar o fermento, o sal e a água morna. Bater com varas de arame. Incorporar as farinhas e o muesli, mexendo com uma colher de pau, do centro para fora, apenas até ligar os ingredientes. Fica uma massa de consistência bastante pegajosa. Tapar o recipiente e deixar levedar por 2 horas. Está pronta a utilizar ou a ser guardada no frigorífico. Moldar os pães, a gosto, amassando-os muito pouco, para não libertarem as bolhas de ar que se tiverem formado no interior. Pré-aquecer o forno a 200ºC por 10 minutos e colocar no fundo do forno um tabuleiro de inox. Colocar os pães numa superfície enfarinhada, polvilhar com farinha e dar uns golpes no pão com uma faca afiada. Levar ao forno. Imediatamente a seguir, deitar sobre o recipiente previamente aquecido uma chávena de chá de água. O vapor criado ajudará a criar uma côdea estaladiça. Cozer no 190ºC por 40 minutos.

Bom Apetite!



quarta-feira, 4 de Agosto de 2010

Panquecas Americanas com Chocolate





Para terminar as férias em beleza, um lanche com panquecas! Estas, mais uma vez do sugestivo livro "Dias Felizes", do Jamie Oliver. A utilização das claras em castelo torna-as fofas e verdadeiramente irresistíveis. Segui uma das sugestões do livro e polvilhei-as com pepitas de chocolate. Deliciosamente gulosas!


Ingredientes


3 ovos grandes
115 gr de farinha
1 colher de chá de fermento
140 ml de leite
uma pitada de sal
pepitas de chocolate


Preparação


Separar os ovos por 2 tigelas. No recipiente com as gemas, adicionar a farinha, o fermento e o leite e bater até obter uma massa lisa e espessa. Bater as claras com o sal até se formarem picos suaves. Envolver as claras delicadamente na massa. Está pronta a usar. Aquecer uma frigideira em lume médio. Deitar um pouco de massa e fritar uns minutos até começar a ficar dourada e firme. Colocar na parte não cozinhada pepitas de chocolate a gosto e virar, deixando cozinhar do outro lado. 


Bom Apetite!