segunda-feira, 31 de Maio de 2010

Bolo de Iogurte e Limão com Sementes de Papoila




Um bolo diferente que fez as delícias dos miúdos e graúdos. De vez em quando, para variar o lanche da manhã, gosto de surpreender os meus meninos com uma fatia de bolo, em vez do habitual pãozinho…. Este agradou e de que maneira! O crocante das sementes de papoila dá um toque único e torna-o ainda mais especial! A receita veio do Cinco Quartos de Laranja e parece-me que vai ser repetida muitas vezes!...

Ingredientes

1 iogurte natural
6 ovos (separados)
2,5 copos de iogurte de açúcar
3 copos de iogurte de farinha
1 copo de iogurte mal cheio de óleo
2 colheres de chá de fermento em pó
Raspa de um limão
3 colheres de sopa de sementes de papoila

Preparação

Começar por bater as gemas com 1,5 copos de açúcar. De seguida, adicionar o iogurte, o óleo e a raspa de limão. Bater as claras em castelo bem firme e juntar o restante copo de iogurte de açúcar. Adicionar as claras ao preparado anterior, alternando com a farinha e o fermento em pó. Por fim, juntar as sementes e envolvê-las delicadamente na massa de bolo. Levar ao forno pré-aquecido no 170ºC, em forma untada com margarina e polvilhada com farinha, por 40 minutos.

Bom Apetite!



sexta-feira, 28 de Maio de 2010

Tarte de Maçã “Very-Light”



E quando, de repente, apetece um docinho e ao mesmo tempo não se quer desequilibrar a balança…. Isso é uma tarte de maçã “very-light”!.... Simples de fazer e mais simples de comer!!!


Ingredientes

1 base de massa folhada refrigerada
2 maçãs
açúcar amarelo, canela e margarina q.b.
mel diluído em água a gosto

Preparação

Descascar as maçãs e cortar às rodelas finas. Forrar uma tarteira (previamente untada) com a massa folhada e picar o fundo com um garfo. Polvilhar a tarte com canela, a gosto. Dispor as rodelas de maçã sobrepondo-as ligeiramente entre si. Polvilhar com açúcar amarelo, a gosto (usei cerca de 2 colheres de sopa) e colocar umas nozinhas de margarina por cima. Levar ao forno pré-aquecido até dourar, cerca de 20 minutos a 180ºC. Pincelar com um pouco de mel diluído em água.

Bom Apetite!

quinta-feira, 27 de Maio de 2010

“Uma das” nossas Pizzas Preferidas: Pizza de Beringela e Courgette com Queijo de Cabra




Sem sombras de dúvida, uma das nossas pizzas preferidas. A beringela com o queijo de cabra casam “perfeitamente” e os restantes “convidados” ajudam à festa. Esta é das que se faz por cá vezes sem conta….


Ingredientes

½ desta receita de massa de pizza
½ desta receita de molho de tomate
1 beringela
1 courgette
1/2 queijo de cabra
queijo mozzarella ralado, a gosto
azeitonas pretas, a gosto
1 fio de azeite, folhas de mangericão

Preparação


Estender a massa de pizza e forrar com ela um tabuleiro de forno. Barrar a massa com o molho de tomate e dispor a beringela, a courgette e as azeitonas partidas às rodelas finas. Cobrir com o queijo de cabra esfarelado grosseiramente e o queijo mozzarella, a gosto. Levar ao forno pré-aquecido, nos 200ºC, por 20 minutos. Retirar do forno, colocar umas folhas de mangericão fresco e regar a pizza com um fiozinho de azeite.

Bom Apetite!

quarta-feira, 26 de Maio de 2010

“O” Molho de Tomate



Para continuar a ser lido como ontem. In a very british way… dando-lhe importância. É a receita de molho de tomate que uso mais frequentemente. E a que gosto mais de usar nas Pizzas!

Ingredientes (para 2 pizzas familiares)


1 lata de tomate pelado
1 tomate fresco
2 tomates secos
2 dentes de alho
1 embalagem de polpa de tomate
Azeite, sal, pimenta, louro moído, orégãos, salsa

Preparação

Num tachinho, colocar um fio de azeite e levar a aquecer, juntamente com os alhos picados. Assim que o alho estalar, adicionar o tomate fresco, os de lata e os secos, todos bem picadinhos. Deixar refogar um pouco e adicionar a polpa de tomate. Cozinhar em lume brando, até cozinhar bem e apurar, por cerca de 15 minutos. Temperar com sal, pimenta, louro moído, orégãos e salsa. Triturar com a varinha mágica.


Bom Apetite!

terça-feira, 25 de Maio de 2010

“A” Massa de Pizza

Foto tirada de http://www.pizzamericana.com


O título do post é para ser lido à inglesa, com a importância que a “british people” dá ao seu “the”. Esta é, sem dúvida, a minha massa de pizza preferida….


Ingredientes (para 2 pizzas familiares de massa fina)

225 ml água morna
1 colher chá sal
3 colheres de chá de azeite
450 gr de farinha de trigo
2 colheres de sopa de gérmen de trigo
1 pacote de fermento de padeiro (11 gr)

Preparação

Colocar na taça da batedeira a água morna e o azeite e juntar o fermento. Juntar o sal e depois a farinha e o gérmen de trigo. Bater com o gancho de massa de pão (ou mesmo à mão), até obter uma massa homogénea. Deixar levedar entre 1 a 2 horas. Está pronta a usar!

Bom Apetite!

segunda-feira, 24 de Maio de 2010

Doce de Mirtilos e Groselhas


Da sobremesa que servi no Dia da Mãe, sobraram alguns mirtilos e groselhas. Pouca quantidade, mas uma vontade irresistível de fazer um docinho de frutos vermelhos falou mais alto e num repente estava a comer um pãozinho barrado com queijo fresco e doce de mirtilos e groselhas!...

Ingredientes

mirtilos e groselhas (usei 200 gr)
1/2 do peso da fruta em açúcar (usei 100 gr)
1/2 chávena de café de água
sumo de limão

Preparação

Num tachinho colocar a fruta, o açúcar e a água. Deixar macerar por 1 hora. Levar a lume brando por 20 a 25 minutos, até que a calda que se forma se apresente no ponto de estrada (colocar um pouco do doce num prato raso: com uma colher traçar um sulco; se esse sulco se mantiver, ou seja, se ficar uma "estrada" no doce, está obtido o ponto). Aromatizar com sumo de limão. Deixar arrefecer e guardar em frascos esterilizados.

Bom Apetite!



sexta-feira, 21 de Maio de 2010

Tulipas de Bolacha com Frutos Vermelhos e Gelado de Baunilha


Um nome pomposo para uma sobremesa que demora 5 minutos a preparar!... Uma ideia para um doce rápido, saboroso e bonito aos olhos!.... Nem é bem uma receita... É mais uma dica de "vida prática"!

Ingredientes

Tulipas de Bolacha
Gelado de Baunilha (de boa qualidade)
Morangos, Mirtilos e Groselhas

Preparação

Nada que saber: pegar na bolacha, colocar uns morangos fatiados, 1 ou 2 bolas de gelado e cobrir com mirtilos e groselhas. Pronto a servir!

Bom Apetite!

quinta-feira, 20 de Maio de 2010

Risotto de Limão com Gambas


Risotto é um prato que adoro!... Como com alguma moderação, pois a margarina e o queijinho que leva ficam-me a pesar na consciência..... mas esta é uma das refeições que me fazem dizer uma frase que uso apenas em pratos especiais: "esta comida reconcilia-me com o mundo"!.... A particularidade dos risottos lá de casa é que são feitos em regime de babette outsourcing: não sou eu que os faço mas sim o marido!... Z.: estava excelente, como sempre!... Obrigada! Foi um dia da Mãe em grande!!!...

Ingredientes (6 pessoas)

3 copos pequenos de arroz para risotto (arbório ou carnaróli)
750 gr de gambas cozidas (ou camarão grande)
1 chávena de café mal cheia de vinho branco
azeite, margarina, alho, salsa e cebolinho
raspa e sumo de um limão
1,5 l de caldo de legumes (quente)
flor de sal
queijo da ilha ralado

Preparação

Descascar as gambas e reservá-las. Preparar o caldo de legumes, que se deve manter quente. Num tacho largo colocar 3 alhos picados, um fio de azeite e uma colher de sopa de margarina. Quando aquecer juntar o arroz e mexer bem, até que este mude de cor (cerca de 2 minutos). Deitar o vinho branco e deixar que evapore. Juntar, a pouco e pouco, o caldo quente, mexendo sempre o arroz até que este absorva o líquido. Repetir a operação até que o caldo acabe. No final deste processo o arroz deve estar cozido (mais ou menos 25 a 30 minutos). Pouco antes de terminar a junção do caldo ao arroz, juntar as gambas (ou camarões), o sumo e a raspa de limão. Depois de pronto, e já fora do lume, temperar com flor de sal, salsa e cebolinho. Juntar queijo da ilha ralado a gosto e uma colher de sopa de margarina. Deixar tapado por uns minutos antes de servir.

Bom Apetite!

quarta-feira, 19 de Maio de 2010

Rolinhos de Presunto com Espargos


Era o Dia da Mãe. Um dia depois de um lanchinho de aniversário, também organizado cá em casa. Tinha sido uma semana de trabalho bastante exigente. Só na sexta-feira à tarde é que pensei na Ementa do Dia da Mãe e, atendendo a estes “constrangimentos”, por um lado, e ao facto de, como mãe, não querer estar de “escrava” na cozinha, preparei esta entrada que tem tanto de simples como de saborosa!...


Ingredientes

Espargos verdes cozidos
Fatias de um bom presunto cortadas muito finas
Azeite q.b.

Preparação

Enrolar cada 2 ou 3 espargos numa fatia de presunto. Regar com um pequeno fio de azeite.

Bom Apetite!
 

terça-feira, 18 de Maio de 2010

Almoço do Dia da Mãe


E nem 24 horas depois de celebrar o aniversário dos meninos, no tal lanche com os padrinhos, festa outra vez!.... Agora o Dia da Mãe. Nós os quatro, os meus pais, a N. e o F. a almoçar cá em casa. Como era suposto aqui a mãe não ter demasiado trabalho nesse dia, pensei numa entrada muito simples e numa saída a condizer. Duas sugestões deliciosas, que não demoram mais do que 5 minutos a preparar. Quanto ao prato principal, pus o meu Z. na cozinha a fazer um belo de um risotto (agora é ele o especialista!... Atenção meninas: desenvolvam as potencialidades dos vossos rapazes. Vale a pena!...). Aproveitei a decoração do dia anterior (por milagre a toalha não sucumbiu ao bolo de chocolate!!!...) e estava feita mais uma festa!...


segunda-feira, 17 de Maio de 2010

Comércio Tradicional





Gosto de passear e comprar no comércio tradicional.... Lojas com história, com passado e com um presente que não devemos descurar, para que também tenham futuro!... O Porto precisa deste cuidado. Em cima, duas famosas mercearias da cidade. Em baixo, umas montras que são um mimo. Apetece comprar tudo: desde alheiras a baby-grows!...




sexta-feira, 14 de Maio de 2010

Bolo Chiffon de Chocolate com Cobertura de Queijo-Creme



O Bolo Chiffon de Chocolate é, assim por dizer, o bolo de festa da minha família. Desde pequena que aniversários e outras festividades como uma final dos "Jogos Sem Fronteiras" (lembram-se?...) ou um "Festival da Eurovisão" eram assinalados com este bolo. Sempre servido simples. Sempre perfeito. Quem o faz habitualmente é o meu pai e a minha irmã. Muito bem, mesmo! E, talvez por isso, eu nunca me tinha "atrevido" a fazê-lo. Era, como explicar, algo que pertencia ao pelouro deles, e que eu não ousava experimentar. Até ao momento em que criei o Blog. Pronto: aqui está ele, enfeitado (sacrilégio!...) e pronto a servir de bolo de aniversário do meu filho R. (o D. soprou a vela na Tarte de Morangos). Afinal as tradições da família são para perpetuar...

Ingredientes


Para o Bolo:
175 gr de farinha (1 e 3/4 de chávena de chá)
1/2 de chávena de chá de óleo
3/4 de chávena de chá de cacau
2 colheres de chá de fermento
3/4 de chávena de água a ferver
1/4 de colher de chá de bicarbonato
1/2 colher de chá de baunilha
300 gr de açúcar (1 e 3/4 de chávena de chá)
7 ovos
uma pitada de sal fino

Para o recheio e cobertura:
2 embalagens de queijo philadelphia light
2 colheres de sopa de leite
100 gr de açúcar confeiteiro
raspa de um limão
raspas de chocolate


Preparação

Para o Bolo: Dissolver bem o cacau na água a ferver. Na taça da batedeira, colocar a farinha previamente misturada com o fermento, abrir um buraco e juntar todos os ingredientes, à excepção das claras e do bicarbonato. Bater à mão por 30 minutos (outros tempos!...) ou na batedeira por 10 minutos. Bater as claras em castelo com o bicarbonato e envolvê-las delicadamente na massa. Vai ao forno em forma grande (ou duas de 24 cm) sem untar. Levar a cozer por 50 minutos (forma grande) ou 25 minutos (cada forma de 24 cm). Voltar sobre um prato e só desenformar depois de frio.

Para o Recheio e Cobertura: bater na batedeira todos os ingredientes até obter um creme espesso. Rechear o bolo com uma parte do creme. Cobrir com o restante creme e enfeitar com raspas de chocolate.

Bom Apetite!

quinta-feira, 13 de Maio de 2010

Tarte de Morangos Merengada



Já não é a primeira vez que faço esta tarte deliciosa. É uma Tarte de Morangos muito leve e original. No blog de onde tirei a receita, que por sua vez faz referência a um outro blog, até lhe chamam a melhor tarte de morangos do mundo!.... Como o D. gosta muito de morangos, soprou aqui (mais uma) velinha dos 4 anos....

Ingredientes

Para a massa da base:
210 gr de farinha
3 gemas
20 g de açúcar
90 gr de margarina (das quais 60 gr becel)


Para o recheio:
500 gr de morangos
3 claras
3 colheres de sopa de açúcar

Preparação

Para a massa: Derreter a margarina e ligar com os restantes ingredientes. Amassar bem com as mãos até formar uma bola. Forra-se com a massa uma tarteira de fundo falso, espalhando-a com as mãos. Levar ao forno nos 170º para alourar, cerca de 10 minutos.

Para o recheio: Lavar os morangos e cortá-los aos bocadinhos. Bater as claras em castelo, deitar o açúcar e continuar a bater até obter um merengue. Com papel de cozinha, enxaguar os morangos, para retirar o excesso de humidade, envolvendo-os de seguida no merengue. Retirar a massa do forno, colocar o recheio e levar ao forno outra vez para alourar o merengue, cerca de 10 a 15 minutos.

Bom Apetite!

quarta-feira, 12 de Maio de 2010

"Pequeno e Breve" Lanche de Aniversário

Os meus filhos festejaram o seu aniversário no próprio dia no colégio, com os seus amiguinhos, e depois num almoço na casa dos meus pais. Foi dia de semana (terça-feira) e de uma semana complicada em termos de trabalho, em que o resto da semana foi passado fora de casa, tanto a mãe, como o pai e até uma das avós!... No fim-de-semana seguinte já era o dia da mãe e não houve muito tempo, de facto, para planear outra coisa que não fosse um “muito simples, pequeno e breve” lanche de aniversário, no sábado, com os respectivos padrinhos. É que entretanto tinha-me dado conta que ainda não se tinham cantado os parabéns nem soprado as velas dos 4 anos na nossa casa!.... E assim, muito afinados, voltámos a cantar os parabéns aos nossos meninos que, baralhados, não sabiam se “agora eram os 5 anos?!?!?”!....


terça-feira, 11 de Maio de 2010

Bolo de Chocolate e uma "Imodéstia"


Este foi o Bolo que o D. levou para o colégio, para festejar com os amiguinhos o seu 4º aniversário. Pediu-me um Bolo de Chocolate e eu pensei neste, que é fácil, saboroso e não tem recheio ou cobertura. Ideal para as crianças comerem sem se sujarem em demasia! Um favor, portanto, a mim e às mães dos outros meninos! O R. levou, também a seu pedido, a Tarte de Côco da Criançada, cuja receita já aqui está.

Ingredientes

2 chávenas de chá de farinha
2 chávenas de chá de açúcar
2 chávenas de chá de óleo
1 chávena de chá de chocolate em pó (usei 1/2 de chocolate e 1/2 de cacau)
1 chávena de chá de leite (quente)
5 ovos
2 colheres de chá de fermento

Preparação

Na batedeira, bater a farinha, o fermento, o açúcar, o óleo e os ovos até obter uma massa homogénea. Fora da batedeira, juntar o leite e o chocolate e envolver bem com uma colher-de-pau. Levar ao forno pré-aquecido, nos 170ºC, em forma untada com margarina e polvilhada com farinha, por 40 minutos.

Bom Apetite!


E agora uma valente "imodéstia".... o meu blog é o convidado da Zambeziana ... estou babada, babada... Passem lá: http://zambezianachuabo.blogspot.com/

segunda-feira, 10 de Maio de 2010

Dia de Aniversário


No dia de aniversário dos meus filhos tirei o dia de férias para estar com eles. De manhã foram ao colégio. Almoçámos depois na casa dos meus pais e de tarde houve muita brincadeira. As nossas prendas para eles giraram em torno dos dinossauros, a sua verdadeira paixão, e ainda umas guloseimas permitidas em dias de festas como “bongo” e chocolate...


 

Para o colégio cada um levou o seu bolo. O R. pediu a Tarte de Côco da Criançada e o D. um Bolo de Chocolate. Pedidos satisfeitos, claro!




E quanto à “ementa” do almoço de aniversário, relembrando que o lema da família (já aqui explicado) é o de cada aniversariante escolher o que quer comer, lá saíram uns panadinhos de peru com arroz (de grelos para os adultos, branco para os catraios) e, meninos que saem mesmo à sua mãe Babette, à sobremesa quiseram soprar as velas: o D. numa rabanada (não gosta de aletria) e o R. numa travessa de aletria (não gosta de rabanadas).






Dia cheio, bom, de afectos e cumplicidades….

Bolo de Chocolate
Tarte de Côco da Criançada
Aletria

sexta-feira, 7 de Maio de 2010

Linguado no Forno com Presunto e Ervas Aromáticas

 

Adoro peixe. As minhas refeições do dia-a-dia são compostas maioritariamente por pratos de peixe, acompanhados com muitos vegetais. Gosto, em particular, de linguado: é delicado e saboroso, para além da textura que apresenta, para mim perfeita. Por isso procuro confeccioná-lo com poucos artefactos, apenas os necessários para fazer brilhar o seu sabor!

Ingredientes


2 linguados grandes, já amanhados (no total cerca de 1,2 Kg)
1 fatia de um bom presunto partida em tiras finas
Azeite, noz-moscada, pimenta, sal, salsa, cebolinho, sumo de limão

Preparação


Numa assadeira, colocar um fio de azeite e pousar o peixe. Dar uns golpes longitudinais no peixe, e distribuir neles as tiras de presunto. Temperar com noz-moscada, um golpezinho de pimenta, (pouco) sal, salsa e cebolinho fresco. Regar o peixe com sumo de limão e um fio de azeite. Vai ao forno, pré-aquecido, no 170ºC, por 30 a 35 minutos.

Bom Apetite!

quinta-feira, 6 de Maio de 2010

Tarte de Côco da Criançada




A maior parte das vezes que faço Tarte de Côco, faço esta, que já publiquei no blog e que nos agrada mesmo muito. Mas para entreter a criançada e, no final, ainda ficar com alguma coisa que comer, esta é sem dúvida a receita adequada!... Não suja em demasia, cansa-os - pois é preciso pôr a mão na massa - e é realmente saborosa… Esta em particular foi feita pelos meus filhos com a ajuda da I. Quando cheguei a casa, após um dia de trabalho, um beijo deles e uma fatia de tarte fez as minhas delícias!...

Ingredientes

1 base de massa quebrada refrigerada
2 pacotes de côco ralado (400 gr)
4 ovos inteiros
4 gemas
250 gr de açúcar
açúcar confeiteiro q.b.

Preparação

Numa tigela grande colocar todos os ingredientes, amassando-os bem com as mãos até se obter um preparado homogéneo. Forrar uma tarteira, previamente untada, com uma base de massa quebrada e picar o fundo da massa com um garfo. Colocar o recheio e levar ao forno, nos 180ºC, até dourar, o que deverá acontecer em cerca de 30 minutos. Depois de fria, polvilhar a gosto com açúcar confeiteiro.

Bom Apetite!

quarta-feira, 5 de Maio de 2010

Compota de Morango




No "outro" blog da colher-de-pau, vi, certo dia, que havia morangos em promoção no hipermercado a que costumo ir. Fiquei com a sugestão debaixo de olho, e não tardei a, na visita seguinte ao dito espaço, trazer umas caixas de morangos para fazer compota. Foi a primeira vez que fiz compota de morango e acho que ficou deliciosa!!!! Fui buscar inspiração para a receita no livro "Doze Meses de Cozinha", da Selecção dos Reader's Digest.

Ingredientes

1,5 kg de morangos (peso depois de arranjados)
750 gr de açúcar
sumo de 1/2 limão

Preparação

Arranjar os morangos e parti-los em pedaços pequenos. Num tacho largo e baixo, colocar os morangos, alternados com o açúcar, formando camadas. Deixar 2 horas a macerar. Levar a lume médio, de modo a fervilhar sempre, mexendo continuamente, até se obter o ponto de estrada (colocar um pouco do doce num prato raso: com uma colher traçar um sulco; se esse sulco se mantiver, ou seja, se ficar uma "estrada" no doce, está obtido o ponto), o que deve acontecer em cerca de 30 a 40 minutos. Aromatizar com sumo de limão. Triturar com a varinha mágica, não desfazendo completamente os morangos. Guardar em frascos esterilizados.

Bom Apetite!

terça-feira, 4 de Maio de 2010

Grão com Lombarda



Já sei que estamos na Primavera, e apetecem pratos mais leves e frescos. Mas este Grão, praticamente vegetariano e com as folhas de manjericão, ficou tão perfumado que eu arrisco a exibi-lo em pleno mês de Maio… Ficou delicioso e foi servido com um simples arroz branco.


Ingredientes

1 lata de grão de bico (grande)
1 cebola
1 dente de alho
1 cenoura
1 tomate fresco
8 fatias de um bom salpicão partidas às meias luas
1/2 couve lombarda cortada grosseiramente
1 colher de sopa de polpa de tomate
1 colher de sobremesa de massa de pimentão
1/2 caldo knorr de legumes
azeite, piripiri, noz-moscada, louro, salsa
manjericão fresco


Preparação

Fazer um refogado com azeite, a cebola e o alho picados. Juntar a cenoura partida às meias luas as rodelas de salpicão. Ao fim de uns minutos adicionar o tomate partido em cubos, a polpa de tomate e a massa de pimentão. Deixar tomar gosto por mais uns minutos. Juntar em seguida a couve cegada, o 1/2 caldo de legumes, um piripiri esmagado no almofariz com um pouco de sal e uma pitada de noz-moscada e de louro moído. Cozer, tapado e em lume brando, por 25 minutos. Juntar o grão com a própria água e deixar ferver por 5 minutos. Rectificar os temperos, se necessário. Polvilhar generosamente com salsa e, já no prato, com umas folhinhas manjericão fresco.

Bom Apetite!

segunda-feira, 3 de Maio de 2010

Mãe





Para Sempre

Por que Deus permite
que as mães vão-se embora?
Mãe não tem limite,
é tempo sem hora,
luz que não apaga
quando sopra o vento
e chuva desaba,
veludo escondido
na pele enrugada,
água pura, ar puro,
puro pensamento.
Morrer acontece
com o que é breve e passa
sem deixar vestígio.
Mãe, na sua graça,
é eternidade.
Por que Deus se lembra
— mistério profundo —
de tirá-la um dia?
Fosse eu Rei do Mundo,
baixava uma lei:
Mãe não morre nunca,
mãe ficará sempre
junto de seu filho
e ele, velho embora,
será pequenino
feito grão de milho.

Carlos Drummond de Andrade, in 'Lição de Coisas'

Para a minha mãe, que me lembra todos os dias que caibo sempre no seu colo…
É tão bom ter Mãe, ter Pai ... ter quem goste de nós!...